Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

Guadiana, o grande Rio do Sul com Miguel Judas

Ao longo de um bem preenchido fim-de-semana, vamos explorar as margens do “Grande Rio do Sul”, como em tempos era conhecido o Guadiana, que tinha em Mértola o “porto mais ocidental do Mediterrâneo”. Vamos caminhar ao longo do rio, mas também percorrê-lo de barco, conhecer o património Islâmico de Mértola, as tradições da aldeia ribeirinha do Pomarão e passear pela Mina de São Domingos, um dos maiores centros de arqueologia industrial da Peninsula Ibérica, onde a aventura terminará com um mergulho na praia fluvial da Tapada Grande.

 

DATAS: 07 a 09 de AGOSTO | CONFIRMADO

 

DIA 1 | MESQUITA

Chegada à aldeia da Mesquita ao fim da tarde. Quem chegar mais cedo pode pegar numa bicicleta e explorar os arredores desta povoação milenar sobranceira ao Guadiana, recentemente transformada numa unidade de turismo de aldeia e que servirá de base à nossa incursão pelas terras do Grande Rio do Sul. O jantar de hoje vai ser na Venda da Prima Mariana, com sabores locais, acompanhados de um tinto alentejano, como manda a tradição.

DIA 2 | ALCOUTIM E MÉRTOLA

Vamos acordar cedo e depois do pequeno-almoço, vamos percorrer, em direção a sul, parte da Grande Rota do Guadiana, numa extensão de cerca de 13 quilómetros, até Alcoutim, já no Algarve. Pelo caminho cruzaremos a foz do Vascão, o último rio livre do Algarve, que aqui desagua no Guadiana, marcando a fronteira com o Alentejo e, se o calor apertar, um mergulho é obrigatório. À chegada a Alcoutim, cada um terá tempo para explorar a vila como bem entender e o almoço também será livre – não faltam por lá opções. O regresso far-se-á de barco, rio acima, agora com destino a Mértola.

O resto da tarde será novamente livre, para explorar o imenso património da vila outrora conhecida como o “porto mais ocidental do Mediterrâneo” e cuja origem remonta ao tempo dos fenícios. Mais tarde vieram cartagineses, romanos, visigodos e árabes – época em que chegou a ser a capital de um reino islâmico independente. Não é portanto de admirar que concelho seja hoje um dos mais importantes lugares de investigação histórica e arqueológica em Portugal. Com o aproximar da hora de jantar, atravessamos a ponte e, do outro lado do rio, vamos aprender a fazer uma verdadeira açorda alentejana, que iremos jantar, acompanhada de peixe do rio, com vista para a vila museu. No final teremos um transfer para nos trazer de regresso à Mesquita.

 

DIA 3 | POMARÃO E MINA DE SÃO DOMINGOS

A manhã será passada a explorar os inúmeros trilhos à volta da aldeia da Mesquita, a fazer tempo para o almoço, que será na aldeia do Pomarão, mesmo em frente. A travessia será feita de barco, como antigamente. Era nesta pitoresca aldeia ribeirinha, esculpida numa encosta da margem esquerda do Guadiana, que o minério vindo em comboio de São Domingos, embarcava rio abaixo, em pesados navios, rumo ao oceano. Desses tempos, mantém-se apenas as ruínas do terminal ferroviário, em avançado estado de degradação, mas a aldeia, edificada junto à confluência do rio Chança com o Guadiana, ainda preserva todo o seu encanto, com as típicas casas em banda, espalhadas pela encosta. Na parte da tarde, já depois de feito o checkout, vamos até à Mina de São Domingos. Outrora uma das mais importantes explorações de pirites da Península Ibérica, é hoje um importante centro de Arqueologia Industrial, sendo obrigatória uma visita às ruínas da Achada do Gamo, que mais parecem um cenário pós-apocalíptico de ficção científica. É também nesta localidade que fica a famosa praia da Tapada Grande, onde termina esta nossa incursão pelo território do “Grande Rio do Sul”.

 

VALOR POR PESSOA: 160€

O QUE INCLUI:

– 2 noites numa unidade de Turismo de Aldeia (Albergue, T1 ou T2, consoante o grupo)

– Todos os pequenos-almoços

– Jantares nos dias 1 e 2 do programa

– Transporte de barco até Mértola no dia 2 do programa

– Transporte de Mértola para a Mesquita no final do jantar do dia 2 do programa

– Acompanhamento do líder Landescape ao longo dos três dias do programa

O QUE NÃO INCLUI:

– Transportes de/para o lugar da actividade

– Almoços

– Snacks

– Despesas pessoais

– Seguro pessoal de viagem

 

As inscrições terminam a 20 de Julho, de forma a garantir as reservas.

Para mais informações contactar a Landescape pelo e-mail geral@landescape.pt 

Artigo redigido pelo Miguel Judas, líder de viagens Landescape ao Irão.