Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

Como ter sempre internet em viagem?

Hoje em dia, a nossa dependência no acesso à internet é tão grande que mesmo em viagem fazemos questão de estar sempre conectados. Queremos manter o contacto com amigos e família de forma a partilhar com eles os bons momentos que estamos a viver, mesmo que à distância; queremos atualizar as nossas redes sociais com as fotografias do nosso dia-a-dia, mas também organizar aspectos da viagem como consultar os horários de visita das principais atracões turísticas, comprar bilhetes para transportes públicos, reservar alojamentos, ou simplesmente obter as informações sobre como chegar aos locais pretendidos, só para citar alguns exemplos.

Claro está que se viajas por motivos profissionais então esta dependência no acesso à internet ainda se agrava mais na medida em que tens de estar disponível para organizar trabalho online e para ter reuniões por videoconferência, respondendo assim às solicitações que vão surgindo.

Que opções existem então para poderes manter-te com acesso à internet enquanto viajas?

Wi-Fi do hotel

A utilização da rede Wi-Fi no hotel onde vais ficar alojado(a) é uma opção muito limitada. Para além de alguns serviços terem um tempo limite de acesso, a partir do qual passas a ser cobrado(a) aparte, ficas obrigado a permanecer no hotel o que limita a tua mobilidade, e não raras vezes a qualidade da rede nem sempre é a melhor.

Utilização de dados móveis dentro da União Europeia

Desde 2017 que o roaming terminou na União Europeia. Isto significa que é agora possível fazer chamadas, enviar SMS e navegar na internet quando visitamos um país da União Europeia, pagando exactamente as mesmas tarifas que em Portugal. Por essa razão, a utilização de dados móveis em viagem tornou-se uma opção muito atractiva sobretudo se o tarifário móvel que tens inclui um bom pacote de 4G.

Cuidado com as taxas de roaming fora da União Europeia

É uma opção interessante, mas que te pode sair cara. Se vais viajar para fora da União Europeia deves informar-te junto da tua operadora de telecomunicações sobre os preços e condições do roaming no país que vais visitar para evitares surpresas desagradáveis.

O roaming fora da União Europeia costuma ter taxas elevadas, tanto para chamadas como para utilização de dados móveis por isso na hora de activares o 4G pensa duas vezes. O acesso a redes sociais e a partilha de fotografias e/ou vídeos consomem muito tráfego e rapidamente podes escalar a tua factura para valores absurdos.

Usar internet móvel ou hotspots

Os aparelhos de internet móvel, conhecidos também como hotspots, são uma opção prática e escolhida por muitas pessoas, especialmente as que levam o computador em viagem. A NOS, a Vodafone e a MEO têm tarifários de internet móvel disponíveis.

Dentro dos tarifários de internet móvel disponíveis podes escolher por tarifários com ou sem fidelização. Se viajares frequentemente, então aconselhamos a que subscrevas um serviço de internet móvel com fidelização: por norma, as condições são melhores.

Se as tuas viagens forem sempre dentro da União Europeia, então não terás problemas com este serviço. Se fizeres uma viagem por outros países, fora da União Europeia, deves informar-te sobre taxas adicionais com a tua operadora, porque aqui aplica-se também a regra de roaming.

Comprar um cartão SIM no país de destino

Se vias viajar para outros continentes, onde as taxas de roaming disparam, a melhor opção para poderes ter acesso contínuo à internet é mesmo a compra de um cartão SIM no país de destino para o qual vais viajar, ficando assim com um número local. Para adquirir um cartão SIM no país de destino tens 2 opções à escolha: adquirir um tarifário pré-pago internacional, como a Lycamobile, ou fazer uma pesquisa dos tarifários pré-pagos locais.

Esta é uma opção vantajosa para viagens de longa duração e fora da União Europeia.  Desta forma não estarás a pagar roaming internacional, evitas gastos elevados e podes poupar na fatura.