Rui Pinheiro

Líder de Viagem

O que me motiva a viajar é a sensação de elevação e auto-conhecimento que cada lugar, pessoa, cheiro ou sabor me transmitem.

Nasci em Lisboa na década de 80 e entrei recentemente para a equipa da Landescape para liderar uma viagem de comboio absolutamente imperdível que passa por cinco países europeus, o famoso Expresso do Oriente. Mas fiquem atentos desse lado, em breve desvendarei outros destinos à minha responsabilidade!

Sou terapeuta de medicina chinesa há 20 anos e foi o primeiro encontro com estes ensinamentos milenares e a sua cultura que criaram em mim uma enorme necessidade de expandir horizontes. Hoje, depois de mais de 60 países carimbados no passaporte, percebo que a minha vontade de palmilhar o mundo advém da minha curiosidade, do querer saber mais. E estou certo de que não irei parar tão cedo.

Creio que a minha maior transformação neste campo ocorreu em 2004, quando decidi ir para o Brasil de um dia para o outro. A experiência foi tão intensa, que ao regressar percebi que tinha mudado, já não era a mesma pessoa que tinha partido de Portugal. Foi então que decidi alinhar a minha bússola da vida a norte das viagens.

Todos os países por onde passo têm algo a ensinar-me, mas o meu maior interesse sempre pendeu para países pouco explorados onde posso testemunhar na primeira pessoa a pureza das pessoas e viver o mais aproximadamente possível da cultura de cada lugar, tal e qual ele é. As histórias, os cheiros, as formas de viver, os confrontos de realidade. Não consigo imaginar melhor forma de viajar senão com quem partilha desta paixão. Vamos a isso?

Quando estou livre, gosto de aproveitar o tempo para realizar programas culturais, em especial na área da música. Mas um dos hobbies que mais gosto e que simultaneamente me equilibra é o restauro de motas antigas. Estou a falar a sério, experimentem, é terapêutico!

Destinos liderados por Rui Pinheiro