Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

Perguntas Frequentes (FAQ)

Actualizações Covid-19

O que pode levar a Landescape a cancelar uma viagem?
Atendendo ao panorama global do Covid -19 e consequente fecho de fronteiras na maioria dos países, a Landescape tem para já canceladas as viagens à Jordânia de 31 de Março a 10 de Abril, à Argélia de 01 a 12 de Abril, e à Pérsia de 04 a 19 de Abril.

As restantes viagens abertas ao público e disponíveis neste link encontram-se em permanente avaliação pela nossa equipa, monitorizando as recomendações das autoridades de saúde, a limitação de circulação em espaço aéreo e terrestre e outras razões de força maior não imputáveis à Landescape.

O que acontece ao valor que paguei pela viagem?
No contexto acima descrito, os viajantes afetados pelo cancelamento poderão transferir o montante pago para qualquer outra viagem que tenha lugares disponíveis ou ficar com o valor em crédito para futuras inscrições em viagens a realizar até ao dia 31 de Dezembro de 2021.
O que acontece ao valor que paguei pelos voos?
Em caso de cancelamento da viagem, estamos disponíveis para aconselhar e dar apoio durante o processo, embora seja da responsabilidade de cada viajante o contacto com as respectivas companhias aéreas e seguradoras.

Os voos

As reservas de voos devem ser feitas pelo viajante?
Na Landescape queremos que cada pessoa seja livre de escolher o local de partida, companhia aérea e horário que deseja voar. Isto acontece porque muitas vezes o preço que possamos propor é superior àquele que se consegue online. Além disso, o interessado pode escolher a companhia aérea a que seja fiel e ter até vantagens na mesma, por ser um cliente habitual. Como desvantagem, vemos o possível surgimento de atrasos nos aviões, mudanças de rotas ou horários que, quando comprado online, se tornam mais difícil ou mesmo impossível de gerir, pela falta de uma pessoa com quem comunicar. Outra razão para não incluirmos os voos na experiência é que a Landescape não trabalha só com pessoas que residem em Portugal, pelo que assim, teríamos de obrigar as pessoas a partir de cá quando, algumas delas, já se encontram a viajar num qualquer país e apenas desejam fazer esta experiência com a Landescape, por isso a maneira como lá chegam, parte de cada um.

Gostamos que tenham em conta que os voos só deverão ser reservados e comprados, depois da Landescape ter assegurado a confirmação da experiência por e-mail.

As reservas de voos podem ser propostas pela Landescape?
A Landescape não dispõe do serviço de reserva de voos. Porém, se pretenderes comprar os bilhetes de avião através de uma agência, recomendamos que recorras aos nossos parceiros, a GeoStar, em quem temos plena confiança.

Para o efeito deverás enviar e-mail para landescape@geostar.pt sendo da tua total responsabilidade toda e qualquer comunicação que a partir desse momento aconteça com a agência relativamente ao voo, incluindo casos de alteração/cancelamento de voos, mudanças de última hora ou outras questões/problemas que possam surgir.

Aqui ficam as taxas de serviço de aviação inerentes à agência:

  • Nacional: 20€
  • Europeu: 32€
  • Intercontinental: 50€
  • Alterações: 20€
  • Reembolsos: 25€

 

Vistos

Quem trata do meu visto?
As experiências da Landescape não incluem o visto de entrada no país (caso este seja requisitado). Porém, informamos sempre os viajantes de como devem proceder para obter o visto de forma independente, estando esta informação disponível tanto no Manual de Viajante, como nos Últimos Detalhes enviados por e-mail, e na maioria dos casos também no separador correspondente a cada viagem no nosso site.

Podemos também fazê-lo dentro da Landescape mediante pedido do viajante, sendo que este acto tem uma taxa de serviço de 35€ sobre o valor do seguro, acrescido de despesas de envio e recolha de passaporte nos serviços consulares.

Em casos mais complexos de obtenção de visto, nomeadamente para a Argélia, Sudão, Irão, e Tajiquistão recorremos à VISA TEAM. Neste caso, as taxas de serviço variam de 30,75€ a 46,74€, dependendo do país, acrescido de despesas de envio e recolha de passaporte nos serviços consulares.

O preço do visto para cada país está devidamente identificado no separador O que não está incluído, em cada viagem.

Seguro Pessoal

O seguro de viagem é obrigatório?
O seguro pessoal de viagem não é obrigatório em todas as viagens, embora a Landescape aconselhe todos os viajantes a fazerem-no, mesmo dentro da União Europeia. Para esse efeito, recomendamos a IATI Seguros. Porquê?

  • Não é necessário antecipar dinheiro, eles cuidam de todas as despesas de assistência desde o primeiro gasto. Afinal de contas, os reembolsos podem ser muito burocráticos e demorar muito tempo;
  • Não há franquias, o valor do seguro é a única coisa que tem de ser paga;
  • O atendimento é em português, 24h por dia 365 dias ao ano, para que estejas tranquilo(a) comunicando contigo no teu idioma em casos de urgência;
  • Cobrem a prática de diversas atividades de lazer e desportos, para que estejas seguro(a) enquanto te divertes;
  • Todos os seguros cobrem 100% dos gastos relacionados com repatriamento de forma a poderes retornar a casa com deslocação assistida ou teres a companhia de um familiar caso sejas hospitalizado(a);
  • Oferece opção de cancelamento para que possas recuperar as despesas da viagem caso tenhas que cancelar por algum motivo descrito na apólice.

Um seguro de viagem vai além da cobertura médica, que nalguns casos pode representar milhares de euros. Também te protege em caso de imprevistos como perda de documentos, roubo, extravio ou perda de bagagem, cancelamento ou atraso de voos. E mesmo em viagens pela Europa, o Cartão Europeu de Saúde não cobre as despesas médicas no sistema privado, apenas no serviço público de saúde. Além disso, não cobre operações de salvamento nem o repatriamento, caso seja necessário enviar-te de volta a casa com cuidados médicos.

Seguem as três opções de seguro IATI que aconselhamos para as viagens Landescape, sendo que ao comprarem este seguro a partir da Landescape usufruem de 5% de desconto no valor final.

IATI Mochileiro é ideal para quem vai praticar atividades de lazer ou desportos radicais, pois inclui uma lista maior de atividades desportivas, inclusive trekking até 5.400 metros de altura e mergulho até 20 metros de profundidade. A cobertura de despesas médicas é de 250.000€ e também inclui busca e salvamento. É o seguro mais indicado para as nossas viagens de aventura, nomeadamente para os países da América do Sul e Sudeste Asiático. As coberturas completas podem ser consultadas clicando no nome do seguro.

IATI Standard, por sua vez, não cobre a prática de atividades desportivas. A cobertura médica é de 80.000€ e é o que tem melhor custo-benefício porém coberturas menos amplas. Consulta todas as condições da apólice clicando no nome do seguro.

IATI Estrela com cobertura de 350.000€. É um seguro mais completo para viajantes que desejam uma proteção maior. Detalhes das coberturas podem ser consultadas clicando no nome do seguro.

IATI Estrela Premium  é uma versão Premium do Top de Vendas IATI Estrela. Tem as mesmas condições que o produto Iati Estrela, mas com limites mais elevados para determinadas coberturas. A cobertura médica aumenta até aos 500 000€, pensada para os clientes mais exigentes que viajam para destinos internacionais onde a assistência médica é bastante mais cara do normal, como os Estados Unidos, Canadá, Japão, Austrália ou Nova Zelândia. Da mesma forma, a cobertura de bagagem é aumentada para 2.500€ e a cobertura opcional de cancelamento para 5.000€, para cobrir os viajantes que precisem de cancelar a sua viagem por causas de força maior, e que tenham feito reservas de viagem com valores muito elevados. Para que a garantia de cancelamento tenha cobertura, é requisito indispensável que a apólice seja contratada no momento da compra da viagem a ser assegurada, ou no máximo nos 7 dias a seguir.

O seguro de viagem está incluído no preço da viagem?
As experiências da Landescape não incluem o seguro pessoal de viagem. Porém, temos parceria com a IATI Seguros que te recomenda três tipos de seguro distintos em função do destino para onde vais viajar. Ao adquirires o seguro pessoal de viagem IATI Seguros via Landescape usufruis de 5% de desconto no valor final do mesmo.

Sabe mais aqui!

NOTA: A Landescape não se responsabiliza pela comunicação com a IATI Seguros após a aquisição do seguro. Esta comunicação é da responsabilidade do cliente.

Caso pretendas que seja a Landescape a efectuar o seguro pessoal de viagem por ti, os 5% de desconto não são aplicados e acresce uma taxa de serviço de 15€. Para esse efeito, solicitamos que entres em contacto connosco pelo e-mail geral@landescape.pt

Informação Genérica

Como estão definidos os graus de dificuldade de cada viagem?
Os graus de dificuldade são divididos em 5 e correspondem ao esforço físico que cada um dos viajantes – segundo o nosso entendimento – terá de efectuar numa experiência da Landescape.
Como é formado cada grupo de viagem?
Os grupos são sempre um acaso! As inscrições são abertas e à medida que os interessados se vão inscrevendo, o grupo vai sendo formado. Importante nos nossos grupos é que não existe uma nacionalidade definida, embora a maioria dos interessados parta de Portugal e sejam portugueses. Porém isto não quer dizer que uma pessoa de outra nacionalidade não se possa juntar ao grupo também. Privilegiaremos, contudo, a língua portuguesa ao longo da experiência no contacto entre líder e viajantes.
Como são feitos os transportes durante as viagens?
Os voos, quando utilizados numa experiência, são maioritariamente em companhias aéreas de linhas regulares (o transporte de bagagem depende de cada companhia e os interessados serão informados do mesmo). O restante dos transportes passa por tudo e podem ir da bicicleta ao táxi partilhado, do comboio ao barco, da motorizada ao metro, dependendo do destino para o qual se parte, da situação e/ou da vontade que nos surge no momento!
Como é feito o alojamento durante a viagem?
As nossas camas são sempre em hotéis? Não, claro que não, porque também nem sempre serão camas! Se o nosso voto vai para uma cama bem confortável, que é o que nos apetece depois de um dia inteiro, muitas vezes elas não existem para onde vamos ou temos um percurso nocturno! Assim, dependendo do programa, podemos dormir em hotéis, guesthouses, hostels ou casas de família, mas também em comboios, autocarros, barcos, numa cama de luxo ou apenas em colchões estendidos no chão ou em bancos que o são durante o dia e à noite se transformam em beliches! Prezamos sempre pela higiene e que, acima de tudo, o que gastamos fique no país e não vá directo a uma multinacional. O importante referir é que para nós o que conta é a experiência e, definitivamente, estas não são viagens onde procuramos a experiência em quartos de hotel!
Que roupa nos aconselham a levar?
As roupas dependem um pouco dos locais que visitamos. Tudo será indicado, posteriormente, no Manual do Viajante a ser entregue aquando da reserva. Porém, o que deves sempre pensar é que os costumes dos países devem ser respeitados e a imagem que eles tiverem de ti, é a imagem que eles têm do teu país. O que aconselhamos é que sejas sempre o mais discreto possível, a fim de chamar o mínimo à atenção.
Posso inscrever-me sozinho para uma viagem?
Uma parte dos viajantes pergunta-nos se pode inscrever-se sozinho, o que muitas vezes acontece pela falta de companhia ou indisponibilidade de amigos para o acompanhar. Claro que sim, os nossos grupos são um misto de pessoas independentes que se tornam amigos ao fim dos primeiros minutos! O que não pode mesmo acontecer é deixarmos de ir por estarmos sozinhos!
Há alguma idade mínima ou máxima para me inscrever?
Não há uma idade máxima para se fazer este tipo de experiências. Depende de cada um decidir se – mediante os graus de dificuldade e o programa apresentado – está apto ou não para o fazer e se é “jovem” o suficiente para o fazer! Temos a certeza de que a idade não é um factor tão importante assim. O mais importante é mesmo o espírito! Por outro lado, levar crianças mais pequenas em algumas das experiências pode ser um risco, não só pelo grau de dificuldade, mas também pelo interesse que estes possam ter na mesma. Assim, se algumas podem ser autênticas aventuras, outras existirão que poderão ser entediantes ou cansativas por serem mais culturais e não tanto de aventura e por isso não lhes cativar a atenção. Mais uma vez, cabe-te a ti decidir isso.
Como é feita a divisão dos quartos?
A distribuição dos quartos é feita à medida que as pessoas se vão inscrevendo. Mesmo que te inscrevas sozinha/o, é natural que o quarto seja dividido com outra pessoa que vai, também ela/ele, sozinha/o! Os quartos são sempre twin (duas camas separadas) ou triplos e, sempre que possível, têm casa de banho privativa. Se quiseres ter um quarto só para ti, deverás solicitar a reserva de ocupação individual.

NOTA: caso te inscrevas e não tenhas outra pessoa com quem partilhar o quarto até à viagem fechar, terás de pagar obrigatoriamente o suplemento de ocupação individual.

Que refeições nos são providenciadas?
As refeições incluídas são, normalmente, os pequenos-almoços. Isto não é, porém, uma regra. Podem por vezes estar incluídas mais refeições, se os locais para onde vamos tiverem à disposição somente um local onde se possa fazê-las. Isto acontece por exemplo quando partimos para desertos, pequenas localidades ou espaços de montanha. Nestes casos, todos serão avisados do mesmo no Manual do Viajante. O facto de não termos refeições incluídas, prende-se com o facto de todos serem livres de decidir o que fazer e escolher o que quiserem, sem nada lhes ser imposto.
Como é feita a inscrição nas viagens?
A reserva da experiência é considerada a partir do momento em que 30% do valor da mesma é transferido, num prazo máximo de 7 dias. Será enviado um formulário que deve ser preenchido com os dados referentes a cada pessoa. A partir do momento em que ambos os elementos são entregues, a reserva é validada. A totalidade da experiência deverá ser paga até 45 dias antes da mesma começar. A inscrição deverá ser feita o mais antecipadamente possível de maneira a garantir a mesma e os melhores preços nos voos, que surgem normalmente 3 a 4 meses antes da partida (este é o tempo que aconselhamos). Se depois do valor da reserva da experiência tiver sido efectuada e o interessado quiser cancelar a mesma, os 30% da reserva não serão devolvidos e o restante terá de ser aplicado obrigatoriamente noutra viagem, se este cancelamento ocorrer até 30 dias antes da mesma ter início. Caso seja dentro dos 30 dias anteriores ao início da viagem, nenhum valor será devolvido ou poderá ser aplicado noutra viagem.

De lembrar também que, caso te inscrevas sozinho/a e no final das inscrições não tiveres qualquer pessoa com quem dividir quarto, terás obrigatoriamente que pagar o suplemento individual da experiência.

É possível estender uma viagem?
Muitos dos nossos viajantes perguntam-nos se podem ir uns dias mais cedo ou ficar mais uns dias depois da experiência ter terminado. Claro que sim, isso parte da vontade e da disponibilidade de cada um! O que agradecemos é que, se necessitarem da nossa ajuda na marcação de quartos, actividades ou transportes, nos informem o mais antecipadamente possível de maneira a podermos prever tudo e garantir os preços mais justos. Estes dias a mais serão, como devem perceber, por conta de cada pessoa, sendo que este serviço é prestado ao abrigo das Viagens Customizadas que a Landescape disponibiliza. Recordamos, porém, que existem programas que já têm extensões associadas como é o caso do Peru, da Colômbia, da Guatemala ou das Filipinas, sendo que estas extensões só poderão ser feitas por pessoas que participaram na primeira parte da experiência.
O que é importante reter destas experiências de viagem?
Este tipo de experiências é para pessoas que não estão à espera que tudo corra exactamente como indicado no programa, porque mesmo que haja possibilidade disso, nós vamos fazer tudo para que algo corra diferente do planeado! Qual a razão? Simplesmente porque não há duas experiências iguais e na Landescape acreditamos que tudo vai acontecendo à medida que se vai fazendo. Quem parte connosco terá de estar preparado para situações imprevisíveis, acontecimentos do momento, atrasos nos transportes e um sem fim de outras situações que não conseguimos controlar. Aí, o bom humor, o bom senso e a capacidade de adaptação serão essenciais e, se os tiveres, vais ver sempre o problema como uma experiência e não um obstáculo! Se não te sentes confortável com esta premissa preferimos que não partas connosco do que entres numa experiência totalmente fora da tua zona de conforto e não te consigas adaptar a ela.
O que levar na bagagem?
Toda a informação segue no nosso Manual do Viajante e, para cada país, temos um manual diferente, com vista a proporcionar a melhor experiência e a melhor adaptação às situações. Porém, para nós, existe uma máxima: quanto menos levarmos, mais leves estaremos para disfrutarmos!
Como é a alimentação?
A alimentação, como deves entender, varia consoante o país e/ou cidade para onde partimos. Normalmente não existe qualquer problema e a escolha é variada, com opções diferentes para todos os gostos. Para pessoas com dietas particulares, como o são os vegetarianos, vegans ou celíacos, as opções podem ser bem mais limitadas. Mas como dissemos, tudo depende do país. Se na Mongólia um vegetariano terá sérias dificuldades, na Índia, sentir-se-á em casa!
E se tiver algum problema de saúde?
Em todos os países, existem sempre hospitais e clínicas públicas e/ou privadas que podem prestar assistência em caso de alguma necessidade de maior. Mais uma vez, no entanto, alertamos para o facto de que muitos países não correspondem ao nível de qualidade a que estamos habituados na Europa. O seguro é, por essa mesma razão, obrigatório.

A Landescape recomenda a Iati Seguros sendo que ao clicarem aqui beneficiam de 5% de desconto.

Algum conselho relativamente ao consumo de água?
Preferimos sempre alertar de que as condições da água nem sempre são as melhores. Se existem países onde confiamos plenamente nela, existem outros em que aconselhamos ao máximo a compra de água engarrafada. O mesmo se aplica a gelados, fruta sem ser descascada, bebidas, entre outros. É muito natural que os maus estares e doenças não aconteçam somente por causa da água, mas por causa de um conjunto de factores – mudança de temperatura, humidade, cansaço, comida, stress – e por essa mesma razão, todo o cuidado é pouco. Não estragues a tua experiência.
Qual a função dos líderes de viagem?
Gostamos que as pessoas se sintam como se viajassem com um amigo que os possa ajudar naquilo que precisam, orientando-as para o que procura e que fale o mesmo idioma. Assim sendo, é nossa vontade que um líder da Landescape te acompanhe sempre durante as tuas experiências. É normal, porém, que em certas ocasiões, um guia estrangeiro especializado num certo monumento, cidade ou trekking de montanha, te acompanhe também, com vista a proporcionar uma maior segurança e compreensão. Gostamos de lembrar que um líder de viagens não é de todo um guia turístico. A intenção não é que explique toda a história, quem fez, pintou, em que ano, etc., mas sim que te faça um enquadramento geral do local/monumento onde te encontras. O líder é um viajante e não uma pessoa que estudou para ser guia. É, portanto, a pessoa ideal para te levar a conhecer os locais fora do circuito turístico, levar-te a conhecer amigos e ser mais um, no grupo onde viajas.

Outras informações adicionais?

A Landescape compromete-se a esclarecer todas e quaisquer dúvidas que possam existir e que não estejam já respondidas na secção de Perguntas Frequentes.

Para isso, basta que nos contactes por correio electrónico, através do nosso endereço – geral@landescape.pt – e nos deixes as tuas dúvidas.

Tentamos que as respostas sejam dadas num período máximo de 24 horas, porém poderão existir alturas (como por exemplo feriados e fins-de-semana) em que o período de resposta seja mais alongado.