Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

Pela Costa Vicentina com Pedro Quirino

O Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina é uma das regiões mais selvagens e melhor preservadas de Portugal. Além de uma enorme biodiversidade, rica em fauna e flora com várias espécies endémicas que só aqui se podem encontrar a nível mundial, a paisagem é de cortar a respiração ao longo de todo o percurso.

Ao longo dos 11 dias de viagem, iremos passar por vários tipos de paisagens e ecossistemas bastante diversos como as arribas íngremes de xisto da costa oeste às falésias calcárias da costa sul, o montado alentejano, a zona ribeirinha da Ribeira da Carrapateira, a serra Algarvia…enfim uma experiência inesquecível que iremos percorrer não só a pé mas também de barco, bicicleta e kayak para aproveitarmos da melhor maneira o que cada zona tem para oferecer.

Ao longo destes dias iremos também experimentar várias actividades e experiências típicas da região como a pesca ou gastronomia, para conhecermos e compreendermos as tradições e história desta região.

Eu sou o Pedro Quirino, líder de viagens da Landescape especialista em safaris e desafio-vos a juntarem-se a mim nesta aventura!

 

DATA: 04 a 15 de SETEMBRO de 2020 

PRÓXIMA DATA: 16 a 27 de OUTUBRO de 2020

1.065€ para a etapa completa Porto Covo – Zavial de 11 dias/11 noites 

370€ para a etapa Porto Covo – Zambujeira do Mar de 5 dias/4 noites (04 a 08 de Setembro | 16 a 20 de Outubro)

410€ para a etapa Zambujeira do Mar – Carrapateira de 6 dias/5 noites (08 a 13 de Setembro | 20 a 25 de Outubro) 

315€ para a etapa Carrapateira – Zavial de 4 dias/3 noites (12 a 15 de Setembro | 24 a 27 de Outubro)

 

DIA 0 | PORTO CORVO

Este é o dia onde eu e os teus companheiros de caminhada nos conhecemos. É um dia sem caminhada e sem actividades passado na tranquilidade de Porto Covo, tal como Rui Veloso popularizou na sua canção esta aldeia da Costa Alentejana. Será o ponto de partida da nossa viagem de 11 dias pelo Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina.

 

DIA 1 | PORTO COVO – VILA NOVA DE MILFONTES

A aventura começa com um trajecto de bicicleta entre Porto Covo e Odemira, a melhor maneira para conhecermos o interior Alentejano e uma parte fundamental do Parque Natural. Após um almoço tranquilo em Odemira, iremos descer o Rio de barco até à foz em Vila Nova de Milfontes. O Rio Mira é uma das paisagens Alentejanas mais belas e ainda pouco populares e raramente visitadas por turistas.

DIA 2 | VILA NOVA DE MILFONTES – ALMOGRAVE

O dia começa com a travessia do Rio Mira de kayak para chegarmos à margem sul e iniciarmos a nossa jornada. O nosso primeiro dia de caminhada será feito sempre junto à costa pelas falésias e dunas características desta zona, cenário ideal para percebermos a razão da grande biodiversidade desta região. Ao longo do caminho descobriremos diferentes tipos de paisagem, enseadas, palheirões (nome que os locais dão às ilhotas) e praias desertas a que apenas os caminhantes têm acesso.

 

DIA 3 | ALMOGRAVE – ZAMBUJEIRA DO MAR

É a mais longa caminhada de todas e num dos troços mais interessantes de toda a viagem, especialmente pela diversidade de paisagem. A cerca de metade do caminho iremos parar no Cabo Sardão para almoçar, bem perto das cegonhas que fazem os ninhos nas falésias do Parque. Chegaremos à Zambujeira do Mar ao final da tarde, ainda a tempo de dar um mergulho na praia, uma das mais bonitas da região.

 

DIA 4 | ZAMBUJEIRA DO MAR

Este dia será para descansar após alguns dias de caminhada. Nenhum outro sítio melhor para fazê-lo que na impressionante Praia da Zambujeira do Mar! Aqui iremos taMbém explorar um outro eco-sistema muito particular desta região e que ainda hoje é o sustento de muitos habitantes locais : as piscinas naturais criadas na maré vazia.

Mas mesmo num dia de descanso, haverá imensas actividades e oportunidade de conhecer algumas das tradições e gastronomia locais da terra e do mar, tipicamente alentejanas.

DIA 5 | ZAMBUJEIRA DO MAR – ODECEIXE

A paisagem começa a mudar e as escarpas rochosas imponentes tornam-se o cenário predominante. Ao longo do caminho iremos passar várias ribeiras que terminam na falésia produzindo cascatas que caem sobre o mar. Aqui a costa é especialmente recortada e repleta de ilhéus, enseadas e praias recônditas. Iremos chegar à praia de Odeceixe a meio da tade após atravessarmos a ribeira que separa o Alentejo do Algarve. Esta praia deslumbrante foi eleita por muitos como a mais bonita de Portugal. Ficarás a perceber porquê!

 

DIA 6 | ODECEIXE – PRAIA DA AMOREIRA

Esta caminhada liga duas das praias mais bonitas da Costa Vicentina. Será um trajecto sempre ao longo das imponentes falésias de xisto onde pescadores e apanhadores de perceves se arriscam para colher estas iguarias. Chegaremos a meio da tarde à praia da Amoreira onde poderemos descansar e dar um mergulho no mar ou no rio.

 

DIA 7 | PRAIA DA AMOREIRA – CARRAPATEIRA

Recomeçamos o passeio onde terminámos no dia anterior e após uma travessia a vau da ribeira de Aljezur, chegamos ao Monte Clérigo, uma das povoações melhor preservadas de toda a costa portuguesa e continuaremos a nossa curta caminhada até à Arrifana, uma tradicional aldeia de pescadores que se estende pela falésia até ao mar. Pelo caminho, iremos visitar as ruínas da Ponta da Atalaia, um antigo Ribat do século XII estrategicamente construído num promontório com uma das vistas mais impressionantes de toda a Costa. Chegaremos à Arrifana ao final da manhã, a tempo de almoçar tranquilamente com vista para esta deslumbrante praia, hoje em dia muito popular entre os surfistas. Sem dúvida um dos locais mais icónicos da Costa Vicentina, onde apanharemos o nosso barco até ao destino seguinte: Carrapateira.

O resto da tarde será passada a relaxar na Praia do Amado, após vários dias de caminhada ou experimentar fazer um pouco de surf na Praia do Amado.

DIA 8 | CARRAPATEIRA

O dia começa com uma visita ao museu da Carrapateira, seguido do percurso de interpretação da zona até a um pesqueiro onde os meus amigos pescadores estarão à nossa espera para nos ensinar a pescar. Será uma manhã muito bem passada onde tentaremos apanhar o peixe que logo à noite servirá de jantar na cataplana!

À tarde iremos até à Praia da Bordeira descansar um pouco e apreciar uma das mais bonitas praias da região com as suas intermináveis dunas rasgadas pela Ribeira da Carrapateira.

 

DIA 9 | CARRAPATEIRA – VILA DO BISPO

Iremos passar este dia numa das zonas mais bonitas de todo o Parque Natural. A zona da Carrapateira é uma das mais selvagens e bem preservadas de todo o Parque Natural, oferecendo uma enorme diversidade de roteiros por vários tipos de paisagens e eco- sistemas desde dunas, falésias, zonas húmidas e serra com varias actividades e percursos de rara beleza. Para os aficionados de birdwatching, esta é talvez a melhor área para observar algumas das espécies de aves que existem na região.

Parte do percurso será feito a pé pelo trajecto mais selvagem de toda a Costa e o restante percurso de bicicleta. Aqui é talvez a parte da viagem com maiores probabilidades de observares alguns dos animais que povoam esta região como a raposa, javali, saca-rabos, gineta ou lontras.

É um percurso com alguma dificuldade técnica mas bastante recompensador pela sua vista e imersão na natureza.

DIA 10 | VILA DO BISPO – SAGRES 

O trajeto do décimo dia é todo feito de bicicleta pois a distância é grande e o percurso bastante acidentado. Nesta parte da costa nem existe trilho ao longo da falésia, apenas alguns acessos pontuais com algumas das melhores vistas panorâmicas que iremos visitar.

Pelo caminho iremos parar nalgumas das praias mais bonitas e remotas de Portugal para refrescar um pouco.
Iremos também fazer uma passagem obrigatória pelo icónico Cabo de S. Vicente, antigamente conhecido como o “fim do mundo”, para visitarmos o farol.

Chegaremos à vila de Sagres a meio da tarde ainda a tempo de darmos um mergulho na costa sul e relaxarmos um pouco.

 

DIA 11 | SAGRES – ZAVIAL

O nosso último dia será cheio de acção! Faremos uma breve caminhada pela manhã a partir de Sagres com destino ao Zavial onde pelo caminho iremos fazer um pouco de coastering, uma actividade recente que combina escalada, caminhada e cliff-jumping! É interessante reparar como a vegetação, geologia e clima mudam na costa sul. Acabamos o nosso passeio de 11 dias em grande por algumas das praias mais bonitas do Parque e um dia repleto de acção!

 

O QUE INCLUI O PACK DE 11 DIAS/11 NOITES:

– Alojamento 11 noites em quarto twin ou dormitório de até 4 pessoas, com WC privativo para o grupo

– Passeio de barco entre Arrifana e Carrapateira

– Passeio de bicicleta entre Porto Covo e Odemira

– Passeio de barco entre Odemira e Vila Nova de Milfontes

– Travessia de kayak em Vila Nova de Milfontes

– Passeio de barco entre Arrifana e Vila Nova de Milfontes

– Visita ao Museu da Carrapateira

– Pesca

– Workshop de Tracking

– Workshop e jantar de Cataplana

– Passeio de barco entre Vila de Bispo e Sagres

– Visita ao Farol de São Vicente

– Coastering

– Birdwatching

– Nature Quizz

– Acompanhamento do líder Landescape ao longo dos 6 dias

 

O QUE NÃO INCLUI O PACK DE 11 DIAS/11 NOITES:

– Transportes fora do período da experiência

– Transfers pré/pós viagem

– Visitas e Actividades não descritas

– Alimentação

– Despesas pessoais

– Seguro pessoal de viagem

– NOTA: Em alguns dos alojamentos é possível reservar quarto duplo, com cama de casal, em vez de quarto twin. Por favor assinalar esse pedido aquando da inscrição.

As inscrições terminam a 28 de Agosto e 09 de Outubro, respectivamente, de forma a garantir as reservas.

Para mais informações contactar a Landescape pelo e-mail geral@landescape.pt 

Artigo redigido pelo Pedro Quirino, líder de viagens Landescape a países como o Botsuana, Zâmbia e Zimbabué.