Expresso do Oriente

Durante onze dias, viajamos em comboios regulares, que traçam o percurso entre as cidades de Viena e Istambul, à descoberta de cinco países localizados no coração da velha Europa. Exploramos as suas emblemáticas capitais, à procura da vida nas praças e nos cafés literários; ouvimos a narrativa da sua História recente na visita aos monumentos, mosteiros, ruelas e recantos mais escondidos do seu quotidiano. Mergulhamos na gastronomia típica de cada país, deixando-nos absorver pelas experiências que cada local nos irá proporcionar. Esta é uma viagem cultural com muito para oferecer, num roteiro desenhado pelo líder de viagens João Oliveira.

  • + 16 anos
  • 5-10 pessoas
  • 11 dias
  • 1.150€ / pessoa

Selecciona a viagem que procuras

  • Expresso do Oriente
    20 a 30 Out 2022
  • Expresso do Oriente
    3 a 13 Nov 2022
  • Expresso do Oriente
    30 Mar a 9 Abr 2023

Reserva aqui a tua viagem

Expresso do Oriente

com João Oliveira

Viagem Esgotada
20 a 30 Out 2022
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Foi em 1883 que partiu o primeiro Expresso do Oriente, que ligava a badalada Paris a Istambul ou, ainda na altura, Constantinopla. O comboio foi depois descontinuado, mas a magia, a mística, os livros e filmes realizados, ficaram para a memória de uma das mais belas experiências a fazer. Hoje, seguindo o mesmo trajeto, comboios comuns levam-nos oriente adentro, fazendo-nos descobrir algumas das cidades mais bonitas do velho continente. Partindo de Viena e com destino a Istambul, esta é uma viagem de comboio que faz parte da bucket list dos maiores viajantes.

Do encanto imperial da capital austríaca, à vista sobre o Danúbio na capital húngara, atravessando Bucareste com os seus edifícios imponentes e uma história ainda por descobrir, chegamos a Sofia, onde o Centro da Tolerância nos faz acreditar num mundo melhor. Dali, uma escapadinha ao fresco da montanha para observar um mosteiro que a Unesco incluiu na sua lista e Plovdiv, tantas vezes esquecida, mas com uma história milenar, para finalmente chegarmos à grande Istambul, na ligação entre dois continentes, para descobrimos um dos bairros mais particulares, com apontamentos religiosos magníficos.

O que iremos visitar no Expresso do Oriente

  • 4 capitais europeias: Viena, Budapeste, Bucareste e Sofia
  • Termas de Széchenyi
  • Mosteiro de Rila
  • Centro histórico de Plovdiv
  • Centro da Tolerância
  • Ópera de Viena
  • Centro histórico de Sultanahmet
  • Passagens em Bucareste

O que está incluído?

Alojamento
8 noites em hotel ou alojamento local
2 noites em comboio noturno

Refeições
Todos os pequenos-almoços

Todas as entradas descritas no programa

Todos os tours com guias locais descritos no programa (em inglês ou espanhol)

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 30€/dia)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Viena

Este dia está reservado à tua chegada à capital austríaca, outrora capital do Império Austro-Húngaro. Dependendo da hora de chegada do teu voo, pensamos o dia, embora a certeza seja que chegarás ao final da tarde, princípio da noite e por isso, não existe muito tempo para percorrer a cidade.
Estadia: Hotel

Dia 2   Viena - Budapeste

Hoje levantamo-nos cedo para, depois do pequeno-almoço, vaguearmos um pouco pela cidade. A manhã leva-nos a percorrer alguns dos highlights da cidade, como o são a Catedral de Santo Estevão ou os edifícios do Parlamento e da Câmara, não esquecendo o pequeno jardim que já foi real e neste momento tem flores de “toda a gente”. No caminho também, a Ópera de Viena, o Palácio Imperial de Hofburg e claro, mantos de jardins imperiais que fazem desta capital uma das mais floridas e verdes da Europa. Se o tempo e a vontade coincidirem, provamos também um dos gelados mais premiados da cidade, uma torta de Viena ou o famoso café, que marcam a capital austríaca no mapa da gastronomia.

Pela tarde e já depois do almoço, caminhamos até ao nosso alojamento, onde já de bagagens às costas, nos dirigimos para a estação, onde apanhamos o primeiro comboio desta viagem, em direção a Budapeste, a capital da Hungria, onde chegamos à hora do jantar, restando somente tempo para fazer o check-in, jantar e uma voltinha até às margens do Danúbio para vermos a colina de Buda do outro lado.
Estadia: Hotel

Dia 3   Budapeste - Bucareste

É do lado de Peste que ficamos e é a partir do hotel que vamos partir à descoberta da cidade, acompanhados por um habitante local que conhece a história da cidade como nenhum outro. Budapeste é uma das cidades mais bonitas do velho continente e tem na sua colina do castelo e no Parlamento, as suas pérolas. Sabes, no entanto, a história por detrás do Parlamento? Sabes que edifícios se encontram em frente e a razão de ali estarem? É isso que também vamos descobrir neste par de horas na companhia do nosso guia local. Passamos também por sítios religiosos, políticos e ficamos a conhecer o lado negro da cidade durante a segunda guerra mundial. Acabamos frente ao Danúbio, uma vez mais, este rio que é o coração da cidade.

Depois do almoço, é hora de apanharmos um transporte e viajarmos até ao cima do bairro do Castelo, do outro lado do rio e nos perdermos pela cidadela, por entre palácios e igrejas e, claro, eternizarmos a nossa imagem com o lado de Peste por detrás, no Bastião dos Pescadores. Já cansados, um transporte leva-nos desta vez às Termas de Széchenyi (atividade extra), onde ficamos um par de horas, até que a noite caia.
Regressamos depois ao hotel para apanhar a nossa bagagem, comer algo rápido e apanhar o comboio em direção a Bucareste.
Estadia: Comboio noturno

Dia 4   Bucareste

Chegamos a Bucareste a meio da tarde, cansados depois da maior viagem desta aventura e o que nos resta do dia, servirá para fazermos o check-in no hotel onde vamos ficar nas próximas duas noites e deambular um pouco pela cidade, em busca de um restaurante onde nos sentarmos a beber qualquer coisa até que a noite se ponha.

O jantar será servido e o descanso virá a seguir. A cidade, fica para o dia seguinte.
Estadia: Hotel

Dia 5   Bucareste

Acordamos cedo, pois Bucareste é um labirinto enorme de ruas por explorar. E como uma cidade requer alguém que a conheça como a palma da mão, vamos encontrar num guia local essa pessoa, que vai passar connosco um dia quase inteiro, levando-nos não só a séculos de história, mas também às lendas mais míticas, aos edifícios mais particulares e o que está por trás deles, a passagens escondidas por entre edifícios, a livrarias que mais parecem museus e a um palácio que é um Parlamento, o segundo maior edifício administrativo do mundo, a seguir ao Pentágono. O almoço vai ser, também ele, num local histórico.

A meio da tarde e depois de dizermos adeus ao nosso guia, vamos lanchar um Papanasi, um doce romeno, numa cervejaria com ar de palacete. O resto do dia é por tua conta. Juntamo-nos para jantar, num local com personalidade, escondido, também ele, num beco sem saída.
Estadia: Hotel

Dia 6   Bucareste - Sofia

Hoje pela manhã partimos para a capital da Bulgária, a apaixonante Sofia, onde chegamos à hora do jantar, num desenrolar de paisagens à nossa frente, da planície ao alto de montanhas nevadas. Esta é uma viagem feita de comboio e onde o comboio ocupa a maior parte do nosso tempo, a velocidade ideal, uma mistura de cenários impressionante. Como o que resta do dia é muito pouco, jantamos e descansamos que o dia seguinte vai ser passado a caminhar.
Estadia: Hotel

Dia 7   Sofia - Plovdiv - Rila - Sofia

Como serão dois dias inteiros na capital búlgara, decidimos…sair da capital e viajar até aquela que é considerada a cidade continuamente habitada, mais antiga da Europa: Plovdiv. E claro que é de comboio que o vamos fazer, num percurso de 3 horas para cada lado.

Esta cidade, candidata a Património Mundial da Humanidade pela Unesco, é um oásis no panorama austero dos edifícios da capital do país. Cheio de vida, colorido, com uma história de milénios, street art e muita gente jovem que divaga pelo centro histórico.

Depois do almoço, faremos um tour com um guia local que nos explicará a milhares de anos de história, de impérios, de arquitetura e mistura religiosa. Teremos tempo ainda para descobrir a cidade calmamente por nós próprios e, a meio da tarde, regressamos a Sofia, onde diretamente da estação, apanhamos outro transporte que nos levará a um dos recantos mais bonitos da cidade, onde jantamos…sobre azul.

A conversa estende-se pela noite.
Estadia: Hotel

Dia 8   Sofia - Rila - Istambul

Bem cedo partimos para a montanha, para o postal do país, o Mosteiro de São João de Rila, implementado no século X e desde aí com uma atividade constante, mesmo durante as guerras mundiais, a ocupação nazi do país ou a governação comunista, que destruiu dezenas de templos religiosos. A Unesco inscreveu-o na sua lista em 1983 e desde aí que este mosteiro recebe milhares de visitantes por ano, tanto em peregrinação, como lazer. Encravado nas montanhas a quase 1200 metros de altura, este trajeto levar-nos-á quase duas horas a fazer para cada lado, sendo que será acompanhado de um guia que nos explicará tudo.

De regresso à cidade, almoçamos e damos início a outro tour com um guia local, que passará pelos locais mais interessantes da cidade, naquela que esteve para ser escolhida para a capital do império romano a oriente e que depois “perdeu” em competição com Istambul, antiga Constantinopla. Dos edifícios governamentais, ao único hotel internacional na altura do regime comunista, a ruínas romanas e águas termais que brotam do chão, experienciaremos a capital búlgara ao pormenor.

No fim do dia, jantamos e partimos para Istambul, no nosso último trajeto a bordo de um comboio. A noite vai ser a bordo.
Estadia: Comboio noturno

Dia 9 e 10   Istambul

Chegamos a Istambul pela manhã e vamos até ao alojamento onde deixamos a bagagem, já que os quartos ainda não estarão com certeza, preparados. Tomamos o pequeno-almoço e partimos à descoberta da cidade.

Nestes dois dias, vamos passar da zona que é considerada o maior museu a céu aberto do mundo, Sultanahmet, a locais religiosos mais escondidos e onde a maioria dos turistas não chega. Passamos pelo Grande Bazar e o Bazar Egípcio, sem nos esquecermos do complexo da maior mesquita no topo de uma das 7 colinas da cidade.

Nestes dois dias viajamos no tempo, viajamos pelo comércio, por ruas estreitas e outras cheias de turismo. Saboreamos os doces, bebemos sumos de romã e ouvimos o chamamento para a reza, enquanto no mar os barcos transportam as pessoas, numa cidade que está constantemente em alvoroço.

O fim do segundo dia traz-nos um jantar de despedida com uma vista privilegiada sobre a zona do Corno de Ouro e do centro histórico.
Estadia: Hotel

Dia 11   Istambul - Origem

Hoje é dia de despedidas.

Dependendo da hora do teu voo, um transfer levar-te-á ao aeroporto. Resta-me despedir-me e agradecer-te a confiança. Voltaremos a ver-nos em breve, estou certo.

Esta viagem encontra-se esgotada.
Caso pretendas ficar em lista de espera para a mesma, entra por favor em contacto connosco.

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

O Expresso do Oriente são, no fundo, várias linhas que ao longo dos anos, devido a guerras, problemas em fronteiras, desvios comerciais, entre outros, foram traçando o trajeto entre Paris e Constantinopla (agora Istambul) e por essa mesma razão, há vários caminhos que podemos traçar, sendo que o “nosso” caminho é aquele que olhamos como o primeiro, partindo de França até à Turquia, sendo que abreviámos a ligação e partimos de Viena, na Áustria. Deslizando sobre carris, passamos por várias capitais ou cidades grandiosas de cada país: Viena, Budapeste, Bucareste, Sofia e Istambul, onde terminamos. Uma viagem que mais do que um mapa geográfico, traça um mapa cultural, um mapa de vivências, de religiões, de personalidades construídas ao longo de milhares de anos e que esta linha tenta ligar. NOTA: Neste momento a ligação entre a Bulgária e a Turquia de comboio encontra-se encerrada, pelo que a última ligação será feita de autocarro noturno.

É necessário visto para entrar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Não será necessário visto para qualquer um destes países (caso tenhas nacionalidade portuguesa). Todos os controlos serão feitas à entrada dos países. Mesmo que os países pertençam à União Europeia, alguns não pertencem ao Espaço Schengen e por isso os teus documentos podem ser levados pelas autoridades, sendo-te entregues mais tarde.

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante, à chegada e à partida. Podemos enviar um transfer a partir do hotel, que estará à tua espera, com o teu nome ou da Landescape, no aeroporto. Para isso, terás que nos avisar com antecedência. Porém, não achamos que isso seja necessário, já que existem transportes públicos e/ou privados disponíveis em cada uma das cidades/aeroportos que podem fazer esse serviço de maneira mais barata e na hora.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os alojamentos são centrais, sendo que permitem a pé ou de transporte público, chegar-se facilmente a todos os locais. Todas as pessoas serão divididas em quartos twin (preferencialmente) ou duplos, dependendo de comunicação à Landescape, sendo que usaremos triplos só em casos muito específicos, quando os locais não tiverem a capacidade que desejamos. Todos os quartos têm casa de banho privativa, roupa de cama e toalhas. Nos comboios noturnos a viagem será feita em camarata de 4 pessoas (que preferencialmente os viajantes dividirão uns com os outros e não com pessoas que não pertençam ao grupo) ou em cadeiras individuais, dependendo das distâncias a fazer.

Como são os transportes no país?

Toda a viagem, entre Viena e Istambul, é feita de comboio. Dentro das cidades, deslocar-nos-emos a pé e em Sofia, há um dia em que vamos visitar o Mosteiro de Rila e esta deslocação será feita em minibus privado.

É seguro viajar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Viajar na Europa é seguro. Não há muito mais por onde nos possamos ou queiramos alongar. Naturalmente, como em qualquer país do mundo, é necessário ter atenção redobrada em locais como estações de comboios ou lugares mais movimentados, mas nada que o nosso dia-a-dia já não nos tenha preparado.

É uma viagem cansativa?

É uma viagem cultural e só as deslocações de comboio poderão ser mais cansativas – caso seja para alguém complicado dormir a bordo de um comboio – mas nada que nos faça sentir cansados nos dias de visita. Percorreremos todas as cidades a pé e no fim do dia um desgaste maior poderá fazer-se sentir no corpo, mas uma noite bem dormida fará com que a alma recupere rapidamente.

Qual a roupa mais adequada?

Dependendo da altura do ano, mais ou menos casaco, mas a temperatura em quase todas as cidades, será parecida com a de Portugal na altura em que se realizam as viagens, menos talvez com Bucareste e Sofia, onde possivelmente o frio durante o dia e noite se fará sentir mais, sendo que um casaco quente será suficiente. Para todas as datas do ano, um impermeável será sempre uma grande ajuda e aconselhado. De resto, nos locais religiosos, o vestir de forma modesta será aconselhado.

Que comida será servida?

A gastronomia é algo que vai mudando muito à medida que a viagem se desenrola. Se no lado mais ocidental e falamos de Viena e de Budapeste se assemelham mais à nossa alimentação, já a partir de Bucareste a cozinha começa a sentir uma influência mais oriental, com sabores mediterrânicos misturados com turco-otomanos e daí para a frente, essa será a condição, sendo que é em Istambul que teremos o expoente máximo de uma mistura de temperos, cheiros e paladares capazes de agradar o palato de todos, com uma variedade tremenda. Para estômagos vegetarianos, haverá sempre opções em todos os lados, embora possam ser de preparação mais básica. Aconselha-se sempre a levar-se alguns snacks a bordo dos comboios.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

Não há nenhuma recomendação especial, porém a Landescape aconselha-te a ires à Consulta do Viajante. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Europa. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria das atividades que estão programadas, estão já incluídas na viagem, sendo que o dinheiro a gastar será basicamente em despesas pessoais e/ou transportes que, dentro das cidades, queiras tomar. A vida é mais cara em Viena e vai variando o preço, quase sempre para menos, à medida que avançamos no trajeto, chegando a Istambul, onde podes ter preços muito variados, dependendo das opções que tomes ou as das atividades extra que queiras fazer. Normalmente 30€ por dia, em média, serão suficientes.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


João Oliveira

Abraço cada viagem como uma nova oportunidade para aprender. Saber mais

Outros destinos que lidera

Expresso do Oriente

com João Oliveira

Últimos Lugares
3 a 13 Nov 2022
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Foi em 1883 que partiu o primeiro Expresso do Oriente, que ligava a badalada Paris a Istambul ou, ainda na altura, Constantinopla. O comboio foi depois descontinuado, mas a magia, a mística, os livros e filmes realizados, ficaram para a memória de uma das mais belas experiências a fazer. Hoje, seguindo o mesmo trajeto, comboios comuns levam-nos oriente adentro, fazendo-nos descobrir algumas das cidades mais bonitas do velho continente. Partindo de Viena e com destino a Istambul, esta é uma viagem de comboio que faz parte da bucket list dos maiores viajantes.

Do encanto imperial da capital austríaca, à vista sobre o Danúbio na capital húngara, atravessando Bucareste com os seus edifícios imponentes e uma história ainda por descobrir, chegamos a Sofia, onde o Centro da Tolerância nos faz acreditar num mundo melhor. Dali, uma escapadinha ao fresco da montanha para observar um mosteiro que a Unesco incluiu na sua lista e Plovdiv, tantas vezes esquecida, mas com uma história milenar, para finalmente chegarmos à grande Istambul, na ligação entre dois continentes, para descobrimos um dos bairros mais particulares, com apontamentos religiosos magníficos.

O que iremos visitar no Expresso do Oriente

  • 4 capitais europeias: Viena, Budapeste, Bucareste e Sofia
  • Termas de Széchenyi
  • Mosteiro de Rila
  • Centro histórico de Plovdiv
  • Centro da Tolerância
  • Ópera de Viena
  • Centro histórico de Sultanahmet
  • Passagens em Bucareste

O que está incluído?

Alojamento
8 noites em hotel ou alojamento local
2 noites em comboio noturno

Refeições
Todos os pequenos-almoços

Todas as entradas descritas no programa

Todos os tours com guias locais descritos no programa (em inglês ou espanhol)

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 30€/dia)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Viena

Este dia está reservado à tua chegada à capital austríaca, outrora capital do Império Austro-Húngaro. Dependendo da hora de chegada do teu voo, pensamos o dia, embora a certeza seja que chegarás ao final da tarde, princípio da noite e por isso, não existe muito tempo para percorrer a cidade.
Estadia: Hotel

Dia 2   Viena - Budapeste

Hoje levantamo-nos cedo para, depois do pequeno-almoço, vaguearmos um pouco pela cidade. A manhã leva-nos a percorrer alguns dos highlights da cidade, como o são a Catedral de Santo Estevão ou os edifícios do Parlamento e da Câmara, não esquecendo o pequeno jardim que já foi real e neste momento tem flores de “toda a gente”. No caminho também, a Ópera de Viena, o Palácio Imperial de Hofburg e claro, mantos de jardins imperiais que fazem desta capital uma das mais floridas e verdes da Europa. Se o tempo e a vontade coincidirem, provamos também um dos gelados mais premiados da cidade, uma torta de Viena ou o famoso café, que marcam a capital austríaca no mapa da gastronomia.

Pela tarde e já depois do almoço, caminhamos até ao nosso alojamento, onde já de bagagens às costas, nos dirigimos para a estação, onde apanhamos o primeiro comboio desta viagem, em direção a Budapeste, a capital da Hungria, onde chegamos à hora do jantar, restando somente tempo para fazer o check-in, jantar e uma voltinha até às margens do Danúbio para vermos a colina de Buda do outro lado.
Estadia: Hotel

Dia 3   Budapeste - Bucareste

É do lado de Peste que ficamos e é a partir do hotel que vamos partir à descoberta da cidade, acompanhados por um habitante local que conhece a história da cidade como nenhum outro. Budapeste é uma das cidades mais bonitas do velho continente e tem na sua colina do castelo e no Parlamento, as suas pérolas. Sabes, no entanto, a história por detrás do Parlamento? Sabes que edifícios se encontram em frente e a razão de ali estarem? É isso que também vamos descobrir neste par de horas na companhia do nosso guia local. Passamos também por sítios religiosos, políticos e ficamos a conhecer o lado negro da cidade durante a segunda guerra mundial. Acabamos frente ao Danúbio, uma vez mais, este rio que é o coração da cidade.

Depois do almoço, é hora de apanharmos um transporte e viajarmos até ao cima do bairro do Castelo, do outro lado do rio e nos perdermos pela cidadela, por entre palácios e igrejas e, claro, eternizarmos a nossa imagem com o lado de Peste por detrás, no Bastião dos Pescadores. Já cansados, um transporte leva-nos desta vez às Termas de Széchenyi (atividade extra), onde ficamos um par de horas, até que a noite caia.
Regressamos depois ao hotel para apanhar a nossa bagagem, comer algo rápido e apanhar o comboio em direção a Bucareste.
Estadia: Comboio noturno

Dia 4   Bucareste

Chegamos a Bucareste a meio da tarde, cansados depois da maior viagem desta aventura e o que nos resta do dia, servirá para fazermos o check-in no hotel onde vamos ficar nas próximas duas noites e deambular um pouco pela cidade, em busca de um restaurante onde nos sentarmos a beber qualquer coisa até que a noite se ponha.

O jantar será servido e o descanso virá a seguir. A cidade, fica para o dia seguinte.
Estadia: Hotel

Dia 5   Bucareste

Acordamos cedo, pois Bucareste é um labirinto enorme de ruas por explorar. E como uma cidade requer alguém que a conheça como a palma da mão, vamos encontrar num guia local essa pessoa, que vai passar connosco um dia quase inteiro, levando-nos não só a séculos de história, mas também às lendas mais míticas, aos edifícios mais particulares e o que está por trás deles, a passagens escondidas por entre edifícios, a livrarias que mais parecem museus e a um palácio que é um Parlamento, o segundo maior edifício administrativo do mundo, a seguir ao Pentágono. O almoço vai ser, também ele, num local histórico.

A meio da tarde e depois de dizermos adeus ao nosso guia, vamos lanchar um Papanasi, um doce romeno, numa cervejaria com ar de palacete. O resto do dia é por tua conta. Juntamo-nos para jantar, num local com personalidade, escondido, também ele, num beco sem saída.
Estadia: Hotel

Dia 6   Bucareste - Sofia

Hoje pela manhã partimos para a capital da Bulgária, a apaixonante Sofia, onde chegamos à hora do jantar, num desenrolar de paisagens à nossa frente, da planície ao alto de montanhas nevadas. Esta é uma viagem feita de comboio e onde o comboio ocupa a maior parte do nosso tempo, a velocidade ideal, uma mistura de cenários impressionante. Como o que resta do dia é muito pouco, jantamos e descansamos que o dia seguinte vai ser passado a caminhar.
Estadia: Hotel

Dia 7   Sofia - Plovdiv - Rila - Sofia

Como serão dois dias inteiros na capital búlgara, decidimos…sair da capital e viajar até aquela que é considerada a cidade continuamente habitada, mais antiga da Europa: Plovdiv. E claro que é de comboio que o vamos fazer, num percurso de 3 horas para cada lado.

Esta cidade, candidata a Património Mundial da Humanidade pela Unesco, é um oásis no panorama austero dos edifícios da capital do país. Cheio de vida, colorido, com uma história de milénios, street art e muita gente jovem que divaga pelo centro histórico.

Depois do almoço, faremos um tour com um guia local que nos explicará a milhares de anos de história, de impérios, de arquitetura e mistura religiosa. Teremos tempo ainda para descobrir a cidade calmamente por nós próprios e, a meio da tarde, regressamos a Sofia, onde diretamente da estação, apanhamos outro transporte que nos levará a um dos recantos mais bonitos da cidade, onde jantamos…sobre azul.

A conversa estende-se pela noite.
Estadia: Hotel

Dia 8   Sofia - Rila - Istambul

Bem cedo partimos para a montanha, para o postal do país, o Mosteiro de São João de Rila, implementado no século X e desde aí com uma atividade constante, mesmo durante as guerras mundiais, a ocupação nazi do país ou a governação comunista, que destruiu dezenas de templos religiosos. A Unesco inscreveu-o na sua lista em 1983 e desde aí que este mosteiro recebe milhares de visitantes por ano, tanto em peregrinação, como lazer. Encravado nas montanhas a quase 1200 metros de altura, este trajeto levar-nos-á quase duas horas a fazer para cada lado, sendo que será acompanhado de um guia que nos explicará tudo.

De regresso à cidade, almoçamos e damos início a outro tour com um guia local, que passará pelos locais mais interessantes da cidade, naquela que esteve para ser escolhida para a capital do império romano a oriente e que depois “perdeu” em competição com Istambul, antiga Constantinopla. Dos edifícios governamentais, ao único hotel internacional na altura do regime comunista, a ruínas romanas e águas termais que brotam do chão, experienciaremos a capital búlgara ao pormenor.

No fim do dia, jantamos e partimos para Istambul, no nosso último trajeto a bordo de um comboio. A noite vai ser a bordo.
Estadia: Comboio noturno

Dia 9 e 10   Istambul

Chegamos a Istambul pela manhã e vamos até ao alojamento onde deixamos a bagagem, já que os quartos ainda não estarão com certeza, preparados. Tomamos o pequeno-almoço e partimos à descoberta da cidade.

Nestes dois dias, vamos passar da zona que é considerada o maior museu a céu aberto do mundo, Sultanahmet, a locais religiosos mais escondidos e onde a maioria dos turistas não chega. Passamos pelo Grande Bazar e o Bazar Egípcio, sem nos esquecermos do complexo da maior mesquita no topo de uma das 7 colinas da cidade.

Nestes dois dias viajamos no tempo, viajamos pelo comércio, por ruas estreitas e outras cheias de turismo. Saboreamos os doces, bebemos sumos de romã e ouvimos o chamamento para a reza, enquanto no mar os barcos transportam as pessoas, numa cidade que está constantemente em alvoroço.

O fim do segundo dia traz-nos um jantar de despedida com uma vista privilegiada sobre a zona do Corno de Ouro e do centro histórico.
Estadia: Hotel

Dia 11   Istambul - Origem

Hoje é dia de despedidas.

Dependendo da hora do teu voo, um transfer levar-te-á ao aeroporto. Resta-me despedir-me e agradecer-te a confiança. Voltaremos a ver-nos em breve, estou certo.

Reserva aqui a tua viagem


1.150€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

O Expresso do Oriente são, no fundo, várias linhas que ao longo dos anos, devido a guerras, problemas em fronteiras, desvios comerciais, entre outros, foram traçando o trajeto entre Paris e Constantinopla (agora Istambul) e por essa mesma razão, há vários caminhos que podemos traçar, sendo que o “nosso” caminho é aquele que olhamos como o primeiro, partindo de França até à Turquia, sendo que abreviámos a ligação e partimos de Viena, na Áustria. Deslizando sobre carris, passamos por várias capitais ou cidades grandiosas de cada país: Viena, Budapeste, Bucareste, Sofia e Istambul, onde terminamos. Uma viagem que mais do que um mapa geográfico, traça um mapa cultural, um mapa de vivências, de religiões, de personalidades construídas ao longo de milhares de anos e que esta linha tenta ligar. NOTA: Neste momento a ligação entre a Bulgária e a Turquia de comboio encontra-se encerrada, pelo que a última ligação será feita de autocarro noturno.

É necessário visto para entrar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Não será necessário visto para qualquer um destes países (caso tenhas nacionalidade portuguesa). Todos os controlos serão feitas à entrada dos países. Mesmo que os países pertençam à União Europeia, alguns não pertencem ao Espaço Schengen e por isso os teus documentos podem ser levados pelas autoridades, sendo-te entregues mais tarde.

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante, à chegada e à partida. Podemos enviar um transfer a partir do hotel, que estará à tua espera, com o teu nome ou da Landescape, no aeroporto. Para isso, terás que nos avisar com antecedência. Porém, não achamos que isso seja necessário, já que existem transportes públicos e/ou privados disponíveis em cada uma das cidades/aeroportos que podem fazer esse serviço de maneira mais barata e na hora.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os alojamentos são centrais, sendo que permitem a pé ou de transporte público, chegar-se facilmente a todos os locais. Todas as pessoas serão divididas em quartos twin (preferencialmente) ou duplos, dependendo de comunicação à Landescape, sendo que usaremos triplos só em casos muito específicos, quando os locais não tiverem a capacidade que desejamos. Todos os quartos têm casa de banho privativa, roupa de cama e toalhas. Nos comboios noturnos a viagem será feita em camarata de 4 pessoas (que preferencialmente os viajantes dividirão uns com os outros e não com pessoas que não pertençam ao grupo) ou em cadeiras individuais, dependendo das distâncias a fazer.

Como são os transportes no país?

Toda a viagem, entre Viena e Istambul, é feita de comboio. Dentro das cidades, deslocar-nos-emos a pé e em Sofia, há um dia em que vamos visitar o Mosteiro de Rila e esta deslocação será feita em minibus privado.

É seguro viajar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Viajar na Europa é seguro. Não há muito mais por onde nos possamos ou queiramos alongar. Naturalmente, como em qualquer país do mundo, é necessário ter atenção redobrada em locais como estações de comboios ou lugares mais movimentados, mas nada que o nosso dia-a-dia já não nos tenha preparado.

É uma viagem cansativa?

É uma viagem cultural e só as deslocações de comboio poderão ser mais cansativas – caso seja para alguém complicado dormir a bordo de um comboio – mas nada que nos faça sentir cansados nos dias de visita. Percorreremos todas as cidades a pé e no fim do dia um desgaste maior poderá fazer-se sentir no corpo, mas uma noite bem dormida fará com que a alma recupere rapidamente.

Qual a roupa mais adequada?

Dependendo da altura do ano, mais ou menos casaco, mas a temperatura em quase todas as cidades, será parecida com a de Portugal na altura em que se realizam as viagens, menos talvez com Bucareste e Sofia, onde possivelmente o frio durante o dia e noite se fará sentir mais, sendo que um casaco quente será suficiente. Para todas as datas do ano, um impermeável será sempre uma grande ajuda e aconselhado. De resto, nos locais religiosos, o vestir de forma modesta será aconselhado.

Que comida será servida?

A gastronomia é algo que vai mudando muito à medida que a viagem se desenrola. Se no lado mais ocidental e falamos de Viena e de Budapeste se assemelham mais à nossa alimentação, já a partir de Bucareste a cozinha começa a sentir uma influência mais oriental, com sabores mediterrânicos misturados com turco-otomanos e daí para a frente, essa será a condição, sendo que é em Istambul que teremos o expoente máximo de uma mistura de temperos, cheiros e paladares capazes de agradar o palato de todos, com uma variedade tremenda. Para estômagos vegetarianos, haverá sempre opções em todos os lados, embora possam ser de preparação mais básica. Aconselha-se sempre a levar-se alguns snacks a bordo dos comboios.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

Não há nenhuma recomendação especial, porém a Landescape aconselha-te a ires à Consulta do Viajante. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Europa. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria das atividades que estão programadas, estão já incluídas na viagem, sendo que o dinheiro a gastar será basicamente em despesas pessoais e/ou transportes que, dentro das cidades, queiras tomar. A vida é mais cara em Viena e vai variando o preço, quase sempre para menos, à medida que avançamos no trajeto, chegando a Istambul, onde podes ter preços muito variados, dependendo das opções que tomes ou as das atividades extra que queiras fazer. Normalmente 30€ por dia, em média, serão suficientes.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


João Oliveira

Abraço cada viagem como uma nova oportunidade para aprender. Saber mais

Outros destinos que lidera

Expresso do Oriente

com João Oliveira

Nova Data
30 Mar a 9 Abr 2023
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Foi em 1883 que partiu o primeiro Expresso do Oriente, que ligava a badalada Paris a Istambul ou, ainda na altura, Constantinopla. O comboio foi depois descontinuado, mas a magia, a mística, os livros e filmes realizados, ficaram para a memória de uma das mais belas experiências a fazer. Hoje, seguindo o mesmo trajeto, comboios comuns levam-nos oriente adentro, fazendo-nos descobrir algumas das cidades mais bonitas do velho continente. Partindo de Viena e com destino a Istambul, esta é uma viagem de comboio que faz parte da bucket list dos maiores viajantes.

Do encanto imperial da capital austríaca, à vista sobre o Danúbio na capital húngara, atravessando Bucareste com os seus edifícios imponentes e uma história ainda por descobrir, chegamos a Sofia, onde o Centro da Tolerância nos faz acreditar num mundo melhor. Dali, uma escapadinha ao fresco da montanha para observar um mosteiro que a Unesco incluiu na sua lista e finalmente partirmos para a grande Istambul, na ligação entre dois continentes, para descobrimos um dos bairros mais particulares, com apontamentos religiosos magníficos.

O que iremos visitar no Expresso do Oriente

  • 4 capitais europeias: Viena, Budapeste, Bucareste e Sofia
  • Termas de Széchenyi
  • Mosteiro de Rila
  • Centro da Tolerância
  • Ópera de Viena
  • Centro histórico de Sultanahmet
  • Passagens em Bucareste

O que está incluído?

Alojamento
8 noites em hotel ou alojamento local
2 noites em comboio noturno

Refeições
Todos os pequenos-almoços

Todas as entradas descritas no programa

Todos os tours com guias locais descritos no programa (em inglês ou espanhol)

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 30€/dia)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Viena

Este dia está reservado à tua chegada à capital austríaca, outrora capital do Império Austro-Húngaro. Dependendo da hora de chegada do teu voo, pensamos o dia, embora a certeza seja que chegarás ao final da tarde, princípio da noite e por isso, não existe muito tempo para percorrer a cidade.
Estadia: Hotel

Dia 2   Viena - Budapeste

Hoje levantamo-nos cedo para, depois do pequeno-almoço, vaguearmos um pouco pela cidade. A manhã leva-nos a percorrer alguns dos highlights da cidade, como o são a Catedral de Santo Estevão ou os edifícios do Parlamento e da Câmara, não esquecendo o pequeno jardim que já foi real e neste momento tem flores de “toda a gente”. No caminho também, a Ópera de Viena, o Palácio Imperial de Hofburg e claro, mantos de jardins imperiais que fazem desta capital uma das mais floridas e verdes da Europa. Se o tempo e a vontade coincidirem, provamos também um dos gelados mais premiados da cidade, uma torta de Viena ou o famoso café, que marcam a capital austríaca no mapa da gastronomia.

Pela tarde e já depois do almoço, caminhamos até ao nosso alojamento, onde já de bagagens às costas, nos dirigimos para a estação, onde apanhamos o primeiro comboio desta viagem, em direção a Budapeste, a capital da Hungria, onde chegamos à hora do jantar, restando somente tempo para fazer o check-in, jantar e uma voltinha até às margens do Danúbio para vermos a colina de Buda do outro lado.
Estadia: Hotel

Dia 3   Budapeste - Bucareste

É do lado de Peste que ficamos e é a partir do hotel que vamos partir à descoberta da cidade, acompanhados por um habitante local que conhece a história da cidade como nenhum outro. Budapeste é uma das cidades mais bonitas do velho continente e tem na sua colina do castelo e no Parlamento, as suas pérolas. Sabes, no entanto, a história por detrás do Parlamento? Sabes que edifícios se encontram em frente e a razão de ali estarem? É isso que também vamos descobrir neste par de horas na companhia do nosso guia local. Passamos também por sítios religiosos, políticos e ficamos a conhecer o lado negro da cidade durante a segunda guerra mundial. Acabamos frente ao Danúbio, uma vez mais, este rio que é o coração da cidade.

Depois do almoço, é hora de apanharmos um transporte e viajarmos até ao cima do bairro do Castelo, do outro lado do rio e nos perdermos pela cidadela, por entre palácios e igrejas e, claro, eternizarmos a nossa imagem com o lado de Peste por detrás, no Bastião dos Pescadores. Já cansados, um transporte leva-nos desta vez às Termas de Széchenyi (atividade extra), onde ficamos um par de horas, até que a noite caia.
Regressamos depois ao hotel para apanhar a nossa bagagem, comer algo rápido e apanhar o comboio em direção a Bucareste.
Estadia: Comboio noturno

Dia 4   Bucareste

Chegamos a Bucareste a meio da tarde, cansados depois da maior viagem desta aventura e o que nos resta do dia, servirá para fazermos o check-in no hotel onde vamos ficar nas próximas duas noites e deambular um pouco pela cidade, em busca de um restaurante onde nos sentarmos a beber qualquer coisa até que a noite se ponha.

O jantar será servido e o descanso virá a seguir. A cidade, fica para o dia seguinte.
Estadia: Hotel

Dia 5   Bucareste

Acordamos cedo, pois Bucareste é um labirinto enorme de ruas por explorar. E como uma cidade requer alguém que a conheça como a palma da mão, vamos encontrar num guia local essa pessoa, que vai passar connosco um dia quase inteiro, levando-nos não só a séculos de história, mas também às lendas mais míticas, aos edifícios mais particulares e o que está por trás deles, a passagens escondidas por entre edifícios, a livrarias que mais parecem museus e a um palácio que é um Parlamento, o segundo maior edifício administrativo do mundo, a seguir ao Pentágono. O almoço vai ser, também ele, num local histórico.

A meio da tarde e depois de dizermos adeus ao nosso guia, vamos lanchar um Papanasi, um doce romeno, numa cervejaria com ar de palacete. O resto do dia é por tua conta. Juntamo-nos para jantar, num local com personalidade, escondido, também ele, num beco sem saída.
Estadia: Hotel

Dia 6   Bucareste - Sofia

Hoje pela manhã partimos para a capital da Bulgária, a apaixonante Sofia, onde chegamos à hora do jantar, num desenrolar de paisagens à nossa frente, da planície ao alto de montanhas nevadas. Esta é uma viagem feita de comboio e onde o comboio ocupa a maior parte do nosso tempo, a velocidade ideal, uma mistura de cenários impressionante. Como o que resta do dia é muito pouco, jantamos e descansamos que o dia seguinte vai ser passado a caminhar.
Estadia: Hotel

Dia 7   Sofia

Encontramo-nos para almoçar e no início da tarde começamos um tour com um guia local, que passará pelos locais mais interessantes da cidade, naquela que esteve para ser escolhida para a capital do império romano a oriente e que depois “perdeu” em competição com Istambul, antiga Constantinopla. Dos edifícios governamentais, ao único hotel internacional na altura do regime comunista, a ruínas romanas e águas termais que brotam do chão, experienciaremos a capital búlgara ao pormenor.

Ao final da tarde, apanhamos um transporte que nos levará a um dos recantos mais bonitos da cidade, onde jantamos…sobre azul.
Estadia: Hotel

Dia 8   Sofia - Rila - Istambul

Bem cedo partimos para a montanha, para o postal do país, o Mosteiro de São João de Rila, implementado no século X e desde aí com uma atividade constante, mesmo durante as guerras mundiais, a ocupação nazi do país ou a governação comunista, que destruiu dezenas de templos religiosos. A UNESCO inscreveu-o na sua lista em 1983 e desde aí que este mosteiro recebe milhares de visitantes por ano, tanto em peregrinação, como laser. Encravado nas montanhas a quase 1200 metros de altura, este trajeto levar-nos-á quase duas horas a fazer para cada lado, sendo que será acompanhado de um guia que nos explicará tudo.

De regresso à cidade, aproveitamos para procurar um restaurante local e deliciar nos com a gastronomia local. Ainda antes de de regressarmos ao hotel levo-vos a um local que vão adorar.

Despachamo-nos pois o comboio não espera por nós. E no final do dia, já com o jantar comprado  partimos para Istambul, no nosso último trajeto a bordo de um comboio. Jantamos no nossa carruagem/cama e preparamo-nos para dormir.

Istambul espera por nós.
Estadia: Comboio noturno

Dia 9 e 10   Istambul

Chegamos a Istambul pela manhã e vamos até ao alojamento onde deixamos a bagagem, já que os quartos ainda não estarão com certeza, preparados. Tomamos o pequeno-almoço e partimos à descoberta da cidade.

Nestes dois dias, vamos passar da zona que é considerada o maior museu a céu aberto do mundo, Sultanahmet, a locais religiosos mais escondidos e onde a maioria dos turistas não chega. Passamos pelo Grande Bazar e o Bazar Egípcio, sem nos esquecermos do complexo da maior mesquita no topo de uma das 7 colinas da cidade.

Nestes dois dias viajamos no tempo, viajamos pelo comércio, por ruas estreitas e outras cheias de turismo. Saboreamos os doces, bebemos sumos de romã e ouvimos o chamamento para a reza, enquanto no mar os barcos transportam as pessoas, numa cidade que está constantemente em alvoroço.

O fim do segundo dia traz-nos um jantar de despedida com uma vista privilegiada sobre a zona do Corno de Ouro e do centro histórico.
Estadia: Hotel

Dia 11   Istambul - Origem

Hoje é dia de despedidas.

Dependendo da hora do teu voo, um transfer levar-te-á ao aeroporto. Resta-me despedir-me e agradecer-te a confiança. Voltaremos a ver-nos em breve, estou certo.

Reserva aqui a tua viagem


1.150€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

O Expresso do Oriente são, no fundo, várias linhas que ao longo dos anos, devido a guerras, problemas em fronteiras, desvios comerciais, entre outros, foram traçando o trajeto entre Paris e Constantinopla (agora Istambul) e por essa mesma razão, há vários caminhos que podemos traçar, sendo que o “nosso” caminho é aquele que olhamos como o primeiro, partindo de França até à Turquia, sendo que abreviámos a ligação e partimos de Viena, na Áustria. Deslizando sobre carris, passamos por várias capitais ou cidades grandiosas de cada país: Viena, Budapeste, Bucareste, Sofia e Istambul, onde terminamos. Uma viagem que mais do que um mapa geográfico, traça um mapa cultural, um mapa de vivências, de religiões, de personalidades construídas ao longo de milhares de anos e que esta linha tenta ligar. NOTA: Neste momento a ligação entre a Bulgária e a Turquia de comboio encontra-se encerrada, pelo que a última ligação será feita de autocarro noturno.

É necessário visto para entrar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Não será necessário visto para qualquer um destes países (caso tenhas nacionalidade portuguesa). Todos os controlos serão feitas à entrada dos países. Mesmo que os países pertençam à União Europeia, alguns não pertencem ao Espaço Schengen e por isso os teus documentos podem ser levados pelas autoridades, sendo-te entregues mais tarde.

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante, à chegada e à partida. Podemos enviar um transfer a partir do hotel, que estará à tua espera, com o teu nome ou da Landescape, no aeroporto. Para isso, terás que nos avisar com antecedência. Porém, não achamos que isso seja necessário, já que existem transportes públicos e/ou privados disponíveis em cada uma das cidades/aeroportos que podem fazer esse serviço de maneira mais barata e na hora.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os alojamentos são centrais, sendo que permitem a pé ou de transporte público, chegar-se facilmente a todos os locais. Todas as pessoas serão divididas em quartos twin (preferencialmente) ou duplos, dependendo de comunicação à Landescape, sendo que usaremos triplos só em casos muito específicos, quando os locais não tiverem a capacidade que desejamos. Todos os quartos têm casa de banho privativa, roupa de cama e toalhas. Nos comboios noturnos a viagem será feita em camarata de 4 pessoas (que preferencialmente os viajantes dividirão uns com os outros e não com pessoas que não pertençam ao grupo) ou em cadeiras individuais, dependendo das distâncias a fazer.

Como são os transportes no país?

Toda a viagem, entre Viena e Istambul, é feita de comboio. Dentro das cidades, deslocar-nos-emos a pé e em Sofia, há um dia em que vamos visitar o Mosteiro de Rila e esta deslocação será feita em minibus privado.

É seguro viajar nos países integrados na rota do Expresso do Oriente?

Viajar na Europa é seguro. Não há muito mais por onde nos possamos ou queiramos alongar. Naturalmente, como em qualquer país do mundo, é necessário ter atenção redobrada em locais como estações de comboios ou lugares mais movimentados, mas nada que o nosso dia-a-dia já não nos tenha preparado.

É uma viagem cansativa?

É uma viagem cultural e só as deslocações de comboio poderão ser mais cansativas – caso seja para alguém complicado dormir a bordo de um comboio – mas nada que nos faça sentir cansados nos dias de visita. Percorreremos todas as cidades a pé e no fim do dia um desgaste maior poderá fazer-se sentir no corpo, mas uma noite bem dormida fará com que a alma recupere rapidamente.

Qual a roupa mais adequada?

Dependendo da altura do ano, mais ou menos casaco, mas a temperatura em quase todas as cidades, será parecida com a de Portugal na altura em que se realizam as viagens, menos talvez com Bucareste e Sofia, onde possivelmente o frio durante o dia e noite se fará sentir mais, sendo que um casaco quente será suficiente. Para todas as datas do ano, um impermeável será sempre uma grande ajuda e aconselhado. De resto, nos locais religiosos, o vestir de forma modesta será aconselhado.

Que comida será servida?

A gastronomia é algo que vai mudando muito à medida que a viagem se desenrola. Se no lado mais ocidental e falamos de Viena e de Budapeste se assemelham mais à nossa alimentação, já a partir de Bucareste a cozinha começa a sentir uma influência mais oriental, com sabores mediterrânicos misturados com turco-otomanos e daí para a frente, essa será a condição, sendo que é em Istambul que teremos o expoente máximo de uma mistura de temperos, cheiros e paladares capazes de agradar o palato de todos, com uma variedade tremenda. Para estômagos vegetarianos, haverá sempre opções em todos os lados, embora possam ser de preparação mais básica. Aconselha-se sempre a levar-se alguns snacks a bordo dos comboios.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

Não há nenhuma recomendação especial, porém a Landescape aconselha-te a ires à Consulta do Viajante. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Europa. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria das atividades que estão programadas, estão já incluídas na viagem, sendo que o dinheiro a gastar será basicamente em despesas pessoais e/ou transportes que, dentro das cidades, queiras tomar. A vida é mais cara em Viena e vai variando o preço, quase sempre para menos, à medida que avançamos no trajeto, chegando a Istambul, onde podes ter preços muito variados, dependendo das opções que tomes ou as das atividades extra que queiras fazer. Normalmente 30€ por dia, em média, serão suficientes.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


João Oliveira

Abraço cada viagem como uma nova oportunidade para aprender. Saber mais

Outros destinos que lidera

Este site utiliza cookies, ao continuares estás a permitir a sua utilização. Quero saber mais Ok