Katy Deodato

Consultora de Viagens Personalizadas & Líder de Viagem

Viajar é sentir o verdadeiro significado da palavra liberdade.

Assumo a minha ligação ao mar e por isso em todas as minhas viagens preciso de ter este elemento por perto. Talvez por ter nascido numa ilha do mediterrâneo, a Córsega, e, mais tarde, ter crescido numa vila piscatória, Vieira de Leiria, a verdade é que o mar funciona para mim com um bálsamo para a alma.

Curiosamente, as viagens nunca fizeram parte dos meus planos, creio que estava formatada para outros objetivos de vida, mas o meu lado sonhador fez-me repensar o que queria para o meu futuro e aos 30 anos juntamente com o meu marido decidimos seguir o sonho. Escolhemos Timor Leste como destino de aventura e nunca imaginei criar uma conexão tão intensa e de tão grande cumplicidade com o povo timorense. De tal forma que de 3 meses de voluntariado se transformaram em 2 anos sem nunca regressar a casa. Senti e vivi na primeira pessoa as dificuldades de um país ainda em ferida. Foi nesse tempo que me rendi aos encantos culturais dos países do sudeste asiático, mais concretamente à sua beleza natural, gastronomia, bondade e energia espiritual do povo. Desde então que rumo àqueles destinos vezes sem conta.

Foi na Indonésia que aprendi a andar de mota e nas Filipinas que encontrei uma segunda casa percorrendo todas aquelas ilhas paradisíacas. Já no Camboja fui mimada por uma família Kmer, mas foi na Austrália e na Nova Zelândia que passei 5 meses no conforto de famílias que me deram guarida e em troca passava a ferro e cozinhava para elas.

Recentemente o continente Africano começou a despertar em mim interesse ao explorar as suas paisagens, tão míticas e características. A Namíbia e o Quénia já têm um lugar especial no meu coração, lado a lado com Marrocos, onde gosto de regressar uma e outra vez para me perder nos seus cheiros, sabores e sons.

Depois de tantas Guesthouse percorridas e de tantas vivências com famílias chegou a minha vez de receber toda a gente naquela que será a minha Guesthouse em Leiria. Estou a renovar uma casa para estar aberta ao mundo, muito em breve.

Gosto viajar de forma leve, com o meu jeito descontraído e meio desengonçado. As minhas muitas distrações e peripécias em viagem fazem-me rir de mim mesma e, no final, acabam por ser as minhas melhores memórias.

Este site utiliza cookies, ao continuares estás a permitir a sua utilização. Quero saber mais Ok