Catarina Príncipe

Líder de Viagem

Para mim, o destino da viagem não é o lugar, mas uma nova forma de olhar o mundo.

Nasci nos anos oitenta e as minhas primeiras memórias são de Verão, dentro de um Citroën 2 CV vermelho e descapotável. A viagem tinha partida mas nem sempre tinha destino e nos primeiros anos da minha vida percorri, juntamente com os meus pais, o sul de Espanha, o sul de França e a estrada que nos levou a Veneza.

Mais tarde, e por outros motivos, passei a viajar com muita frequência para a Alemanha e para a Noruega, onde vivi um ano durante a adolescência. Viajar tornou-se parte da rotina, em movimentos pendulares, mas sempre repleta de coisas novas.

O meu percurso profissional também tem sido uma viagem: estudei Teatro no Porto, Literatura em Lisboa, Estudos de Género em Berlim e agora vivo entre o Porto, Lisboa, Coimbra e Nova Iorque, a fazer um doutoramento em Economia Política. Pelo caminho, escrevi bastante sobre as sociedades que fui conhecendo, o que me levou a percorrer uma grande parte dos países Europeus e da América do Norte. Cheguei a Nova Iorque através da escrita e foi assim que fui conhecendo a cidade. É através de Nova Iorque que chego à Landescape, cheia de vontade de mostrar uma cidade que não vem nos guias de viagem.

Aprendi a viajar sozinha desde muito cedo e a guiar-me pelas narrativas das pessoas que fui conhecendo. E é sobretudo isso que me interessa: conhecer os sítios através das histórias e memórias de quem os foi construindo, sabendo que a História (essa do H grande) é um conjunto de muitas histórias pequeninas de quem foi transformando os lugares numa parte da sua própria história.

Ativista social e política, trabalhei para a Fundação Rosa Luxemburgo e sou, ainda, editora convidada da revista norte-americana Jacobin, para a qual escrevo, traduzo e edito. É através do meu olhar que vos convido a mergulhar na cidade de Nova Iorque, uma das maiores urbes do mundo cujo roteiro já podem consultar. Curiosos?

Destinos liderados por Catarina Príncipe