Jordânia

Uma viagem à Jordânia é, com certeza, uma experiência surpreendente. São milhares de anos de história condensados num país que se orgulha de ter uma das 7 maravilhas do mundo: Petra. Esculpida nas rochas há mais de 2000 anos, foi um importante entreposto comercial para o negócio da seda e especiarias entre a Arábia, o Egito e a Síria. Vamos descobri-la na companhia do nosso guia, e perceber o porquê de ser vista como a jóia da coroa do turismo no país.

  • + 16 anos
  • 4-12 pessoas
  • 11 dias
  • 1.345€ / pessoa

Selecciona a viagem que procuras

  • VIAGEM JORDÂNIA – Do Mar Morto por Petra até Wadi Rum
    17 a 27 Nov 2022
  • VIAGEM JORDÂNIA – Do Mar Morto por Petra até Wadi Rum
    22 Abr a 2 Mai 2023

Reserva aqui a tua viagem

VIAGEM JORDÂNIA – Do Mar Morto por Petra até Wadi Rum

com Carina Silva

Viagem Esgotada
17 a 27 Nov 2022
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Visitar a Jordânia é muito mais do que apenas Petra. Este é um país obrigatório na rota de qualquer viajante. Das águas salgadas do Mar Morto, mundialmente famosas pelas suas propriedades curativas, e na qual irás flutuar enquanto te deslumbras com o pôr-do-sol, à visita a Jerash, cujas ruínas nos permitem descobrir uma das cidades greco-romanas mais importantes da história. Nesta aventura não podes também perder a Kings Way, uma das estradas mais míticas do mundo que serpenteia as montanhas descida abaixo, e a visita a Wadi Rum, com as suas areias vermelhas, protegidas por um manto estrelado. Deixa-te contagiar, ainda, pelo sorriso dos beduínos e pela hospitalidade da comunidade de Dana, que assenta a sua missão no conceito de turismo sustentável, integrando a rede da Reserva Mundial da Biosfera.

Como podes ver, motivos não faltam para que esta aventura na Jordânia se torne memorável. Junta-te a nós nesta experiência promovida pela líder de viagem Carina Silva, que te vai levar de norte a sul do país, na rota dos grandes comerciantes da seda e das especiarias de outros tempos.

O que iremos visitar na Jordânia

  • Visita às ruínas de Jerash
  • Ruelas e monumentos históricos da capital Amã
  • Diversos locais arqueológicos de Madaba
  • Visita ao Mar Morto onde poderás flutuar
  • Castelo de Karak
  • Uma das mais míticas estradas do mundo, a Kings Way
  • Reserva Natural de Dana
  • Castelo de Shobak
  • O Tesouro de Petra
  • A imensidão do deserto de Wadi Rum

O que está incluído?

Alojamento
7 noites em hotel
2 noites em alojamento local
1 noite em tenda

Refeições
Todos os pequenos-almoços
1 Almoço
1 Jantar

Entradas e atividades seguintes:

  • Citadela em Amã com guia em inglês
  • Teatro Romano em Amã
  • Ruínas de Jerash com guia em inglês
  • Castelo de Aljoun com guia em inglês
  • Parque arqueológico de Madaba com guia em inglês
  • Entrada no complexo no Mar Morto
  • Castelo de Karak com guia em inglês
  • Trekking em Dana com guia em inglês
  • Castelo de Shobak com guia em inglês
  • Petra | 2 dias com guia no 1º dia em espanhol
  • Tour de 1 dia pelo Deserto de Wadi Rum

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais
    Recomendamos a Geostar
  • Visto (+/- 50€)
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 20€/dia)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Amã

Este dia está reservado à tua chegada à Jordânia.

O encontro comigo, que irei liderar a viagem, faz-se no hotel e é a partir daí que a aventura começa. Vão ser duas semanas de descoberta a percorrer o país de lés-a-lés.

Para quem chega cedo, poderá já calcorrear as ruas do centro histórico em busca de iguarias. Para quem chegar mais tarde, o que resta do teu dia é o check-in e o descanso merecido.
Estadia: Hotel

Dia 2   Amã - Jerash - Aljoun - AmãRuínas de Jerash, Castelo de Aljoun

A manhã acorda-te, talvez, com a chamada para a oração de uma qualquer mesquita, nesta inestética capital do país, rodeada por 7 colinas, assim como Lisboa, e com um passado histórico que se esconde bem no centro da cidade.

Hoje, o dia não é, porém, dedicado à capital. A cidadela que vês lá em cima ficará para amanhã. O dia é dedicado ao norte. Localizada apenas a 50 quilómetros a norte de Amã, encontra-se uma cidade com mais de 2000 anos de história: Jerash. Uma cidade greco-romana visitada por Jesus aquando do seu périplo pelo norte da região, registada no Novo Testamento como a região de Decapolis (10 cidades, em grego). Jerash é hoje uma cidade moderna, embora construída a este das ruínas que são um verdadeiro marco na história da humanidade e que escaparam à destruição em massa, tão comum nesta zona do planeta. O sítio histórico é candidato a património mundial da Unesco e é aqui que vamos passar parte do nosso dia. Do arco de Adriano ao anfiteatro que alberga mais de 3000 pessoas, passando pelo templo de Artemis ou o hipódromo, estas são das ruínas mais bem conservadas que vais poder visitar.

Depois do almoço, seguiremos ainda mais para norte, para Aljoun, com uma visita merecida ao seu castelo do século XII, que tudo olha de cima.

Ao fim da tarde, o regresso à capital, por entre um trânsito caótico.
Estadia: Hotel

Dia 3   Amã – MadabaRuínas históricas de Amã

Esta manhã dedicamo-la a Amã, um lugar que é tudo menos bonito. Uma das cidades continuamente habitadas mais antigas do mundo, uma urbe feita de pequenos bairros recheados de pequenas mercearias e cafés. É no seu centro que descobrimos o antigo teatro romano e, lá de cima, na antiga cidadela, vários templos e uma vista em anfiteatro também, sobre a imensa onda rolante que é a capital do país.

O dia vai ser passado entre as pequenas ruelas e os monumentos históricos, com intervalos para iguarias locais, que misturam tradição e modernidade, e pausas para apenas nos sentarmos na varanda de um café e apreciarmos o ritmo da cidade.

Ao fim da tarde partimos para Madaba, onde pernoitamos nos próximos dois dias.
Estadia: Hotel

Dia 4   Madaba – Mar Morto - MadabaLocais históricos de Madaba, Banho no Mar Morto

Pela manhã vamos descobrir os locais arqueológicos de Madaba, nascida num sítio bíblico conhecido como Medba (de onde surgiu o seu nome atual). A cidade situa-se na Via Regia, uma estrada construída há 5000 anos, a quase 730 metros de altitude, e é mundialmente famosa pelos seus mosaicos bizantinos e omíadas, especialmente por aquele que é conhecido como o Mapa de Madaba, o mapa da Terra Santa. Este mosaico cobre parte do chão da igreja de São Jorge. No entanto, espalhados pela cidade há centenas de outros mosaicos, em igrejas ou casas residenciais.

Depois do almoço, a estrada desce até ao Mar Morto, 430 metros abaixo do nível do mar. É um local com características únicas, não só pela paisagem à tua frente, mas também porque é um dos únicos locais no mundo onde podes flutuar sem qualquer problema, tamanha é a quantidade de sal neste imenso mar interior, que impede que qualquer vida surja dentro das suas águas.

Depois desta experiência única, que com sorte nos presenteará com um memorável pôr-do-sol, regressamos a Madaba e procuramos um local para jantar.
Estadia: Hotel

Dia 5   Madaba - Karak - DanaKings Way, Wadi Mujib, Castelo de Karak

Para o nosso próximo destino saímos bem cedo, porque hoje é dia de duas centenas de quilómetros por aquela que é uma das estradas mais míticas do mundo: a Kings Way.
A primeira paragem faz-se em Wadi Mujib para uma das paisagens mais brutais da viagem, a caminho de Karak, um dos castelos construídos pelos Cruzados e o maior da Jordânia. A arquitetura militar, que se foi desenvolvendo ao longo dos vários impérios, impressiona-nos. Dos mercados às torres de vigia, das catedrais às mesquitas, o castelo não tem fim.

Almoçamos por Karak e o nosso caminho continua com destino ao sul até à pequena aldeia histórica de Dana, com apenas duas famílias. Aqui, o tempo parou e tudo aquilo que possamos dizer não tem significância perante a beleza do conjunto: aldeia e paisagem.
Estadia: Alojamento local

Dia 6   DanaTrekking em Wadi Dana

A paz e o silêncio reinam sobre este pedaço de terra e fazem dele um lugar único, onde foram identificadas 800 espécies de plantas e 450 de animais, tornando-a numa zona tão singular que num mesmo local temos uma diversidade imensa de paisagens: das florestas das terras altas às encostas rochosas, passando pelas planícies de gravilha e dunas de areia, que vão do cimo do Vale do Rift jordano até ao fundo das planícies desérticas de Wadi Araba.

O dia é por conta de cada um e há dezenas de pequenas caminhadas que podes fazer, workshops que podes visitar, partir em busca do som das flautas dos pastores com os seus rebanhos ou simplesmente guardares o teu dia para nada fazer.

Escolhas o que escolheres, não podes perder o pôr-do-sol, a paisagem de cortar a respiração. O silêncio é sinónimo de Dana.
Estadia: Alojamento local

Dia 7   Dana - Shobak - PetraCastelo de Shobak e Introdução ao Complexo de Petra

Deixamos a pequena aldeia de Dana para trás e fazemos o caminho até uma das 7 maravilhas do mundo: Petra.

Neste primeiro dia e depois de termos passado por estradas que serpenteiam a montanha, de fazer uma paragem no castelo de Shobak e de um reconfortante almoço, vamos até Wadi Musa, a cidade que serve de base ao monumento património mundial da Unesco. Depois do almoço, é hora de entrar na imensidão da capital dos Nabateus. Esta tarde vai ser só reservada, porém, à entrada e desfiladeiro em direção ao Tesouro com as importantes explicações do nosso guia, já que o dia seguinte, é todo passado dentro do complexo. 

Ao fim da tarde, se ainda tiveres pernas, podemos vaguear pela pequena aldeia que dorme 3 quilómetros ao lado, local onde vivem os beduínos que antigamente habitavam no local histórico.
Estadia: Hotel

Dia 8   PetraComplexo das ruínas de Petra

Neste segundo dia, e depois da explicação feita pelo nosso guia local no primeiro encontro com Petra, terás o dia inteiro por tua conta.

O caminho que nos leva a um dos principais monumentos, o Tesouro, é por si só já mais que justificativo de uma visita. Mas por detrás do Tesouro, uma série de outros edifícios se erguem, alguns esculpidos nas rochas arenosas da região, outros construídos por entre as montanhas, como os templos romanos. Por entre mosteiros, templos e túmulos (são mais de 800), a visão do fim do mundo, no extremo da capital nabateia.

Vai ser um dia inteiro passado nesta maravilha da humanidade e cada um pode descobri-la como bem entender: acompanhado por mim ou sozinho, caminhando ao sabor da sua vontade, parando para um chá, dois dedos de conversa com os beduínos ou para umas compras. Uma visita a Petra é a viagem de uma vida e este é o teu dia.

Ao fim da tarde, regressamos a Wadi Musa. Depois do jantar, podes ainda ver Petra à noite (opção extra) ou então ficar apenas pela cidade, bebendo um café.
Estadia: Hotel

Dia 9   Petra - Wadi RumDeserto de Wadi Rum

Saímos quase de madrugada em direcção ao deserto, para a imensidão que é Wadi Rum. É aqui que vamos passar a nossa próxima noite, conhecendo um pouco mais da cultura local e deslumbrando-nos com as areias e as montanhas rochosas, as areias avermelhadas e brancas do deserto.

Vai ser um dia completo a explorar a região, descobrindo os locais mais conhecidos de Wadi Rum, fazendo caminhadas, subindo a picos rochosos e deixando-nos, aos poucos, entranhar pelo silêncio que só este deserto nos consegue fazer ouvir.

Ao fim do dia, o jantar é feito em volta da fogueira. Posso sugerir uma pequena caminhada noturna, se ainda houver pernas para isso? O descanso merecido chega.
Estadia: Acampamento

Dia 10   Wadi Rum - AmãCidade de Aqaba, Mar Morto

Depois de uma boa noite de descanso, regressamos à capital do país. Serão longos quilómetros na estrada, que nos tomará um dia inteiro. Porém, vamos fazê-lo pelo caminho que acompanha o Mar Morto que ficará, a partir de meio da viagem, sempre à nossa esquerda. Será um retorno à capital entre o castanho das montanhas e o azul das águas salgadas.
Chegaremos ao fim da tarde, a tempo de jantar. Ficamo-nos pela cidade um pouco mais, fazendo tempo do transfer nos levar ao aeroporto. Vamos aproveitar estas últimas horas para recordar algumas das nossas aventuras.
Estadia: Hotel

Dia 11   Amã - Origem

Pouco depois da meia-noite, dependendo do horário do teu voo de regresso, um transfer levar-nos-á ao aeroporto, de onde regressamos a casa, e onde chegamos ainda durante o dia. Resta-me dar-te um abraço e despedir-me de ti, agradecendo toda a confiança depositada.

A Jordânia é absolutamente incrível e espero que no final desta experiência partilhes da mesma opinião. Foi um prazer receber-te. Até breve.

Esta viagem encontra-se esgotada.
Caso pretendas ficar em lista de espera para a mesma, entra por favor em contacto connosco.

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

A Jordânia é um dos países mais surpreendentes do Médio Oriente. São milhares de anos de história condensados num país que se orgulha de ter uma das sete maravilhas do mundo: Petra. Nesta viagem, aliamos a cultura à natureza num cocktail que temos a certeza que te vai encantar. Começamos pela caótica capital de Amã para descermos em direcção ao deserto de areias vermelhas de Wadi Rum. Pelo meio desfrutamos de um dia e meio em Petra, explorando o modo de vida dos beduínos; das águas curativas do Mar Morto depois de absorver a riqueza histórica de Madaba; e do contacto com a biodiversidade de Dana, Reserva Mundial da Biosfera. Na Landescape, não somos daquele tipo de líderes previsíveis, ou seja, não nos guiamos pelo que está escrito no roteiro ou pelos dias. Vão perceber que muitas vezes nos adaptamos ao desejo do grupo e até ao momento. Visitamos tudo o que está descrito, não querendo dizer, contudo, que seja nos dias que no roteiro descrevemos, por aquela ordem e, se ficar para trás alguma coisa, é porque houve algo melhor que o justificou. Lembramos também que o primeiro dia está reservado à chegada, pelo que só iniciaremos as actividades no dia seguinte.

É necessário visto para entrar no país?

Sim, é necessário, embora seja a Landescape a ficar responsável pela sua emissão. O visto tem um custo de sensivelmente 50€, que serão solicitados pela nossa contabilidade antes ainda de iniciares a tua viagem. O visto é enviado por e-mail nos dias antecedentes ao teu voo e só tens que apresentar esse papel, juntamente com o teu passaporte válido, à entrada do país, sem que tenhas de pagar mais nada na fronteira.

É necessária documentação adicional ao visto para viajar na Jordânia?

Sim, sobretudo agora que vivemos um período excepcional de pandemia provocado pela Covid19. Neste momento, para viajar para a Jordânia são necessários sete documentos:

  • Seguro pessoal de viagem;
  • Visto de entrada no país que dá pelo nome de Jordan Pass e que será a Landescape a enviar-te;
  • Passaporte válido, com duração de pelo menos 6 meses a contar da data de regresso e com pelo menos duas páginas livres;
  • Bilhetes de avião de ida e volta;
  • Passenger locator form com o respectivo código QR para leitura no aeroporto, que será a Landescape a enviar-te depois de submetido o certificado digital de vacinação;
  • Formulário sanitário de entrada na Jordânia cujo documento ser-te-á enviado pela Landescape para preenchimento manual;

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante. Podemos, contudo, enviar um táxi a partir do hotel, desde que o mesmo nos seja previamente solicitado por e-mail. Informamos também que antes mesmo da viagem acontecer é criado um grupo de WhatsApp com viajantes e líder, de forma a que possam articular entre vocês a divisão de táxis, se assim for mais conveniente. O custo do transfer varia de 20 a 35JOD por viatura.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os quartos são twin, isto é, com duas camas individuais (ou com cama matrimonial para os casais que assim solicitem). Pode também haver a opção de ficares em quartos triplos, se assim desejares, e nesse caso solicitamos também que entres em contacto connosco por e-mail. Todos os quartos fornecem toalhas, roupa de cama e têm casa de banho privativa. A nossa escolha vai para hotéis centrais ou que estejam perto dos locais de interesse. A ideia é que sejam higiénicos e que tenham, sempre que possível, ambiente familiar. Nesta viagem, a exceção vai para o deserto de Wadi Rum, onde a estadia é feita numa tenda de lona, assente na areia, básica, mas com camas individuais, e com casa de banho partilhada. Neste alojamento não há aquecimento e os banhos de água quente poderão não estar disponíveis. É possível que em algumas destas tendas existam mais do que apenas duas camas individuais. É necessário levar uma toalha de banho. Para quem pretender efetuar um upgrade de alojamento no Deserto de Wadi Rum, oferecemos essa possibilidade com um custo adicional de 40€ por pessoa. Com este upgrade passam a ter casa de banho privativa, com duche de água quente, e ar condicionado.

Como são os transportes no país?

A viagem à Jordânia é feita em registo de road trip, o que significa que teremos sempre uma viatura à nossa disposição. Poderá ser uma carrinha de 9 lugares a ser conduzida pela líder da viagem – Carina Silva, ou um mini bus de 16 lugares a ser conduzida por um driver local. Em Wadi Rum, o grupo muda-se para um jipe que nos levará até ao acampamento para a expedição de dois dias.

É seguro viajar na Jordânia?

A Jordânia é dos países mais seguros do mundo e um dos mais bem preparados para o turismo na região do Médio Oriente. O país serve de sede a muitas ONG’s e, também por essa razão, a segurança é extrema, mesmo em zonas de deserto. O facto de ter uma boa relação com todos os países vizinhos é, também, uma vantagem.

É uma viagem cansativa?

A viagem é feita em registo road trip e, por isso, nada nesta viagem é cansativo. Vamos parando à medida da nossa vontade, as estradas são boas e mesmo nos dias em que caminhamos mais, como é o caso de Petra, vamos ao nosso ritmo e de forma prazerosa. Esta é uma viagem muito calma, que mistura cultura e natureza.

Qual a roupa mais adequada?

É aconselhável não usar roupas que salientem as formas do corpo, sobretudo no caso das mulheres. Apesar de a Jordânia ser um país muito mais aberto e relaxado que a maioria dos países muçulmanos da região do Médio Oriente, temos que nos lembrar que é mais conservador do que aquilo que estamos habituados no Ocidente. Com excepção do período de Inverno que vai de Novembro a Fevereiro, e onde as temperaturas são baixas com ocorrência de chuvas, recomendamos a utilização de roupa leve e discreta, calçado arejado e confortável para caminhar e agasalhos para a noite. No período de Inverno privilegiar roupa quente e impermeável, com várias camadas e também gorro, cachecol e luvas para as regiões de Dana e Wadi Rum. Mais indicações sobre o que levar na mochila estão identificadas no Manual de Viajante que é enviado aquando da inscrição.

Que comida será servida?

Na Jordânia, tudo começa e termina com um chá. A gastronomia é maioritariamente de inspiração árabe, pelo que se privilegia a carne (sobretudo a de cordeiro) em detrimento do peixe, devidamente acompanhada de arroz com açafrão, picles e pão pita. Para quem for vegetariano, as opções disponíveis são imensas, pelo que a alimentação não será um problema. Alguns dos pratos imperdíveis na gastronomia Jordana são o Mansaf, o Maqluba e as Sajieh de carne ou legumes. Sempre acompanhado de húmus, mutabal, falafel e saladas. E para beber sumo de romã e laranja. O álcool não faz parte da cultura árabe, apesar de ser possível provar a cerveja local, Petra, assim como o vinho tinto produzido a norte.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Jordânia. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Há alguma restrição cultural?

É recomendado que as mulheres evitem usar roupa demasiado justa que evidencie as formas do corpo sobretudo fora de Amã. Na visita a locais religiosos, deverão tapar o corpo e a cabeça, e na visita ao Mar Vermelho, em Aqaba, solicitamos que mergulhem vestidas. Uma túnica comprida, com leggins por baixo, será o ideal.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria dos custos inerentes à viagem está já coberta no valor pago à Landescape aquando da inscrição, pelo que o valor adicional que cada viajante deverá levar depende muito dos seus consumos, nomeadamente se come muito ou se tem intenção de trazer muitas lembranças. Regra geral, 20€ por dia são suficientes para refeições e snacks.

Outras informações relevantes.

Viajar na Jordânia é muito mais do que apenas descobrir Petra. É mergulhar num país de tradições milenares, com um povo altamente hospitaleiro que te fará sentir em casa. Esquece os preconceitos que possas ter relativamente a esta região do globo e prepara-te para seres surpreendido pela beleza natural e riqueza cultural que só a Jordânia consegue proporcionar.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


Carina Silva

O que me motiva a viajar são as pessoas e as experiências que elas me proporcionam. Saber mais

Outros destinos que lidera

VIAGEM JORDÂNIA – Do Mar Morto por Petra até Wadi Rum

com Carina Silva

Nova Data
22 Abr a 2 Mai 2023
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Visitar a Jordânia é muito mais do que apenas Petra. Este é um país obrigatório na rota de qualquer viajante. Das águas salgadas do Mar Morto, mundialmente famosas pelas suas propriedades curativas e na qual irás flutuar enquanto te deslumbras com o pôr-do-sol, à visita a Jerash, cujas ruínas nos permitem descobrir uma das cidades greco-romanas mais importantes da história. Nesta aventura não podes também perder a Kings Way, uma das estradas mais míticas do mundo que serpenteia as montanhas descida abaixo, e a visita a Wadi Rum, com as suas areias vermelhas, protegidas por um manto estrelado. Deixa-te contagiar, ainda, pelo sorriso dos beduínos e pela hospitalidade da comunidade de Dana, que assenta a sua missão no conceito de turismo sustentável, integrando a rede da Reserva Mundial da Biosfera.

Como podes ver, motivos não faltam para que esta aventura na Jordânia se torne memorável. Junta-te a nós nesta experiência promovida pela líder de viagem Carina Silva, que te vai levar de norte a sul do país, na rota dos grandes comerciantes da seda e das especiarias de outros tempos.

O que iremos visitar na Jordânia

  • Visita às ruínas de Jerash
  • Ruelas e monumentos históricos da capital Amã
  • Diversos locais arqueológicos de Madaba
  • Visita ao Mar Morto onde poderás flutuar
  • Castelo de Karak
  • Uma das mais míticas estradas do mundo, a Kings Way
  • Reserva Natural de Dana
  • Castelo de Shobak
  • O Tesouro de Petra
  • A imensidão do deserto de Wadi Rum

O que está incluído?

Alojamento
7 noites em hotel
2 noites em alojamento local
1 noite em tenda

Refeições
Todos os pequenos-almoços
1 Almoço
1 Jantar

Entradas e atividades seguintes:

  • Citadela em Amã com guia em inglês
  • Teatro Romano em Amã
  • Ruínas de Jerash com guia em inglês
  • Castelo de Aljoun com guia em inglês
  • Parque arqueológico de Madaba com guia em inglês
  • Entrada no complexo no Mar Morto
  • Castelo de Karak com guia em inglês
  • Trekking em Dana com guia em inglês
  • Castelo de Shobak com guia em inglês
  • Petra | 2 dias com guia no 1º dia em espanhol
  • Tour de 1 dia pelo Deserto de Wadi Rum

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais
    Recomendamos a Geostar
  • Visto (+/- 50€)
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 20€/dia)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Amã

Este dia está reservado à tua chegada à Jordânia.

O encontro comigo, que irei liderar a viagem, faz-se no hotel e é a partir daí que a aventura começa. Vão ser duas semanas de descoberta a percorrer o país de lés-a-lés.

Para quem chega cedo, poderá já calcorrear as ruas do centro histórico em busca de iguarias. Para quem chegar mais tarde, o que resta do teu dia é o check-in e o descanso merecido.
Estadia: Hotel

Dia 2   Amã - Jerash - Aljoun - AmãRuínas de Jerash, Castelo de Aljoun

A manhã acorda-te, talvez, com a chamada para a oração de uma qualquer mesquita, nesta inestética capital do país, rodeada por 7 colinas, assim como Lisboa, e com um passado histórico que se esconde bem no centro da cidade.

Hoje, o dia não é, porém, dedicado à capital. A cidadela que vês lá em cima ficará para amanhã. O dia é dedicado ao norte. Localizada apenas a 50 quilómetros a norte de Amã, encontra-se uma cidade com mais de 2000 anos de história: Jerash. Uma cidade greco-romana visitada por Jesus aquando do seu périplo pelo norte da região, registada no Novo Testamento como a região de Decapolis (10 cidades, em grego). Jerash é hoje uma cidade moderna, embora construída a este das ruínas que são um verdadeiro marco na história da humanidade e que escaparam à destruição em massa, tão comum nesta zona do planeta. O sítio histórico é candidato a património mundial da Unesco e é aqui que vamos passar parte do nosso dia. Do arco de Adriano ao anfiteatro que alberga mais de 3000 pessoas, passando pelo templo de Artemis ou o hipódromo, estas são das ruínas mais bem conservadas que vais poder visitar.

Depois do almoço, seguiremos ainda mais para norte, para Aljoun, com uma visita merecida ao seu castelo do século XII, que tudo olha de cima! Ao fim da tarde, o regresso à capital, por entre um trânsito caótico.
Estadia: Hotel

Dia 3   Amã – MadabaRuínas históricas de Amã

Esta manhã dedicamo-la a Amã, um lugar que é tudo menos bonito. Uma das cidades continuamente habitadas mais antigas do mundo, uma urbe feita de pequenos bairros recheados de pequenas mercearias e cafés. É no seu centro que descobrimos o antigo teatro romano e, lá de cima, na antiga cidadela, vários templos e uma vista em anfiteatro também, sobre a imensa onda rolante que é a capital do país.

O dia vai ser passado entre as pequenas ruelas e os monumentos históricos, com intervalos para iguarias locais, que misturam tradição e modernidade, e pausas para apenas nos sentarmos na varanda de um café e apreciarmos o ritmo da cidade.

Ao fim da tarde partimos para Madaba, onde pernoitamos nos próximos dois dias.
Estadia: Hotel

Dia 4   Madaba – Mar Morto - MadabaLocais históricos de Madaba, Banho no Mar Morto

Pela manhã vamos descobrir os locais arqueológicos de Madaba, nascida num sítio bíblico conhecido como Medba (de onde surgiu o seu nome actual). A cidade situa-se na Via Regia, uma estrada construída há 5000 anos, a quase 730 metros de altitude, e é mundialmente famosa pelos seus mosaicos bizantinos e omíadas, especialmente por aquele que é conhecido como o Mapa de Madaba, o mapa da Terra Santa. Este mosaico cobre parte do chão da igreja de São Jorge. No entanto, espalhados pela cidade há centenas de outros mosaicos, em igrejas ou casas residenciais.

Depois do almoço, a estrada desce até ao Mar Morto, 430 metros abaixo do nível do mar. É um local com características únicas, não só pela paisagem à tua frente, mas também porque é um dos únicos locais no mundo onde podes flutuar sem qualquer problema, tamanha é a quantidade de sal neste imenso mar interior, que impede que qualquer vida surja dentro das suas águas.

Depois desta experiência única, que com sorte nos presenteará com um memorável pôr-do-sol, regressamos a Madaba e procuramos um local para jantar.
Estadia: Hotel

Dia 5   Madaba - Karak - DanaKings Way, Wadi Mujib, Castelo de Karak

Para o nosso próximo destino saímos bem cedo, porque hoje é dia de duas centenas de quilómetros por aquela que é uma das estradas mais míticas do mundo: a Kings Way.
A primeira paragem faz-se em Wadi Mujib para uma das paisagens mais brutais da viagem, a caminho de Karak, um dos castelos construídos pelos Cruzados e o maior da Jordânia. A arquitetura militar, que se foi desenvolvendo ao longo dos vários impérios, impressiona-nos. Dos mercados às torres de vigia, das catedrais às mesquitas, o castelo não tem fim.

Almoçamos por Karak e o nosso caminho continua com destino ao sul até à pequena aldeia histórica de Dana, com apenas duas famílias. Aqui, o tempo parou e tudo aquilo que possamos dizer não tem significância perante a beleza do conjunto: aldeia e paisagem.
Estadia: Alojamento local

Dia 6   DanaTrekking em Wadi Dana

A paz e o silêncio reinam sobre este pedaço de terra e fazem dele um lugar único, onde foram identificadas 800 espécies de plantas e 450 de animais, tornando-a numa zona tão singular que num mesmo local temos uma diversidade imensa de paisagens: das florestas das terras altas às encostas rochosas, passando pelas planícies de gravilha e dunas de areia, que vão do cimo do Vale do Rift jordano até ao fundo das planícies desérticas de Wadi Araba.

O dia é por conta de cada um e há dezenas de pequenas caminhadas que podes fazer, workshops que podes visitar, partir em busca do som das flautas dos pastores com os seus rebanhos ou simplesmente guardares o teu dia para nada fazer.
Escolhas o que escolheres, não podes perder o pôr-do-sol, a paisagem de cortar a respiração.

O silêncio é sinónimo de Dana.
Estadia: Alojamento local

Dia 7   Dana - Shobak - PetraCastelo de Shobak e Introdução ao Complexo de Petra

Deixamos a pequena aldeia de Dana para trás e fazemos o caminho até uma das 7 maravilhas do mundo: Petra.

Neste primeiro dia e depois de termos passado por estradas que serpenteiam a montanha, de fazer uma paragem no castelo de Shobak e de um reconfortante almoço, vamos até Wadi Musa, a cidade que serve de base ao monumento património mundial da Unesco. Depois do almoço, é hora de entrar na imensidão da capital dos Nabateus. Esta tarde vai ser só reservada, porém, à entrada e desfiladeiro em direção ao Tesouro com as importantes explicações do nosso guia, já que o dia seguinte, é todo passado dentro do complexo. 

Ao fim da tarde, se ainda tiveres pernas, podemos vaguear pela pequena aldeia que dorme 3 quilómetros ao lado, local onde vivem os beduínos que antigamente habitavam no local histórico.
Estadia: Hotel

Dia 8   PetraComplexo das ruínas de Petra

Neste segundo dia, e depois da explicação feita pelo nosso guia local no primeiro encontro com Petra, terás o dia inteiro por tua conta.

O caminho que nos leva a um dos principais monumentos, o Tesouro, é por si só já mais que justificativo de uma visita. Mas por detrás do Tesouro, uma série de outros edifícios se erguem, alguns esculpidos nas rochas arenosas da região, outros construídos por entre as montanhas, como os templos romanos. Por entre mosteiros, templos e túmulos (são mais de 800), a visão do fim do mundo, no extremo da capital nabateia.
Vai ser um dia inteiro passado nesta maravilha da humanidade e cada um pode descobri-

la como bem entender: acompanhado por mim ou sozinho, caminhando ao sabor da sua vontade, parando para um chá, dois dedos de conversa com os beduínos ou para umas compras. Uma visita a Petra é a viagem de uma vida e este é o teu dia.

Ao fim da tarde, regressamos a Wadi Musa. Depois do jantar, podes ainda ver Petra à noite (opção extra) ou então ficar apenas pela cidade, bebendo um café.
Estadia: Hotel

Dia 9   Petra - Wadi RumDeserto de Wadi Rum

Saímos quase de madrugada em direcção ao deserto, para a imensidão que é Wadi Rum. É aqui que vamos passar a nossa próxima noite, conhecendo um pouco mais da cultura local e deslumbrando-nos com as areias e as montanhas rochosas, as areias avermelhadas e brancas do deserto!
Vai ser um dia completo a explorar a região, descobrindo os locais mais conhecidos de Wadi Rum, fazendo caminhadas, subindo a picos rochosos e deixando-nos, aos poucos, entranhar pelo silêncio que só este deserto nos consegue fazer ouvir.
Ao fim do dia, o jantar é feito em volta da fogueira. Posso sugerir uma pequena caminhada nocturna, se ainda houver pernas para isso? O descanso merecido chega.
Estadia: Acampamento

Dia 10   Wadi Rum - AmãCidade de Aqaba, Mar Morto

Depois de uma boa noite de descanso, regressamos à capital do país. Serão longos quilómetros na estrada, que nos tomará um dia inteiro. Porém, vamos fazê-lo pelo caminho que acompanha o Mar Morto que ficará, a partir de meio da viagem, sempre à nossa esquerda. Será um retorno à capital entre o castanho das montanhas e o azul das águas salgadas.

Chegaremos ao fim da tarde, a tempo de jantar. Ficamo-nos pela cidade um pouco mais, fazendo tempo do transfer nos levar ao aeroporto. Vamos aproveitar estas últimas horas para recordar algumas das nossas aventuras.
Estadia: Hotel

Dia 11   Amã - Origem

Pouco depois da meia-noite, dependendo do horário do teu voo de regresso, um transfer levar-nos-á ao aeroporto, de onde regressamos a casa, e onde chegamos ainda durante o dia. Resta-me dar-te um abraço e despedir-me de ti, agradecendo toda a confiança depositada.

A Jordânia é absolutamente incrível e espero que no final desta experiência partilhes da mesma opinião. Foi um prazer receber-te. Até breve.

Reserva aqui a tua viagem


1.345€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

A Jordânia é um dos países mais surpreendentes do Médio Oriente. São milhares de anos de história condensados num país que se orgulha de ter uma das sete maravilhas do mundo: Petra. Nesta viagem, aliamos a cultura à natureza num cocktail que temos a certeza que te vai encantar. Começamos pela caótica capital de Amã para descermos em direcção ao deserto de areias vermelhas de Wadi Rum. Pelo meio desfrutamos de um dia e meio em Petra, explorando o modo de vida dos beduínos; das águas curativas do Mar Morto depois de absorver a riqueza histórica de Madaba; e do contacto com a biodiversidade de Dana, Reserva Mundial da Biosfera. Na Landescape, não somos daquele tipo de líderes previsíveis, ou seja, não nos guiamos pelo que está escrito no roteiro ou pelos dias. Vão perceber que muitas vezes nos adaptamos ao desejo do grupo e até ao momento. Visitamos tudo o que está descrito, não querendo dizer, contudo, que seja nos dias que no roteiro descrevemos, por aquela ordem e, se ficar para trás alguma coisa, é porque houve algo melhor que o justificou. Lembramos também que o primeiro dia está reservado à chegada, pelo que só iniciaremos as actividades no dia seguinte.

É necessário visto para entrar no país?

Sim, é necessário, embora seja a Landescape a ficar responsável pela sua emissão. O visto tem um custo de sensivelmente 50€, que serão solicitados pela nossa contabilidade antes ainda de iniciares a tua viagem. O visto é enviado por e-mail nos dias antecedentes ao teu voo e só tens que apresentar esse papel, juntamente com o teu passaporte válido, à entrada do país, sem que tenhas de pagar mais nada na fronteira.

É necessária documentação adicional ao visto para viajar na Jordânia?

Sim, sobretudo agora que vivemos um período excepcional de pandemia provocado pela Covid19. Neste momento, para viajar para a Jordânia são necessários sete documentos:

  • Seguro pessoal de viagem;
  • Visto de entrada no país que dá pelo nome de Jordan Pass e que será a Landescape a enviar-te;
  • Passaporte válido, com duração de pelo menos 6 meses a contar da data de regresso e com pelo menos duas páginas livres;
  • Bilhetes de avião de ida e volta;
  • Passenger locator form com o respectivo código QR para leitura no aeroporto, que será a Landescape a enviar-te depois de submetido o certificado digital de vacinação;
  • Formulário sanitário de entrada na Jordânia cujo documento ser-te-á enviado pela Landescape para preenchimento manual;

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante. Podemos, contudo, enviar um táxi a partir do hotel, desde que o mesmo nos seja previamente solicitado por e-mail. Informamos também que antes mesmo da viagem acontecer é criado um grupo de WhatsApp com viajantes e líder, de forma a que possam articular entre vocês a divisão de táxis, se assim for mais conveniente. O custo do transfer varia de 20 a 35JOD por viatura.

Como são os alojamentos durante a viagem?

Todos os quartos são twin, isto é, com duas camas individuais (ou com cama matrimonial para os casais que assim solicitem). Pode também haver a opção de ficares em quartos triplos, se assim desejares, e nesse caso solicitamos também que entres em contacto connosco por e-mail. Todos os quartos fornecem toalhas, roupa de cama e têm casa de banho privativa. A nossa escolha vai para hotéis centrais ou que estejam perto dos locais de interesse. A ideia é que sejam higiénicos e que tenham, sempre que possível, ambiente familiar. Nesta viagem, a exceção vai para o deserto de Wadi Rum, onde a estadia é feita numa tenda de lona, assente na areia, básica, mas com camas individuais, e com casa de banho partilhada. Neste alojamento não há aquecimento e os banhos de água quente poderão não estar disponíveis. É possível que em algumas destas tendas existam mais do que apenas duas camas individuais. É necessário levar uma toalha de banho. Para quem pretender efetuar um upgrade de alojamento no Deserto de Wadi Rum, oferecemos essa possibilidade com um custo adicional de 40€ por pessoa. Com este upgrade passam a ter casa de banho privativa, com duche de água quente, e ar condicionado.

Como são os transportes no país?

A viagem à Jordânia é feita em registo de road trip, o que significa que teremos sempre uma viatura à nossa disposição. Poderá ser uma carrinha de 9 lugares a ser conduzida pela líder da viagem – Carina Silva, ou um mini bus de 16 lugares a ser conduzida por um driver local. Em Wadi Rum, o grupo muda-se para um jipe que nos levará até ao acampamento para a expedição de dois dias.

É seguro viajar na Jordânia?

A Jordânia é dos países mais seguros do mundo e um dos mais bem preparados para o turismo na região do Médio Oriente. O país serve de sede a muitas ONG’s e, também por essa razão, a segurança é extrema, mesmo em zonas de deserto. O facto de ter uma boa relação com todos os países vizinhos é, também, uma vantagem.

É uma viagem cansativa?

A viagem é feita em registo road trip e, por isso, nada nesta viagem é cansativo. Vamos parando à medida da nossa vontade, as estradas são boas e mesmo nos dias em que caminhamos mais, como é o caso de Petra, vamos ao nosso ritmo e de forma prazerosa. Esta é uma viagem muito calma, que mistura cultura e natureza.

Qual a roupa mais adequada?

É aconselhável não usar roupas que salientem as formas do corpo, sobretudo no caso das mulheres. Apesar de a Jordânia ser um país muito mais aberto e relaxado que a maioria dos países muçulmanos da região do Médio Oriente, temos que nos lembrar que é mais conservador do que aquilo que estamos habituados no Ocidente. Com excepção do período de Inverno que vai de Novembro a Fevereiro, e onde as temperaturas são baixas com ocorrência de chuvas, recomendamos a utilização de roupa leve e discreta, calçado arejado e confortável para caminhar e agasalhos para a noite. No período de Inverno privilegiar roupa quente e impermeável, com várias camadas e também gorro, cachecol e luvas para as regiões de Dana e Wadi Rum. Mais indicações sobre o que levar na mochila estão identificadas no Manual de Viajante que é enviado aquando da inscrição.

Que comida será servida?

Na Jordânia, tudo começa e termina com um chá. A gastronomia é maioritariamente de inspiração árabe, pelo que se privilegia a carne (sobretudo a de cordeiro) em detrimento do peixe, devidamente acompanhada de arroz com açafrão, picles e pão pita. Para quem for vegetariano, as opções disponíveis são imensas, pelo que a alimentação não será um problema. Alguns dos pratos imperdíveis na gastronomia Jordana são o Mansaf, o Maqluba e as Sajieh de carne ou legumes. Sempre acompanhado de húmus, mutabal, falafel e saladas. E para beber sumo de romã e laranja. O álcool não faz parte da cultura árabe, apesar de ser possível provar a cerveja local, Petra, assim como o vinho tinto produzido a norte.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Jordânia. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Há alguma restrição cultural?

É recomendado que as mulheres evitem usar roupa demasiado justa que evidencie as formas do corpo sobretudo fora de Amã. Na visita a locais religiosos, deverão tapar o corpo e a cabeça, e na visita ao Mar Vermelho, em Aqaba, solicitamos que mergulhem vestidas. Uma túnica comprida, com leggins por baixo, será o ideal.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

A maioria dos custos inerentes à viagem está já coberta no valor pago à Landescape aquando da inscrição, pelo que o valor adicional que cada viajante deverá levar depende muito dos seus consumos, nomeadamente se come muito ou se tem intenção de trazer muitas lembranças. Regra geral, 20€ por dia são suficientes para refeições e snacks.

Outras informações relevantes.

Viajar na Jordânia é muito mais do que apenas descobrir Petra. É mergulhar num país de tradições milenares, com um povo altamente hospitaleiro que te fará sentir em casa. Esquece os preconceitos que possas ter relativamente a esta região do globo e prepara-te para seres surpreendido pela beleza natural e riqueza cultural que só a Jordânia consegue proporcionar.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


Carina Silva

O que me motiva a viajar são as pessoas e as experiências que elas me proporcionam. Saber mais

Outros destinos que lidera

Testemunhos

Este site utiliza cookies, ao continuares estás a permitir a sua utilização. Quero saber mais Ok