Egito

Com um património cultural reconhecido em todo o mundo, o Egito é um destino que dispensa apresentações e que ansiamos, alguma vez na vida, poder visitar. Desde o povo, que é tão caloroso e acolhedor, aos enormes templos cheios de história e misticismo, às areias do deserto, umas brancas, outras de tons mais escuros, ou mesmo as montanhas do Sinai, não esquecendo as águas quentes e transparentes do Mar Vermelho. Este é um país que te ficará para sempre na memória.

  • + 16 anos
  • 4-10 pessoas
  • 16 dias
  • 1.875€ / pessoa

Selecciona a viagem que procuras

  • VIAGEM EGITO – Vem descobrir todos os segredos do país dos faraós
    4 a 19 Mar 2023

Reserva aqui a tua viagem

VIAGEM EGITO – Vem descobrir todos os segredos do país dos faraós

com Ana Mano

Nova Data
4 a 19 Mar 2023
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Partindo do sul do país, visitamos as cidades museu de Luxor e Abu Simbel, onde se construíram palácios faraónicos e onde os reis descansavam para a eternidade, num vale de túmulos que a Unesco classificou como Património Mundial; para logo de seguida viajar até ao Cairo, uma cidade frenética de milhões de pessoas que fazem desta urbe uma experiência por si só. Do Cairo Islâmico ao Copta, dos museus às praças cheias de gente, do burburinho da condução caótica a cemitérios onde os vivos habitam. A nossa viagem pelo Egito segue depois para as areias do deserto, Branco e Negro, e depois de cruzadas centenas de quilómetros de areia, atravessamos o canal do Suez – uma obra também ela faraónica do século XIX – em direção ao impressionante e, por vezes, esquecido Mosteiro de Santa Catarina, no sopé da montanha onde Deus ditou os 10 mandamentos a Moisés. As paragens finais fazem-se nas águas azuis do Mar Vermelho, contrastando com o seu próprio nome, onde nos vamos apaixonar por gentes simples e humildes, com as montanhas como pano de fundo.

Esta é uma viagem marcante, atravessada por um Rio Nilo que é fonte de vida há milhares de anos, liderada pela experiente líder da Landescape, Ana Mano.

O que iremos visitar no Egito

  • Pirâmides de Gizé
  • Aldeia núbia
  • Viagem de feluca nas águas do Nilo
  • Ilha de Philae, Templo de Ísis e Ilha Kitchener
  • Templos de Abu Simbel
  • Templos de Luxor e de Karnak
  • Vale dos Reis e Templo de Hatshepsut, Luxor
  • Mercado de Khan-el-Khalili, no Cairo
  • O Cairo Cóptico e o Cairo Islâmico
  • Deserto Negro e Deserto Branco
  • Oásis de Bahariya
  • Mosteiro de Saint Catherine
  • Monte Sinai
  • Vila de Dahab
  • Wadi Gnai
  • Lagoa Azul

O que está incluído?

Alojamento
13 noites em hotel ou alojamento local
1 noite em cabana de madeira
1 noite em tenda

Refeições
Todos os pequenos-almoços
2 Almoços
3 Jantares

Todas as atividades e entradas descritas no programa

Cobertor, saco-cama, colchão e águas para a viagem no deserto

Guias locais em inglês

Transporte durante toda a viagem 
Exceto de carácter pessoal

Transfer do aeroporto de Assuão para a Aldeia Núbia

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Visto de entrada no país (cerca de 25$)
  • Atividades e visitas extras
  • Voo de Balão de ar quente em Luxor (cerca de 65€)
  • Alimentação não especificada (cerca de 20€ por dia)
  • Transfer de Dahab para o aeroporto de Sharm el-Sheikh
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Assuão

Este dia está reservado à tua chegada a Assuão. Para este dia não está planeada qualquer atividade. Dependendo da hora de chegada de cada um, será marcado um encontro para que possamos falar sobre os dias seguintes.

Bem-vindo à aldeia mais bonita e colorida de todo o Egito: a aldeia Núbia, onde alguns dos seus habitantes ainda guardam a sabedoria de uma linguagem quase tão antiga e única como a sua história.
Estadia: Alojamento local

Dia 2   Assuão

Neste segundo dia vamos apanhar uma pequena felucca onde as águas do Nilo são tão limpas que é possível beber dele. O destino será a pequena Ilha de Philae, onde se encontra o templo de Ísis, um dos templos mais bonitos e melhor conservados de todo o Egito.

Terminada a visita, partimos para a ilha do Jardim Botânico, a Ilha Kitchener. Com 6,8 hectares, o Jardim Botânico de Assuão abriga milhares de aves e plantas exóticas importadas de muitas partes do mundo, como o Extremo Oriente da Índia e África. Este sítio oferece ainda uma bela e única fuga da cidade. Um verdadeiro tesouro egípcio.

Continuaremos a nossa viagem pelo Rio Nilo que nos levará a um restaurante típico da Aldeia Núbia, e onde logo de seguida podemos explorar as ruas mais coloridas de todo o país.

Estadia: Alojamento local

Dia 3   Assuão - Abu Simbel - Luxor

Hoje, pela madrugada, partimos em direção a Abu Simbel. Depois das pirâmides de Gizé, este é o templo mais conhecido de todo o Egito e fica situado a sul de Assuão, nas margens do Lago Nasser. Aqui vamos visitar dois templos construídos pelo grande faraó Ramsés II, um deles pertencente ao próprio faraó, e o outro à sua amada, a rainha Nefertari. A dimensão arquitetónica destes dois edifícios vai deixar-te a sonhar acordado devido à sua perfeição.

Após a visita, rumamos à cidade de Assuão, onde iremos almoçar e passear pelo mercado local.

Logo de seguida o destino será Luxor. Fazemos o check-in no hotel, escolhemos o restaurante e acabamos a noite à conversa.

Estadia: Hotel

Dia 4   Luxor

A cidade de Luxor está repleta de templos, e um deles — o Templo de Luxor — fica mesmo no centro da cidade, à beira do Rio Nilo. A sua arquitetura faraónica mistura-se com as construções modernas deste século. O templo é o único do mundo a conter em si documentos de várias épocas diferentes: faraónica, greco-romana, copta e islâmica. Na verdade, existe uma mesquita — que ainda está em funcionamento — em cima deste templo, construída no tempo em que o templo ainda estava parcialmente soterrado pela lama das enchentes do Rio Nilo.

De seguida visitamos o Templo de Karnak. Sendo um complexo de templos construído durante mais de 1700 anos por várias dinastias de faraós, este é um sítio onde é fácil dares por ti a deambular de estrutura em estrutura e de corredor em corredor. Não é por acaso que este complexo — que foi outrora chamado de Tebas Antiga — faz parte do Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Mais ao final do dia, com o pôr-do-sol a enfeitar a paisagem, iremos passear pelas ruas de Luxor e aproveitar um dos cafés locais à beira do rio, para relaxar, apreciar a vida à nossa volta e pôr a conversa em dia.

Estadia: Hotel

Dia 5   Luxor - Cairo

Neste dia, o lado de lá do Rio Nilo espera-nos, para uma excitante visita ao Vale dos Reis – Património Mundial da Humanidade pela UNESCO – onde se encontram cerca de 60 túmulos que outrora foram construídos nestas montanhas de granito denso. Entre eles, o túmulo de Tutankamon. Este é um sítio que está constantemente com trabalhos arqueológicos, pois as descobertas de novos túmulos nunca param.

Seguimos depois para o fabuloso e vistoso templo da rainha Hatshepsut, que data de 1480 A.C. Nele somos convidados a percorrer três pátios de grandes dimensões até chegarmos ao santuário principal. É tempo de deixar o mundo faraónico de lado, já que vamos desfrutar de uma encantadora viagem de felucca pelo Rio Nilo.

À tarde dirigimo-nos para o Cairo, numa viagem que nos levará aproximadamente 8 horas.

NOTA: Neste dia há a possibilidade de andar de balão de ar quente a sobrevoar Luxor ao nascer do sol – atividade EXTRA.

Estadia: Hotel

Dia 6   Cairo

Durante esta manhã não há qualquer atividade programada para podermos descansar da longa viagem do dia anterior. Existe aqui a possibilidade de visitar o Museu Egípcio do Cairo – atividade EXTRA.

As forças vão ser necessárias para a visita depois do almoço: o mercado de Khan-el-Khalili. Este mercado é um dos maiores e mais antigos do Cairo. Ainda no mercado, e após as compras da praxe, vamos poder sentar-nos no café mais antigo do Cairo – El Fishawy – que é gerido pela mesma família desde 1773. É um sítio cheio de vida, cheiros e cor que embora seja visitado por pessoas de todo o mundo, vai transportar-nos para uma outra dimensão, onde o tempo não existe.

Estadia: Hotel

Dia 7   Cairo

Neste dia vamos deambular entre o Cairo Cóptico e o Cairo Islâmico que coexistem lado-a-lado, no centro da cidade. Igrejas e mesquitas, arquitetura e crenças, religiões e tradições, vão ser o tópico principal deste dia essencial para conhecer melhor o povo e o país que estamos a visitar.

Estadia: Hotel

Dias 8 e 9   Cairo - Deserto Negro e Deserto Branco

De manhã cedo arrancamos numa aventura de dois dias em jipes 4×4 para a descoberta do Deserto Negro e do Deserto Branco, inseridos no Deserto Ocidental do Egito. Pelo caminho fazemos uma paragem no Oásis de Bahariya.

Com uma paisagem (quase) extraterrestre, o Deserto Negro é essencialmente formado por montanhas e vales onde predominam formações magmáticas e milhares de pequenas rochas pretas.

Por outro lado, as formações rochosas do Deserto Branco são maioritariamente formadas de giz e de uma espécie de calcário, predominando as cores branca e creme, numa paisagem de cortar a respiração.

Esta noite vai ser passada em tendas no deserto.

No dia seguinte, após o regresso ao Cairo, vamos disfrutar da última noite em frente às pirâmides.

Estadia: Tendas no deserto/Hotel no Cairo

Dia 10   Cairo – St. Catherine

O tão esperado dia chegou! É hoje que vamos visitar as Pirâmides de Gizé. Juntos vamos explorar as famosas pirâmides de Quéops, Quéfren e Miquerinos, inseridas no platô de Gizé, assim como algumas pirâmides menores e túmulos mais recônditos.

Depois disso e com a memória cheia, um delicioso almoço espera-nos em casa de uma família egípcia.

Durante a tarde apanhamos o transporte para Saint Catherine, numa viagem que terá cerca de 9 horas. Fazemos o check-in tardio à chegada e descansamos.

Estadia: Alojamento local

Dia 11   St. Catherine

Nesta pequena e caricata vila do Sinai, terão o dia livre para explorar e descansar, pois nesta noite subimos a uma das montanhas mais altas do Sinai — cerca de 2500 metros acima do nível do mar – onde iremos ver o nascer do sol, com uma paisagem privilegiada e tão emocionante que irá ficar nas nossas memórias para sempre.

Estadia: Alojamento local/Subida ao Monte Sinai durante a noite

Dia 12   Dahab

Bem-vindos a Dahab, uma vila no Sinai entre as montanhas e o Mar Vermelho.

Este é o dia ideal para explorar a vila. Neste sítio os beduínos são de sorriso fácil, os cafés estão quase dentro do mar, a água é quente e transparente, as casas típicas da aldeia dão vontade de espreitar, as cabras andam no meio das ruas e todos os cães de rua têm nome.

Sintam-se livres para fazer atividades EXTRA como mergulho, snorkeling, andar de moto 4, etc.

No final do dia, eu convido-vos a juntarem-se a mim, para conhecer o Wadi Gnai – um pequeno Oásis situado num vale — e para beber o famoso chá beduíno.

Estadia: Hotel

Dias 13 e 14   Lagoa Azul

Hoje apanhamos um barco e rumamos à Lagoa Azul – uma pequena lagoa situada longe de tudo e de todos, onde as cabanas, as montanhas e diversos tons de azul, criam uma paisagem paradisíaca.

Este é o momento tão esperado para descansar, apreciar a beleza natural da Lagoa Azul, apanhar sol, dar uma caminhada e ver as estrelas à noite.

Estadia: Cabana de madeira na Lagoa Azul/Hotel em Dahab

Dia 15   Dahab

Já de volta a Dahab, teremos o dia livre para aproveitar a praia ou qualquer atividade extra à vossa escolha.

A maior parte de vós terá o voo durante a madrugada, o que significa que o transporte para o aeroporto de Sharm el-Sheikh será ao final deste dia.

Estadia: Hotel/Aeroporto

Dia 16   Dahab - Sharm el Sheikh - Origem

Dia de despedida e das viagens de regresso. Resta-me agradecer-te a confiança e que leves na mala uma imensidão de memórias para mais tarde recordar.

Obrigado e até breve.

Reserva aqui a tua viagem


1.890€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

Com um património cultural reconhecido em todo o mundo, o Egito é um destino que dispensa apresentações e que ansiamos, alguma vez na vida, poder visitar. Esta viagem foi pensada para que, num curto espaço de tempo, tenhas a experiência de todos os contrastes deste país. Dos Templos de Luxor, ao caos da capital egípcia, do deserto às águas do Mar Vermelho, passando por oásis, dormindo ora em cabanas, ora em aldeias núbias, esta é uma experiência que te marcará na pele todos os tons do Egito.

Na Landescape, não somos daquele tipo de líderes previsíveis, ou seja, não nos guiamos pelo que está escrito no roteiro ou pelos dias. Vão perceber que muitas vezes nos adaptamos ao desejo do grupo e até ao momento. Visitamos tudo o que está descrito, não querendo dizer, contudo, que seja nos dias que no roteiro descrevemos, por aquela ordem e, se ficar para trás alguma coisa, é porque houve algo melhor que o justificou.

É necessário visto para entrar no Egito?

Sim, para cidadãos portugueses, é necessário visto para entrar no Egito. O mesmo pode ser obtido à chegada ao aeroporto, por um montante de 25 USD (dólares americanos). Este é o método mais simples, apesar da eventual demora com os procedimentos à chegada. Em alternativa, também é possível obter o visto antes da viagem, através de uma plataforma eletrónica www.visa2egypt.gov.eg sendo que o pedido deve ser efetuado com uma antecedência mínima de 7 dias. O passaporte deve ter a validade mínima de 6 meses a contar da data de regresso ao país de origem e deve conter, pelo menos, duas páginas em branco.

Como funcionam os transfers de/para o aeroporto?

O transfer à chegada a Assuão está incluído e é realizado em carro privado que vos levará ao nosso primeiro alojamento na aldeia núbia.

O transfer para o aeroporto de Sharm el-Sheikh está ao encargo dos viajantes, com um custo de sensivelmente 20€ por trajeto, dependendo do número de viajantes que se deslocarem na mesma hora. Mais próximo da data de partida para a viagem, o nosso gabinete de Apoio ao Viajante partilhará com todos os inscritos a tabela de voos internacionais de forma a apurar possíveis partilhas de viatura entre elementos do grupo.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os quartos que iremos utilizar ao longo da viagem são twin, isto é, com duas camas individuais (ou com cama matrimonial para os casais que assim solicitem). Pode também haver a opção de ficar em quartos triplos, se assim desejares, e nesse caso solicitamos também que entres em contacto connosco por e-mail. Todos os quartos fornecem toalhas, roupa de cama e têm casa de banho privativa (sempre que possível). A nossa escolha vai para alojamentos centrais ou que estejam perto dos locais mais interessantes e práticos para os viajantes. A ideia é que sejam higiénicos e que tenham, sempre que possível, ambiente familiar. Nesta viagem, as exceções vão para o deserto, onde a estadia é feita em tendas. São fornecidos sacos-cama, colchões e cobertores aos viajantes e não existem casas de banho. Também na Lagoa Azul iremos pernoitar numas cabanas de madeira. Haverá uma cabana de madeira por cada duas pessoas e também é fornecida roupa de cama. Aqui as casas de banho são partilhadas.

Como são os transportes no país?

Tal como na maioria das experiências promovidas pela Landescape, procuramos privilegiar a utilização de transportes públicos ao longo do programa, viajando exatamente como os locais fazem. Nesta viagem, vamos usar carros privados em alguns roteiros, assim como Jipes 4×4, alguns tuktuks para deslocações mais curtas e barco, a que os egípcios chamam de felucca.

É seguro viajar no Egito?

Sim, o Egito é considerado um país seguro e o líder desta viagem saberá aconselhar-te da melhor forma em todos os locais por onde passarmos. De forma genérica, depois dos incidentes que tiveram lugar em 2017, o país tem vindo a reforçar as suas medidas de segurança em todo o território de forma a impulsionar de novo o turismo internacional, fundamental à economia.

É uma viagem cansativa?

Podemos dizer que sim, um pouco. Teremos longas viagens de autocarro pela frente, por estradas que não são exatamente como as da Europa, e nos dias de maior calor, visitar monumentos pode tornar-se bastante cansativo. Mas nada que deva comprometer a tua vontade de visitar o país.

Qual a roupa mais adequada?

O Egito é um país quente, por isso é recomendável que leves roupa de Verão. Porém, sendo maioritariamente muçulmano, aconselhamos as mulheres a vestirem-se de forma discreta. Evitar decotes, calções ou vestidos curtos na maior parte das cidades, são dicas imprescindíveis para evitar olhares indiscretos. Um lenço para cobrir o cabelo na visita aos templos deve também ser tido em consideração pelas mulheres que integram o grupo de viajantes. Poderá ser necessário um agasalho quente para a noite no deserto e para a subida ao Monte Sinai. Porém, aconselhamos a verificar a previsão das temperaturas mais perto da data da viagem.

Que comida será servida?

No Egito, a dieta principal é feita à base de leguminosas como as favas, as lentilhas e o grão de bico que comem até ao pequeno-almoço, e muitas especiarias. Quibes (que são uns salgadinhos recheados com carne), pães, saladas e carnes como a de cordeiro e frango fazem também parte do dia a dia dos egípcios. Nesta viagem terás a oportunidade de comer em restaurantes locais, de forma a provar um pouco de toda a gastronomia do país. Por isso, pratos como Falafel, Churrasco misto (cafta, carne de cordeiro e frango), Húmus ou Baba Ghanoush – mistura de tahine, beringela, sumo de limão e alho – farão certamente parte da tua ementa.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar no Egito. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria dos custos inerentes à viagem está já coberta no valor pago à Landescape aquando da inscrição, pelo que o valor adicional que cada viajante deverá levar depende muito dos seus consumos, nomeadamente se come muito, se bebe álcool ou se tem intenção de trazer muitas lembranças. E também das actividades extra que queira vir a realizar durante a viagem. Regra geral, recomendamos que tragam cerca de 300€.

Há alguma restrição cultural?

As mulheres não podem aceder ao interior das mesquitas com o cabelo descoberto. Na maioria delas, são disponibilizados uns fatos que cobrem a totalidade do corpo, da cabeça aos pés, para que as visitantes mulheres possam cobrir-se integralmente. Em todo o caso, aconselhamos a que leves um lenço, que deve andar na mochila do dia-a-dia, para tapar os ombros, por exemplo, em locais mais movimentados.

Onde é feito o encontro entre viajantes e líder do grupo?

O encontro entre a líder da viagem e o grupo é feito no hotel de chegada ao Egito, na aldeia Núbia de Assuão. Contudo, será disponibilizado um transfer que levará os viajantes do aeroporto até este alojamento. Este transfer será combinado previamente à viagem mediante os horários dos voos dos viajantes.

Outras informações relevantes.

É expressamente proibido fotografar edifícios governamentais ou que tenham vigilância permanente de polícia ou exército.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


Ana Mano

Viajar é conhecer modos de vida diferentes. Aquilo que levo comigo do que vejo, sinto e aprendo em viagem, equilibra-me e recorda-me continuamente de quão belo é o mundo. Saber mais

Outros destinos que lidera

Testemunhos

Este site utiliza cookies, ao continuares estás a permitir a sua utilização. Quero saber mais Ok