fbpx
Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

VIAGEM MOÇAMBIQUE e ZIMBABUÉ – Da selva até ao mar

Detalhes da Viagem

  • Moçambique / Zimbabué
  • Aventura / Fotografia
  • 16 dias / 15 noites
  • 2750€ / pessoa
  • 5 - 12
  • + 16 anos
Google+LinkedIn

Viagem ao Zimbabué e Moçambique

A Landescape leva-te a alguns dos lugares mais selvagens e intocados da África Austral. Esta viagem ao Zimbábue e Moçambique foi pensada para que os viajantes possam usufruir de uma aventura incomparável, com todos os pontos altos que imaginamos quando pensamos em África. Das majestosas Cataratas Vitória, passando pelos parques nacionais Matobo, Gonarezhou e Hwange, até ao maravilhoso arquipélago de Bazaruto na costa de Moçambique, iremos conhecer lugares impressionantes e repletos de vida selvagem. Avançamos ao ritmo que a estrada nos permite, por dois países distintos, todos eles com culturas e ritmos diferentes de vida. Esta viagem é feita de safaris – sendo um deles marítimo – de travessias em barcos tradicionais, snorkelling e uma mão cheia de ingredientes, que passam pela mestria culinária do líder da Landescape Pedro Quirino, com mistura de gastronomia africana e toques da nossa cozinha tradicional.

A intensidade desta viagem faz com que se torne memorável. A proximidade com os animais selvagens: rinocerontes, elefantes, leões, hipopótamos, hienas faz-nos arrepiar a pele. O pôr-do-sol que se perde na imensa savana. A cor. Os sons. O sabor a África, que mesmo que nunca lá tenhamos estado, imaginamos ao que sabe. São 15 dias entre acampamentos com rugidos a toda a volta, guesthouses em sítios idílicos, pó…muito pó entranhado na pele, estrelas que parecem nunca acabar num céu que é, de certeza, maior do que em qualquer outro sítio na terra, e um rol infinito de quilómetros, que só este continente nos consegue proporcionar o prazer de fazer. Uma viagem que é uma experiência de vida!

O que iremos visitar no Zimbabué e em Moçambique

  • Cataratas Vitória 
  • Parque Nacional Hwange
  • Parque Nacional Matobo
  • Tracking de Rinocerontes em Matobo
  • Pinturas rupestres do Parque Nacional Matobo
  • Ruínas do Grande Zimbabué
  • Parque Nacional Gonarezhou
  • Rio Limpopo
  • Arquipélago de Bazaruto
  • Tofo
  • Maputo

Itinerário

1
Dia 1 | Origem - Cataratas Vitória
Hoje o dia é reservado à tua viagem para Victoria Falls, a capital turística do Zimbabué, onde chegarás, de certeza, na manhã do dia seguinte.
2
Dia 2 | Cataratas Vitória
Hoje chegarás a Victoria Falls, onde eu, o líder da Landescape, e o restante grupo aguardam por ti no hotel. Após check-in e um almoço tranquilo, iremo-nos reunir para fazermos um briefing de todo o passeio. Hoje não existe qualquer tipo de atividade prevista e, portanto, poderás descansar um pouco da longa viagem, contemplando os crocodilos e os hipopótamos que se amontoam nas margens do Rio Zambezi.
Hotel
3
Dia 3 | Cataratas Vitória
Hoje vamos visitar as Cascatas e, caso desejes, experimentar algumas das atividades disponíveis (opções extra). Desde as desportivas, como o bungee jumping ou o rafting; às mais relaxantes como um cruzeiro ao pôr-do-sol ou uma viagem de helicóptero para ver as Cataratas Vitória.
Hotel
4
Dia 4 | Cataratas Vitória - Hwange
O dia de hoje começa cedo e rumamos em direção ao Parque Nacional Hwange.

Pelo caminho... África. A savana, animais selvagens, pequenas povoações, um céu infinito. O Parque Nacional Hwange, sendo o maior do Zimbabwe, tem uma quantidade incrível de vida selvagem, com mais de 400 espécies de pássaros e 107 espécies de mamíferos – incluindo leões, girafas, leopardos, chitas, hienas e cães selvagens. Mas o que realmente define o Parque Nacional Hwange é a sua população de elefantes.

Chegaremos depois de almoço, bem a tempo de fazermos um safari até ao pôr-do-sol neste lugar encantador.
Acampamento
5
Dia 5 | Hwange - Matobo
Saímos de manhã cedo para poder aproveitar as melhores horas do dia para ver os animais que povoam este território.

De um dos tesouros do Zimbabwe, que já ficou com toda a certeza marcado na memória de cada um de nós, para o próximo – hoje é dia de conduzirmos para sul, para explorarmos as fascinantes colinas de granito do Parque Nacional Matobo, onde chegaremos a meio da tarde.

Pela noite, acendemos a fogueira e desfrutamos de um clássico “braai” africano (churrasco no carvão).
Acampamento
6
Dia 6 | Matobo
Com um dos cenários mais bonitos de África, o Parque Nacional Matobo é um dos tesouros menos conhecidos do Zimbabwe. Este local, inscrito na lista de Património Mundial da Unesco, tem uma paisagem deslumbrante de gigantes rochas de granito, equilibradas umas por cima das outras, como se a qualquer momento um simples toque, as fizesse cair. É assim fácil de perceber, quando o observamos, a razão pela qual o Matobo é considerado o lar espiritual do Zimbabué onde proliferam pinturas rupestres.

Vamos passar o dia a explorar esta zona única e durante a tarde teremos uma aventura épica: Rhino trekking!
Acampamento
7
Dia 7 | Matobo - Ruínas do Grande Zimbabué
Pela manhã seguimos em direção a leste até ao incomparavelmente selvagem Parque Nacional de Gonarezhou. Pelo caminho, fazemos uma paragem de uma noite nas Ruínas do Grande Zimbábue.

As Ruínas do Grande Zimbábue são um dos pontos turísticos mais valiosos do país e naturalmente que pertencem ao património da Unesco, sendo um dos locais arqueológicos mais importantes do mundo. Tanto o são, que o país recebeu esse nome - Zimbabué ou Casa de Pedra. Essas ruínas, maravilhosamente preservadas, pertencentes ao povo Bantu, e mostram o nível de desenvolvimento civilizacional dos povos desta região, muito maior do que se supunha na altura colonial. É por aqui que vamos passar parte do nosso dia, explorando este magnífico complexo.
Acampamento
8
Dia 8 | Ruínas do Grande Zimbabué - Gonarezhou
Neste oitavo dia de aventura, de 270 quilómetros pela frente, chegamos ao nosso destino por volta do meio da tarde com tempo para montar a tenda junto ao rio Runde e apreciar a vista em redor repleta de pássaros, hipopótamos e elefantes. Vamos passar as próximas duas noites no Parque Nacional de Gonarezhou, que é parte integrante da Área de Conservação Transfronteiriça do Grande Limpopo entre a África do Sul, Zimbábue e Moçambique. Sem dúvida um dos pontos altos da viagem
Acampamento
9
Dia 9 | Gonarezhou
Gonarezhou é a estrela em ascensão do Zimbabué e uma das últimas grandes áreas pristinas de África, selvagem e intocada, surpreendente pela sua vastidão de paisagem em constante mutação e uma população crescente de espécies únicas de vida selvagem, bem como uma das maiores concentrações de elefantes em África.

Serão duas noites e dois dias nesta imensidão, explorando o parque em todo o seu explendor. Mesmo quando não estamos em safari, podemos apreciar a vida selvagem no conforto do nosso acampamento, sem cercas à nossa volta, enquanto os elefantes descem até ao rio para nadar e beber. Iremos adormecer com o som do mato: hipopótamos berrando noite adentro, hienas rindo e leões rugindo. Uma experiência verdadeiramente fascinante neste lugar único.
Acampamento
10
Dia 10 | Gonarezhou - Limpopo
Em modo safari, cruzamos para o lado de Moçambique, onde ficamos numa concessão privada responsável pelo repovoamento de vida selvagem em Moçambique. Chegamos ao nosso acampamento à tarde, com tempo para contemplar o pôr-do-sol nas margens do Rio Limpopo.
Lodge
11
Dia 11 | Limpopo - Vilanculos
Hoje fazemos a transição do mato para a praia e seguimos para a incrível costa de Moçambique. Temos uma longa viagem pela frente por estradas de terra batida que tomará o seu tempo, mas asseguro-vos que valerá bem a pena.

Chegaremos à bela praia de Vilanculos ao fim do dia com tempo para desfrutar de uma bebida gelada ao pôr-do-sol, contemplando as magníficas águas turquesa entre o continente e o Arquipélago de Bazaruto.
Lodge
12
Dia 12 | Vilanculos
Temos dois dias inteiros para desfrutar da colorida vila de Vilanculos e das suas praias de areia branca com águas quentes.

Vilanculos é a porta de entrada para o incrível e intocado Arquipélago de Bazaruto, separado do continente por um estreito canal de mar turquesa. Aqui, temos a oportunidade de mergulhar nos recifes tropicais em busca de tartarugas, peixes-palhaço, anémonas, corais coloridos e muito mais. Esta é também uma das poucas áreas do mundo onde se podem observar dugongos, mundialmente ameaçados e em fase de extinção.

Hoje fazemos um passeio de Dhow (barco tradicional) até à ilha de Magaruque com almoço na ilha.
À noite temos uma jantar tradicional à boa maneira moçambicana.
Lodge
13
Dia 13 | Vilanculos
Hoje tens um dia livre para explorar a área por conta própria, seja para relaxar na praia, explorar os mercados ou embarcar em atividades opcionais como mergulho ou kitesurf.
Lodge
14
Dia 14 | Vilanculos - Tofo
Partimos para a colorida e popular vila do Tofo. Depois de um início de dia bem relaxado, iniciamos a nossa curta viagem em direção ao sul, ao longo da costa, até chegarmos a esta pitoresca aldeia a meio da tarde, ainda com bastante tempo para relaxar ou dar um mergulho.
Lodge
15
Dia 15 | Tofo - Maputo
Depois de quatro dias deambulando por praias imaculadas de Moçambique, seguimos para a capital do país, Maputo.

Chegaremos ao hotel a meio da tarde a tempo de fazer um passeio pela cidade, acabando o dia num restaurante local para jantar.
Hotel
16
Dia 16 | Maputo - Origem
A aventura chega ao fim, deixando-nos com memórias e experiências para toda a vida.

Resta-me agradecer-te pela companhia e desejar-te uma boa viagem de regresso a casa, esperando que África tenha ficado entranhada em ti para mais tarde regressares. Eu continuarei pelo continente para te acompanhar noutras aventuras, quem sabe pela Namíbia, Botsuana, Zâmbia, Uganda...há tanto para descobrir!

Cá te espero. Faz uma boa viagem de regresso a casa.

Muito obrigado!

O que está incluído?

  • Alojamento | 14 noites (dia 2 a 16) em hotel, guesthouse, acampamento (com opção de upgrades)
  • Transporte durante toda a viagem (camião em regime overland de 12 lugares)
  • Transfers de/para aeroporto no estrangeiro
  • 14 pequenos-almoços
  • 11 almoços + 8 jantares
  • Água potável, café, chá, bolachas à descrição
  • Todas as taxas de entrada nos Parque Nacionais e Reservas:
  • - Cataratas Vitória
  • - Parque Nacional de Hwange
  • - Parque Nacional de Matobo
  • - Parque Nacional de Gonarezhou
  • Todas as actividades descritas em baixo:
  • - Visita às Cataratas Vitória
  • - Rhino tracking em Matobo
  • - Visita às pinturas rupestres de Matobo
  • - Visita às Ruínas do Grande Zimbabué
  • - Visita a Chilojo Hills em Gonarezhou
  • - Múltiplos safaris nos Parques Nacionais
  • - Passeio de Barco em Bazaruto
  • - Jantar tradicional em Vilanculos
  • - Visita a Maputo
  • Seguro Pessoal Básico de Viagem
  • Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais | Recomendamos a Geostar
  • Vistos para Moçambique ($60 à chegada) e Zimbabué ($30 à chegada)
  • Atividades não incluídas no programa ou descritas como Extra | Opcional
  • Alimentação não especificada
  • Transportes de cariz pessoal
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?
Esta viagem oferece a possibilidade de conjugar a autêntica África selvagem do Zimbabué com as calmas águas do Oceano Índico, em Moçambique. São, sem dúvida, dois países bem contrastantes onde iremos percorrer alguns dos lugares mais prístinos de África como os parques nacionais de Hwange, Matobo ou Gonarezhou, onde ficaremos a acampar em lugares maravilhosos, uma experiência verdadeiramente inesquecível. Sem esquecer que começamos a nossa viagem num dos lugares mais impressionantes e icónicos de África: as majestosas cataratas Vitória! Após uma semana de aventura em género expedição por África selvagem com inúmeros safaris, é tempo de rumar à costa e relaxar nas tranquilas praias do arquipélago de Bazaruto. Aqui teremos também a oportunidade de embarcar nalgumas aventuras e experiências memoráveis. Tudo isto numa só viagem, desenhada especificamente para a Landescape com um roteiro único não só para te dar a conhecer estes lugares mágicos mas também para conseguires experienciá-los da forma mais autêntica possível. É desta forma que gostaria de partilhar os pequenos segredos que guardei comigo ao longo destes anos todos que tenho vivido em África.
É necessário visto para entrar nestes países?
Sim, 30 USD à chegada ao aeroporto no Zimbabué. O visto para entrar em Moçambique também será obtido à entrada na fronteira e tem um custo de 50 USD.
Como funcionam os transfers de/para o aeroporto?
Os transfers são organizados por mim, enquanto líder da viagem, e são gratuitos. Estarei à tua espera no aeroporto de Victoria Falls, de acordo com os horários de chegada do teu voo.
Como são os transportes nestes países?
Todo o transporte será feito em regime de overland, num camião 4x4 completamente equipado, e a ser conduzido pelo líder da viagem, do princípio ao fim da viagem.
Como são os alojamentos durante a viagem?
Os alojamentos são maioritariamente em camping com tenda e camas separadas, com casa de banho partilhadas, como num normal parque de campismo. Algumas noites serão em quartos de hotel ou lodges. Todos os viajantes vão partilhar uma tenda ou quarto twin com outro viajante devem fazer-se acompanhar de saco-cama próprio. Em algumas noites, pode haver a opção de ficar em quartos com WC privado, se assim desejares, mediante o pagamento de uma taxa adicional a indicar pelo nosso Gabinete de Apoio ao Viajante. Se o pretenderes, solicitamos que entres em contacto connosco por e-mail o mais atempadamente possível para aferirmos da disponibilidade. A estadia pode ser antecipada ou prolongada, sendo que para isso, pedimos também que nos contactes e o solicites com antecedência.
É seguro viajar nestes países?
Sim, todos os lugares incluídos no itinerário são bastante seguros, sendo apenas de referir os riscos habituais de viajar em países em desenvolvimento. No início da viagem será feito um briefing com o líder de viagem para falarem de todos os aspetos que devem ter especial atenção.
É uma viagem muito cansativa?
Não é necessária uma grande forma física ou jovialidade para participar em todas as experiências desta viagem, uma vez que todas elas são bastante acessíveis. Porém, é uma viagem com alguma intensidade, alguns quilómetros na estrada, noites em tenda e despertares matutinos, o que pode gerar algum cansaço. Por experiência, após o 3º dia toda a gente entra no ritmo.
Qual a roupa mais adequada?
Toda esta informação está disponível para consulta no Manual do Viajante, que é enviado aos viajantes aquando da inscrição.
Que comida será servida?
A maioria das refeições estão incluídas ao longo da viagem, conforme indicado no website. As refeições em tour são muito diversificadas e procuramos, sempre que possível, adaptar ao gosto e necessidades dietéticas específicas do grupo, aliás um dos elogios mais comuns que recebemos é a comida preparada pelo nosso líder em viagem. Costumamos preparar refeições rápidas e simples para o almoço quando estamos em trânsito e refeições mais elaboradas para o jantar, desde guisados a massas ou churrascos. A cozinha é de inspiração europeia com um toque africano. A maioria das refeições está incluída ao longo da viagem, conforme indicado acima no Que está incluído. As refeições em tour são muito diversificadas e procuramos, sempre que possível, adaptar ao gosto e necessidades dietéticas específicas do grupo, aliás um dos elogios mais comuns que recebemos é a comida preparada pelo nosso líder em viagem. Costumamos preparar refeições rápidas e simples para o almoço quando estamos em trânsito e refeições mais elaboradas para o jantar, como guisados, massas e churrascos. A cozinha é de inspiração europeia com um toque africano. Nos dias em que as refeições não estão incluídas, sugerimos restaurantes locais com pratos típicos, que podem variar de 5 a 10 dólares. O planeamento das refeições será feito e comunicado dia-a-dia, consoante os ingredientes disponíveis encontrados ao longo do caminho e poderá sofrer alterações, que serão comunicadas com a maior brevidade possível. A água potável será fornecida durante toda a viagem, pelo que recomendamos trazer uma garrafa reutilizável, assim evitamos acumular garrafas de plástico ao longo do caminho e ajudamos a reduzir nossa pegada ecológica em África. Refrigerantes, sumos, bebidas alcoólicas e aperitivos não estão incluídos, cada um poderá comprar por sua conta ao longo do caminho.
Quanto ao dinheiro para a viagem?
Cerca de 300 USD / 250 EUR. O ideal é trazer dólares americanos, caso tenha (a taxa de câmbio do Euro é geralmente mais penalizada). Recomendamos que tragas cerca de 300USD que correspondem a sensivelmente 250€. O ideal é trazeres dólares americanos, caso tenhas (a taxa de câmbio do Euro é geralmente mais penalizada). Existem ATMs em quase todas as cidades ao longo do caminho e esta é, sem dúvida, a maneira mais fácil de obter moeda local e também a maneira mais segura sem ter que carregar muito dinheiro. No entanto, lembra-te que sempre que fizeres um levantamento, terás que pagar uma comissão ao banco. Normalmente as comissões de levantamento são bastante superiores às de pagamentos com cartão. Os principais cartões de crédito podem ser usados nos lodges, supermercados ou restaurantes. Algumas lojas mais pequenas poderão não aceitar cartões.
Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?
A única profilaxia recomendada é contra a malária, porém deves estar vacinado contra a febre amarela e levar contigo o certificado de vacinação internacional que é essencial para entrar no Uganda. O camião tem kit de primeiros mas recomendamos que tragas também o teu próprio, com a medicação básica necessária. Se estiveres a tomar alguma medicação regular, aconselhamos que leves o necessário para toda a estadia, pode não ser fácil encontrar esses medicamentos nas farmácias locais. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Jordânia. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online que tem um custo de 30€ por pessoa, 50€ para 2 pessoas, 70€ para 3 pessoas e 80€ para 4 pessoas.
Outras informações relevantes.
Esta é uma viagem participativa, ou seja, todos os viajantes participam nas tarefas de organização do acampamento tais como refeições, acender fogueira, montar acampamento, lavar loiça, etc. Por isso vem com espírito de equipa e boa disposição! Caso desejes, podes estender a tua estadia em Maputo e voar no dia seguinte (segunda-feira) num voo direto da TAP para Lisboa.

Marcação

InícioFimEstadoPreço
Data Sábado 24 Set, 2022 Domingo 9 Out, 2022 Vagas 6 Preço 2750€ Agendar

O Líder

Pedro Quirino

Especializei-me em safaris de natureza e vida selvagem e decidi pegar na minha paixão pelo continente africano e partilhá-lo com outras pessoas.
Mais informação sobre o líder