Mapa Meu - Travel Experiences Lda
+351 917 434 117

VIAGEM SUDÃO – Dos oásis do Nilo às pirâmides de Meroe

Detalhes da Viagem

  • Sudão
  • Aventura / Cultural
  • 8 Nov, 2021 - 21 Nov, 2021
  • 14 dias / 13 noites
  • 1560€ / pessoa
  • 5-12
  • 16

Vídeos

Google+LinkedIn

Viagem ao Sudão

Há poucos turistas a aventurarem-se numa viagem ao Sudão, mas os que já o fizeram saíram de lá a elogiar os antigos templos, monumentos e túmulos, bem como a curiosidade de ter mais pirâmides que o próprio Egito. A verdade é que apesar do Sudão ser um dos países mais improváveis para se viajar é, garantimos, um dos mais seguros e hospitaleiros do mundo, rico em história mas que por razões menos positivas tem andado arredado das rotas turísticas. 

Nesta viagem organizada pela Landescape, começamos por descobrir Cartum, a caótica capital sudanesa que surgiu e se desenvolveu como porto fluvial na confluência do Nilo Azul com o Nilo Branco e que nos convida a um passeio pelas suas margens. Foi precisamente nas margens deste gigante rio que nasceu a civilização Núbia, responsável por grande parte do legado do país que a Unesco incluiu na sua lista de Património Mundial. Segue-se a visita a Kerma e as suas famosas estátuas dos faraós negros, descobertas há relativamente pouco tempo. Mas os pontos altos da viagem ao Sudão estão na visita a Carima, de onde poderás contemplar o pôr-do-sol, e na visita às míticas pirâmides de Meroe, espalhadas pelas areias do deserto.

Embarca nesta aventura com o líder de viagem Ricardo Torrão por um dos países menos turísticos do mundo que te vai encher de sorrisos inesperados!

O que iremos visitar no Sudão

  • Souk Al Arabi, em Cartum
  • Museu Nacional do Sudão, em Cartum
  • Cidade de Omdurmam, conhecida pelos rituais sufis
  • Visita a Velha Dongola
  • Templo de Soleb
  • Templo dedicado à rainha de Teje, em Sadeinga
  • Soleb, na antiga rota entre o Cairo e Cartum
  • Estátuas dos faraós negros, em Kerma
  • Jebel Barkal, os túmulos de El-Kurru e as ruínas da antiga capital do reino Napata de Kush
  • As míticas pirâmides de Meroe
  • Mesquita Khatmiyah, em Kassala

Itinerário

1
Dia 1 | Origem - Cartum
Este é o dia programado para a tua chegada à capital do Sudão. Não há qualquer actividade programada para este dia. Dependendo da hora a que chegues, resta-te o descanso merecido.

Combinaremos uma hora para nos encontrarmos.
Hotel
2
Dia 2 | Cartum
De manhã e ao ritmo que a cidade nos permitir, deambularemos pelo Souk Al Arabi. Ainda antes do almoço percorremos as margens do Nilo e visitaremos o Museu Nacional do Sudão, onde poderemos ver in loco algumas peças retiradas dos locais que visitámos nos dias anteriores. Procuramos depois um lugar para almoçar junto do rio. Pelo caminho avistaremos os vários edifícios e palácios governamentais assim como a confluência do Nilo branco e do Nilo azul.

À tarde, todos os caminhos vão dar a Omdurmam, cidade dos arredores da capital conhecida pelo seu gigantesco mercado e pelos rituais Sufi que aqui têm lugar!
Hotel
3
Dia 3 | Cartum - Velha Dongola
Seguimos para Norte a caminho da antiga capital do Reino Cristão de Makouria, e mais tarde uma das maiores cidades islâmicas do pais. Aqui vamos passar o que resta do dia à descoberta de Igrejas, túmulos ou antigas mesquitas, muitas enterradas ainda na areia.
Acampamento em tendas
4
Dia 4 | Velha Dongola - Soleb
Fazemo-nos à estrada com o Nilo em nossa companhia, subindo para norte naquela que já foi o maior país africano. No nosso trajecto, encontramos o Templo de Soleb, outrora um dos maiores templos da antiga Núbia, construído com pilares remanescentes do Templo de Luxor, no Egipto.
Alojamento local
5
Dia 5 | Sadienga - Ilha de Sai - Soleb
Fica a mais ou menos 50 quilómetros de distância a nossa próxima paragem, na pequena Sadeinga, onde visitaremos um pequenoTemplo dedicado à Rainha Teje, mãe de Akhenaton.

Cruzamos depois as águas do Nilo e descobrimos a Ilha de Sai e várias ruínas da antiga Núbia, mas também egípcias e cristãs! Por ali nos ficamos um pouco e após o almoço, regressamos a Soleb pelo "deserto dos 40"- uma antiga rota desde o Cairo até Cartum - que demorava, de camelo, 40 dias a percorrer.

É em Soleb que ficamos hoje à noite.
Alojamento local
6
Dia 6 | Soleb - Abri - Kerma - Tombus
Chegamos ao ponto mais a norte da nossa viagem, quase alcançando a fronteira com o Egipto! Aqui vamos sentir o pulso às simpáticas gentes das antigas aldeias núbias, pessoas humildes e que nos fazem corar tamanha é a hospitalidade.

Pela tarde viajamos um pouco para sul e visitamos Kerma e as suas famosas estátuas dos "faraós negros" descobertas há relativamente pouco tempo
Alojamento local
7
Dia 7 | Tombos - Karima
Neste dia começamos a descer para sudeste e, sem parar, rumamos a Carima. A distância não parece enorme aos nossos olhos quando observamos o mapa - caímos sempre nessa tentação - mas teremos uma grande região árida para percorrer.

Consoante a hora de chegada ao nosso alojamento poderemos abordar a montanha sagrada Jebel Barkal e lá de cima contemplar o pôr-do-sol sobre as pirâmides de Karima, lá ao longe!
Alojamento local
8
Dia 8 | Karima
O Sudão é dos países do mundo que vê menos turistas, e por isso é quase certo que iremos aqui tomar contacto com os primeiros ocidentais após a entrada no país. Há muito para ver nesta região: Jebel Barkal, os importantes túmulos de El-Kurru e as ruínas da antiga capital do reino Napata de Kush, tudo fazendo parte da lista de património mundial da Unesco.

À noite procuraremos uma das esplanadas na cidade, centradas nas sábias senhoras locais que nos preparam chá de ervas desconhecidas e/ou café. Por aqui conversa-se com os locais e desfruta-se do tempo quente.

O dia seguinte vai ser em viagem por isso, o descanso é merecido e bem vindo!
Alojamento local
9
Dia 9 | Karima - Meroe
De manhã e antes de alcançarmos as míticas pirâmides de Meroe, vamos parar para visitar Nuri, mas também um importante cemitério da 26ª dinastia egípcia, um lugar bastante mal preservado, infelizmente, mas com muita importância histórica. Um dos túmulos aqui encontrados, pertence ao Faraó Taharqa.

Dali seguimos para Meroe. Pela frente, dezenas de pirâmides que fazem deste local o recordista do número de pirâmides descobertas a céu aberto do país, todas esguendo-se das areias quentes do deserto. Preparamo-nos para vaguearmos por entre a história, levados pelas dunas que nos circundam.
Alojamento local
10
Dia 10 | Meroe - Naqa e Muswarat as Sufra - Cartum
Ainda antes de regressarmos à capital, paramos para uma visita ao Templo Meroitico do Século I CE.
Hotel
11
Dia 11 | Cartum - Kassala
A viagem continua em direcção a Kassala, uma cidade sudanesa já bem perto da fronteira com a Eritreia. Chegaremos ao fim do dia, mas por certo ainda a tempo de procurar um lugar para jantar no centro desta cidade já cheia de espírito africano.

As viagens longas são uma das características desta viagem. O Sudão é um dos maiores países africanos e estes trajectos podem tornar-se cansativos, mas são sem dúvida a melhor maneira de conhecer a cultura local, estabelecer ligação com os sudaneses e observar uma paisagem única!
Alojamento local
12
Dia 12 | Kassala
De manhã caminhamos para a zona de maior comércio da cidade, toda ela um mercado, local onde vamos aproveitar de certeza para comprar as nossas últimas recordações.

De tarde visitaremos a Mesquita Khatmiyah, um edifício místico guardado pelas ainda mais enigmáticas montanhas Taka. Quem se sentir com força pode optar por subir e avistar a Eritreia lá do outro lado. O sol desaparece no horizonte!
Alojamento local
13
Dia 13 | Kassala - Cartum
A nossa viagem aproxima-se do fim. A estrada que nos levou até Kassala é a mesma que nos traz de volta à capital.

Se as forças assim o permitirem, procuramos um dos bons restaurantes na parte mais nova da cidade, junto da zona das embaixadas e quem sabe dizer adeus ao Sudão ao som de uma boa música sudanesa!

O cansaço acumula-se na pele. Regressamos ao hotel para a nossa última noite no país.
Hotel
14
Dia 14 | Cartum - Origem
A nossa aventura chegou ao fim e é hora de regressar a casa.

Visivelmente cansados mas também preenchidos de histórias deste país tão especial. Conforme a hora do teu voo, um transfer levar-te-á ao aeroporto.

É hora de nos despedirmos e deixar-te uma palavra de agradecimento!
Hotel

O que está incluído?

  • Alojamento | 13 noites em hotel ou alojamento local (quartos twin ou triplos)
  • Todos os pequenos-almoços
  • Entradas e atividades seguintes:
  • - Nuri
  • - Museu de Kerma
  • - El Kurru
  • - Jebel Barkal
  • - Meroe
  • - Museu Nacional
  • Guias e drivers locais (em inglês)
  • Todos os transportes dentro do período da experiência (excepto de cariz pessoal)
  • Acompanhamento do líder da Landescape ao longo dos 14 dias da experiência
  • Seguro Pessoal Básico de Viagem

O que não está incluído?

  • Voos internacionais | Recomendamos a Geostar (desde 700€)
  • Vistos do Sudão (+/- 155$) + taxas de serviço
  • Todas as atividades não incluídas no programa
  • Alimentação não especificada (+/- 15€ dia)
  • Despesas pessoais
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Testemunhos

Uma aventura enriquecedora em vários aspectos, além de maravilhosa.
Rosário F.
Foi interessante e uma descoberta. Serve para comparar este país com outros que são turísticos e, sobretudo, para perceber como o turismo pode transformar as realidades. Gostei da viagem e repeti-la-ia certamente!
Sandra G.
O líder torna fácil toda a experiência da viagem. Boa onda!
Rosa F.

Perguntas Frequentes

O roteiro da viagem, como foi pensado?
O roteiro foi pensado para que possas ter uma experiência enriquecedora e abrangente, vivenciando de perto a cultura sudanesa com o conforto que desejas e passando por vários pontos deste vasto país. Trabalhamos com parceiros locais, o que num país como o Sudão que não tem as facilidades de outros países africanos, nos permite viajar em segurança com a certeza de que todos os alojamentos, transportes e contactos locais estão facilitados. Exploramos assim, não só locais mais turísticos mas também pequenos segredos e até a possibilidade de aceder a locais ou rituais religiosos que de outra forma, não teríamos acesso.
É necessário visto para entrar no país?
O visto será feito à chegada ao aeroporto de Cartum através do apoio do nosso parceiro local. As indicações serão dadas pela Landescape aquando da tua reserva. O custo do visto é de 155$ + taxas de serviço.
Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?
Os transfers são por conta de cada viajante, à chegada e à partida. Porém, se te sentires mais confortável com esta opção, podemos enviar um transfer a partir do hotel que estará à tua espera, com o teu nome ou o da Landescape, no aeroporto. Para isso, terás apenas que nos fazer este pedido com alguma antecedência através do e-mail geral@landescape.pt para que possamos planear com os nossos parceiros.
Como são os alojamentos durante a viagem?
O Sudão não é um país com condições hoteleiras ao nível de outros países que recebem mais turistas, tanto na Europa como em alguns países africanos. Em alguns lugares, as opções com a mínima qualidade a que possivelmente a Landescape habituou já os seus viajantes, escasseiam, pelo que teremos de nos saber adaptar ao país e ao momento, sobretudo fora da capital. Uma certeza é que fazemos o máximo para que todos tenham a higiene que cada um de nós gostaria para si e a centralidade em termos de localização que nos permita usufruir de um passeio, fora das horas das actividades programadas.
Como são os transportes dentro do país?
A viagem será feita em viaturas 4x4 conduzidas por colaboradores locais.
É seguro viajar no Sudão?
Os lugares com menos estabilidade no país não fazem parte do roteiro, ficando bem longe dos nossos trajectos. É verdade que nos últimos anos, o país está a sofrer uma transformação política considerável, mas o caminho tem sido o da maior abertura e a situação neste momento é bastante estável.
É uma viagem cansativa?
Por norma, as viagens mais cansativas são aquelas que te ficam na memória. Pelas aventuras, pelas histórias, pelas peripécias. Mas é isso que faz ser não apenas uma viagem, mas sobretudo uma experiência. Tudo para dizer que o Sudão é um país extenso, com desertos a perder de vista, com algumas condições ao nível do alojamento e das estradas menos confortáveis e, por essa mesma razão, torna-se em alguns momentos uma viagem que nos mói o corpo.
Qual a roupa mais adequada?
Aos homens solicitamos que evitem calções acima do joelho, às mulheres que evitem roupas justas e decotes. O lenço para cobrir o cabelo, não sendo obrigatório, é aconselhável levar. A Landescape informar-te-á das peças essenciais para levares contigo na bagagem, além daquelas que são dispensáveis. Todas as informações seguirão no Manual do Viajante aquando da tua inscrição.
Que comida será servida?
A comida não é muito variada, o Sudão é um país pobre. Como tal, a carne não é farta e a que existe, normalmente, é de frango ou borrego e maioritariamente grelhada em forma de espetadas. O peixe é praticamente todo do Nilo, peixe de rio portanto, e servido quase sempre frito. A grande maioria das refeições são feitas em torno do pão, feijão e outras leguminosas estufadas.
Esta viagem exige cuidados especiais de saúde?
A consulta do viajante é essencial para uma viagem ao Sudão. Não é aconselhável de todo beber água da torneira. Muito cuidado também a interagir com animais, a raiva é uma doença endémica no país. Aconselhamos vivamente a que tragas também repelente para os insetos.

A Landescape tem uma parceria estabelecida com a Dra. Andreia Castro, médica com formação em Medicina do Viajante e blogger de viagens. Dessa forma, podes agendar com ela uma Consulta do Viajante Online que tem um custo de 30€ por pessoa, 50€ para 2 pessoas, 70€ para 3 pessoas e 80€ para 4 pessoas.

Como complemento, a Landescape disponibiliza-te ainda a possibilidade de integrares uma sessão de esclarecimento online que inclui a preparação do kit de viagem, a prescrição de medicação, a discussão sobre a vacinação a efetuar e respetiva prescrição e, ainda, um espaço para esclarecer eventuais dúvidas sobre os cuidados de saúde a ter no destino a visitar. Esta sessão tem um custo de 20€ por pessoa, 30€ para duas pessoas em simultâneo, 40€ para três pessoas e 50€ para quatro pessoas.
Há alguma restrição cultural?
Não há nenhuma restrição cultural digna de destacar. Aplicamos o bom senso, sem alarmismos. É um país maioritariamente muçulmano e por isso o respeito pela religião e os seus valores é essencial.
Quanto dinheiro devo levar para a viagem?
Para o Sudão deverás levar contigo dólares, já que o Euro ainda não é aceite em muitas lojas de câmbio, sendo possível apenas trocar em alguns bancos da capital. O nosso líder Ricardo Torrão e o nosso parceiro local ajudar-te-ão nesta tarefa.
Outras informações relevantes?
Apenas os hotéis da capital têm internet. A rede wi-fi é muito escassa e é no centro das cidades onde funciona melhor. Porém, não esperes grandes velocidades. Poderás adquirir um cartão SIM, pois tem-se registado uma melhoria na cobertura das companhias existentes (MTN, ZAIN e Sudantel), mas precisas do passaporte e o processo pode ser demorado.

Marcação

InícioFimEstadoPreço
Data Segunda-feira 8 Nov, 2021 Domingo 21 Nov, 2021 Vagas 11 Preço 1560€ Agendar

O Líder

Ricardo Torrão

Hoje, sempre que posso, faço as malas e vou por aí à descoberta. Adoro conhecer novos destinos, outras pessoas, diferentes culturas e experienciar o que de bom o mundo e a vida têm para me dar.
Mais informação sobre o líder