Tanzânia

Nesta viagem à Tanzânia, prepara-te para perderes a noção da realidade num dos países mais intocados do mundo, onde a natureza domina tudo para onde vais olhar. Praias paradisíacas de azul celeste, como as que vais visitar em Zanzibar, aliam-se a uma cultura cativante, vida selvagem e pontos de passagem obrigatória como o imponente Monte Kilimanjaro, o pico da maior montanha do continente africano com 5.895 metros de altitude ou a cratera de Ngorongoro, considerada a maior cratera inativa do mundo que alberga milhares de flamingos.

  • + 16 anos
  • 4-12 pessoas
  • 12 ou 13 dias
  • A partir de 2.240€ / pessoa

Selecciona a viagem que procuras

  • VIAGEM ZANZIBAR E TANZÂNIA – Especial fim de ano
    27 Dez a 7 Jan 2023
  • VIAGEM TANZÂNIA E ZANZIBAR – Safaris e praia em África
    24 Jun a 5 Jul 2023

Reserva aqui a tua viagem

VIAGEM ZANZIBAR E TANZÂNIA – Especial fim de ano

com Marta Baeta

Últimos Lugares
27 Dez a 7 Jan 2023
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Apontada muitas vezes como berço da humanidade, a Tanzânia revela-se um destino de sonho para muitos dos que procuram o contacto com a natureza. Por isso, neste roteiro incluímos um safari de 3 dias pelo Tarangire, pelo Parque Nacional do Serengeti e Ngorongoro. Aqui poderás testemunhar na primeira pessoa o fascínio da maior migração da vida animal do mundo. Búfalos, leões, elefantes, leopardos, rinocerontes…todos estão ali à tua frente. Um safari na Tanzânia é, sem dúvida, um dos melhores em África para ver os famosos Big 5 e será a cereja no topo do bolo, no fim da viagem.

Antes disso porém, chegarás a Zanzibar, antigo entreposto português, inspiração de tantos escritores e um dos primeiros povoados muçulmanos da costa da África oriental. Zanzibar oferece das praias mais deslumbrantes que já vimos no mundo, tudo aliado a uma forma de vida local ainda muito autêntica e com uma forte carga cultural. É aqui que vamos celebrar a entrada no novo ano.

Embarca connosco nesta viagem de aventura pela Tanzânia e Zanzibar e deixa-te apaixonar por um destino de férias que combina safaris e praia, e que vai seguramente ser uma experiência para guardares para sempre na memória.

O que iremos visitar na Tanzânia

  • Safari na cratera de Ngorongoro
  • Safari no Parque Nacional do Serengeti
  • Safari no Parque Nacional do Tarangire
  • Praias paradisíacas de Zanzibar
  • Parque Nacional Jozani Chwaka Bay
  • Centro histórico de Stone Town

O que está incluído?

Alojamento
8 noites em hotel ou alojamento local
3 noites em cottage ou tenda (com camas e corrente elétrica)

Refeições
Todos os pequenos-almoços
4 Almoços
3 Jantares

Todas as entradas descritas no programa

Safari de 4 dias (dia 1 –  tarde, dias 2 e 3 – dias completos, dia 4 – manhã)

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Visto de entrada no país (cerca de 45€)
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 25€/dia)
  • Voo entre a Tanzânia e Zanzibar (a adquirir pela Landescape | cerca de 140€)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Stone Town (Zanzibar)

Este é o primeiro dia da tua viagem e está reservado à tua chegada à Tanzânia. Dependendo do horário do teu voo e se chegares cedo, não te preocupes que já estarei em Stone Town e podemos dar um mergulho juntos e beber uma água de coco.

Antes do recolher, teremos tudo organizado e planeado para no dia seguinte começarmos todos juntos a nossa última aventura do ano.
Estadia: Hotel

Dia 2   Stone Town (Zanzibar)

Neste dia e dependendo da hora de chegada e de descanso do grupo, vamos perder-nos nas labirínticas ruas de Stone Town e sentir o cheiro das especiarias nos mercados locais.

Depois de uma primeira visita de Vasco da Gama em 1498, Zanzibar tornou-se parte do Império Português. Porém, não durou para sempre. Alguns anos depois, o Zanzibar torna-se um sultanato e é esta influência árabe que se faz sentir tanto na arquitetura como no modo de vida e religião. O Zanzibar é maioritariamente muçulmano. Vai ser muito interessante sentir esta mistura de religiões (a Tanzânia é aproximadamente metade católica e metade muçulmana) e sentir que todos convivem em paz e livremente. Alguns locais não nos vão deixar esquecer o tempo da escravatura. Neste dia, vamos fazer um dos mais famosos tours da ilha, o chamado Spice tour.

Stone Town é também um ótimo lugar para fazer as primeiras compras. Vamos assistir ao pôr-do-sol nos Jardins Forodhani onde, já cheios de fome, vamos ao ataque das famosas Pizzas do Zanzibar.
Estadia: Hotel

Dia 3   Stone Town - Nungwi (Zanzibar)

Depois de uma noite bem descansada, partimos para norte, para Nungwi, onde vamos ficar nas próximas duas noites e aproveitar as primeiras areias paradisíacas e o sol de Zanzibar.
Depois de deixarmos a nossa bagagem, vamos enterrar os nossos pés na praia e dar o primeiro mergulho da viagem. Vai ser difícil sairmos da praia…afinal, foi também para isso que para aqui viajámos. Aproveitem para relaxar e desfrutem ao máximo o resto da tarde livre. Se quiserem estar ocupados também vos posso recomendar locais que podem visitar.

O jantar será em grupo, de preferência com os pés na areia.
Estadia: Hotel

Dia 4   Nungwi (Zanzibar)

Que tal acordar cedo para aproveitar o dia ao máximo, podemos caminhar pela praia ou ficar só a relaxar na areia e dar uns mergulhos na água quente. Afinal hoje vamos ter um dia cheio. No final da manhã vamos conhecer uma família local e vamos participar num workshop de comida tradicional swahili. Este será o nosso almoço, por isso convém darmos o nosso melhor e sermos alunos atentos e curiosos.

De tarde iremos fazer a visita à Prison Island e conhecer um pouco mais da história da Tanzânia e de Zanzibar. Dizem que hoje em dia a ilha é habitada por seres extraordinários de quatro patas. No regresso a Nungwi se tivermos sorte veremos um dos mais bonitos pores do sol da nossa vida.

À noite escolhemos um restaurante para saborearmos a excelente gastronomia local
Estadia: Hotel

Dia 5   Nungwi - Jambiani (Zanzibar)

Bem cedo e depois do pequeno-almoço, partimos para Jambiani, praia onde vamos ficar nas próximas duas noites.

Aqui vais encontrar um povo maravilhoso, de braços abertos para nos receber. Para não variar, as praias são de cortar a respiração e quem sabe não te entusiasmas a experimentar uma aula de kite-surf. Pelo caminho, porém, o Parque Nacional Jozani Chwaka Bay que vamos visitar.

Partimos depois para o nosso destino deste dia, onde celebraremos também a passagem do ano, em festa, pois claro.
Estadia: Hotel

Dia 6   Jambiani (Zanzibar)

Este é o primeiro dia do ano e como a noite pode ter sido longa para alguns, a manhã é totalmente livre para descansarem ou tirarem para vocês um tempo para passearem pelas ruas da povoação.
À tarde, e como esta viagem não acontece sem que tenhamos algum impacto na comunidade local, visitamos uma organização de apoio a crianças. Podes trazer donativos de Portugal ou podemos juntos comprar alimentos e deixar na instituição. Gostaria também que me ajudasses numa limpeza de praia. Seremos tantas mãos que 30 minutos chegarão para deixarmos o areal bem mais limpo.

Depois disso, aproveitamos para um último mergulho. Se pretenderes fazer qualquer atividade extra (deixamos algumas sugestões nos itens Não Incluído) falas comigo e ajudo-te a planear.
Estadia: Hotel

Dia 7   Jambiani - Stone Town - Arusha

Dependendo da hora do nosso voo para Arusha, despedimo-nos de Jambiani e partimos para Stone Town, de onde voamos para o coração da Tanzânia e de onde, no dia seguinte, partimos para um safari que te marcará para sempre.

Entretanto, já em Arusha, planearemos o dia conforme a hora de chegada, sendo que é possível que cheguemos somente para jantar. Nada de grave, pois teremos ainda o último dia da parte da tarde para uma visita à povoação.
Estadia: Hotel

Dia 8 a 11   Safari - Tarangire, Serengeti e Ngorongoro

Hoje damos início ao nosso périplo pela imensidão da paisagem africana, num total de 4 dias (uma tarde, dois dias completos e uma manhã) percorrendo um dos parques naturais mais impressionantes de África.

O trajeto parque adentro é feito em 4×4. Nestes dias, partimos também em busca da vida selvagem mais impressionante do mundo. Os animais são às centenas, desde mamíferos de grande porte a aves e répteis e teremos a sorte, com toda a certeza, de nos deslumbrarmos com todo este cocktail do mundo animal. Porém, não é só de animais que é feito o safari, mas também de paisagens a perder de vista, árvores centenárias e um céu que se precipita por cima de nós, principalmente à noite, quando milhares de estrelas surgem para fazer um cenário de filme perfeito. Por esta altura, já devemos estar de coração cheio, mas há sempre espaço para mais. Vamos, por isso, acabar em grande e percorrer a maior cratera vulcânica inativa do mundo, onde os nossos companheiros animais encontraram um pequeno refúgio. Aqui a paisagem muda radicalmente e os nossos olhos enchem-se de verde, verde e mais verde. Um cantinho do mundo especial. Não podemos é nunca esquecer que, para que estas maravilhas naturais pudessem ser preservadas, muitas das tribos de indígenas tiveram que ser realojadas. Os Maasai são o maior exemplo.

Um mundo de calma beleza, mas ao mesmo tempo de violência rápida, casa de mais de 2 milhões de animais e testemunha de dramas de vida e morte que acontecem sobre um pano de fundo de sublime grandeza”, Mitsuaki Iwago, 1983.

Ao início da tarde do último dia (dia 11), regressamos a Arusha, onde pernoitamos (Hotel). Se tivermos vontade e disponibilidade, caminharemos ainda pela cidade, numa última despedida ao país.
Estadia: 3 noites em bungalow ou cabana + 1 noite em hotel

Dia 12   Arusha - Origem

Hoje é dia de voar para casa.

Espero sinceramente que a viagem tenha superado as tuas expetativas e que nos possamos voltar a ver num outro ponto do mundo.

Resta-me agradecer-te e desejar-te uma boa viagem de regresso a casa.

Reserva aqui a tua viagem


2.340€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

A viagem à Tanzânia e Zanzibar foi pensada para teres o melhor de vários mundos: praia, safari, natureza e história e é este cocktail luxuriante que vamos desfrutar nestes 12 dias de viagem.
Gostávamos de dizer que não somos aquele tipo de líderes que levam o programa à risca e que muitas vezes nos adaptamos ao desejo do grupo e até ao momento. Visitamos tudo o que está descrito, não querendo dizer é que seja nos dias que no roteiro descrevemos, naquela ordem e, se ficar para trás alguma coisa, é porque houve algo melhor que o justificou.
Para além disso gostamos de dar tempo para que cada um, se quiser, tenha tempo para si. Seja para um café, para visitar um mercado, passear pela cidade ou descansar. É uma viagem em grupo, mas é sobretudo a tua viagem.
Vem de coração aberto e sem as formatações porque vai ser desta forma que vais aproveitar melhor esta experiência.

É necessário visto para entrar no país?

A resposta é sim, sendo que a vantagem é que este é feito na entrada do país. Deves levar passaporte válido por 6 meses, contados a partir da data de regresso e com pelo menos duas páginas vazias onde será carimbada a entrada e saída do país. O visto custa 50 dólares americanos e tem que ser obrigatoriamente pago em dólares. Dependendo do número de pessoas que viajam no mesmo avião podemos ter algum tempo de espera (até 2 horas) para fazer o visto.

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante. Podemos, contudo, enviar um táxi a partir do hotel, desde que o mesmo nos seja previamente solicitado por e-mail. Informamos também que antes mesmo da viagem acontecer é criado um grupo de WhatsApp com viajantes e líder, de forma a que possam articular entre vocês a divisão de táxis, se assim for mais conveniente. Do aeroporto de Arusha (Kilimanjaro) até ao hotel a viagem dura aproximadamente 1 hora (50 quilómetros) e é feita em carro privado.

Como são os alojamentos durante a viagem?

A viagem tem um nível de conforto 3, o que significa que os alojamentos simples, mas limpos e centrais. O upgrade foi feito no safari e agora tentamos que as noites sejam sempre em cama e não em tenda. Os quartos dos restantes alojamentos são twin com camas separadas. Todos os quartos nos alojamentos fora do safari, terão casa de banho privativa e no safari dormiremos em tendas ou cottages com eletricidade, camas e, sempre que possível, casa de banho privativa.

Relembramos que as condições de África e da Europa são bastante diferentes, onde nalguns sítios poderão acontecer interrupções de energia ou fornecimento de água.

Como são os transportes no país?

Tirando alguns transfers que são feitos em viaturas privadas, temos também um voo interno, entre o Zanzibar e a Tanzânia que dura entre 1h30 e 3h30 (dependendo se tem escala ou não).
Durante o safari, a viagem é feita em jeeps 4×4. As estradas são poeirentas e agitadas. A possibilidade de acontecerem pequenos imprevistos tem de ser levada em conta (furos ou outros percalços).

A Tanzânia é um país seguro?

A Tanzânia é um país seguro, ao contrário do que se possa pensar, embora nunca é de mais jogar à “defesa” e o bom senso e as precauções são sempre necessárias, como em qualquer outro país por onde tenham viajado. O melhor é nunca andar sozinho à noite em ruas desertas, ter atenção com o dinheiro e outros bens nos autocarros ou em lugares com muita gente e não retirar dinheiro de um multibanco à noite. Temos que saber ser inteligentes para evitar os problemas.
Aconselha-se sempre a trazer um cadeado/aloquete para fechar a mala caso queiram por vezes deixar coisas de valor nos quartos. Nenhum quarto tem cofre.

É uma viagem cansativa?

Viajar em África é sempre cansativo. Apesar de nos deslocarmos de jipe no safari, estar um dia inteiro continuamente aos “soluços” é cansativo. Mas a certeza que existe é que o cansaço aqui, vale mesmo a pena, até porque para nos esquecermos dele, reservámos a praia para o fim.

Qual a roupa mais adequada?

Nas nossas viagens quem carrega a mochila, o saco ou o atrelado és tu. O que é que isto pressupõe? Que todas as escadas, transportes, obstáculos que te aparecerem à frente, serás tu a suportar o peso da bagagem. Por isso, o que aconselhamos sempre é que leves o menos possível. Não te esqueças de trazer calçado confortável; protector solar, óculos de sol e chapéu; roupa confortável, leve e discreta; fato de banho/biquíni/calções; e um impermeável (de preferência um daqueles grandes e muito leves, que abrangem a mochila e vão até aos pés). No Manual do Viajante que enviaremos no momento da inscrição, terás mais informações sobre o tipo de roupa, equipamento e calçado a levar.

Que comida será servida?

A gastronomia nesta viagem pode ser descrita como um mix de comida europeia com comida africana. Iremos privilegiar os pratos de peixe, em detrimento da carne, mas também teremos algum marisco à disposição. Vamos provar street food. Se gostas de marisco, vais sair desta viagem de barriga muito cheia.
Os vegetarianos encontrarão também várias opções.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

A Landescape aconselha-te a ires à consulta de viajante mais próxima e com a maior antecedência possível. Por vezes o tempo de espera é maior que o esperado e caso optes por fazer a profilaxia da malária, nalguns dos casos tem de começar a ser feita 2 semanas antes da partida. Apesar de não existirem vacinas obrigatórias para nenhum destes países é, contudo, provável que sejas aconselhado a tomar as vacinas da Febre Amarela, Febre Tifóide e Hepatite A, e se assim for por descargo de consciência aconselhamos-te a que tragas contigo o boletim de vacinação internacional.
Além dos cuidados normais a ter em viagem, aconselhamos a trazer um pequeno kit de medicamentos apenas de prevenção que julgues ser necessário. Se tomas algum tipo de medicação regular, aconselhamos a trazê-la contigo para a totalidade da estadia, pois poderá não ser fácil encontrar esses medicamentos nas farmácias locais. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Tanzânia. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Como funciona o safari e quais as condições?

O safari tem a duração total de 4 dias (uma tarde, dois dias completos e uma manhã). Inicia-se em Arusha, a cidade de partida para todos os safaris.
O trajeto leva-nos ao Parque Nacional do Tarangire no primeiro dia e nos dias seguintes à área de conservação do Ngorongoro e ao Serengeti. Seremos sempre acompanhados de guias locais e faremos sempre o melhor para que todas as expectativas sejam alcançadas. Porém é importante afirmar que se trata de uma reserva gigante e que poderá haver dias em que se veem mais animais e outros menos, cenas que nos captam mais a atenção nuns dias e noutros não, porque é assim a vida selvagem.
Os alojamentos serão feitos em quartos com camas separadas (sempre que possível). É importante que cada viajante tenha uma grande capacidade de adaptação: às intempéries, aos contratempos, à condição das estradas, dos transportes. É importante relativizar e respirar fundo muitas vezes. É África!

Quanto ao dinheiro para a viagem?

Para refeições aconselha-se a trazer 250 dólares americanos máximo. Uma água custa entre 0,5€ a 1€1,5 o litro; um café 1,5€ a 2€; a fruta na rua custa cêntimos; uma cerveja de 0.5L custa 2€, aproximadamente. O restante, faz parte das memórias e souvenirs que decidires trazer.

Quais os preços aproximados das actividades extra?

Existem várias opções de atividade extra nesta viagem, sobretudo na zona de Zanzibar. Partilhamos de seguida uma estimativa de preços para poderes equacionar ou não as mesmas.

  • Passeio de balão de ar quente no Serengeti: 600 dólares/pessoa;
  • Ida à Vila Maasai no Serengeti: 5 dólares/pessoa, com duração de sensivelmente 1 hora;
  • Snorkeling: 20 dólares/pessoa, com almoço pouco consistente. É aconselhado trazer calçado para andar dentro de água, porque pode ter ouriços;
  • Mergulho de batismo (primeiro mergulho com instrutor): 50 dólares;
  • Tour das especiarias: 20-40 dólares, dependendo do número de pessoas e com almoço incluído;
  • Aquário de conservação das tartarugas: 8 dólares;
  • Museu dos escravos em Stone Town: 5 dólares/pessoa;
  • Stand-up Paddling em Jambiani: 30 dólares;
  • Kuza Caves em Jambiani: 8 dólares;
  • Kitesurf: 50 euros/hora com instructor;
  • Passeio de barco no pôr-do-sol: 40 dólares/pessoa (snacks e bebidas incluídos);
  • Pesca em barco pequeno de madeira: 15 dólares/pessoa;
  • Concerto de música tradicional em Stone Town: 5 dólares/pessoa;
  • Massagem na Praia: 10 euros;
  • Táxi para ir ver “The Rock”: 5 dólares

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


Marta Baeta

Viajar é aprender e renascer a cada partida. Saber mais

Outros destinos que lidera

VIAGEM TANZÂNIA E ZANZIBAR – Safaris e praia em África

com Marta Baeta

Nova Data
24 Jun a 5 Jul 2023
Saber mais sobre esta edição Fechar informação desta edição

Apontada muitas vezes como berço da humanidade, a Tanzânia revela-se um destino de sonho para muitos dos que procuram o contacto com a natureza. Por isso, neste roteiro incluímos um safari pelo Parque Nacional de Tarangire, o Parque Nacional do Serengeti e Ngorongoro. É aqui que se testemunha a maior migração da vida animal do mundo. Búfalos, leões, elefantes, leopardos, rinocerontes…todos estão ali à tua frente. Um safari na Tanzânia é, sem dúvida, um dos melhores em África para ver os famosos Big 5.

Exploramos ainda Moshi, o centro de produção de café no país, no sopé da maior montanha africana e, dali, partimos para Zanzibar, antigo entreposto português, inspiração de tantos escritores e um dos primeiros povoados muçulmanos da costa da África Oriental. Zanzibar oferece das praias mais deslumbrantes que já vimos, tudo aliado a uma forma de vida local ainda muito autêntica e com uma forte carga cultural.

Embarca connosco nesta viagem de aventura pela Tanzânia e Zanzibar e deixa-te apaixonar por um destino de férias que combina safaris e praia, e que vai seguramente ser uma experiência para guardares para sempre na memória.

O que iremos visitar na Tanzânia

  • Safari na cratera de Ngorongoro
  • Safari no Parque Nacional do Serengeti
  • Safari no Parque Nacional do Tarangire
  • Praias paradisíacas de Zanzibar
  • Parque Nacional Jozani Chwaka Bay
  • Centro histórico de Stone Town

O que está incluído?

Alojamento
9 noites em hotel ou alojamento local
3 noites em cottage ou tenda (com camas e corrente elétrica)

Refeições
Todos os pequenos-almoços
4 Almoços
3 Jantares

Todas as entradas descritas no programa

Safari de 4 dias (uma tarde, dois dias completos e uma manhã)

Todos os transportes descritos no programa
Exceto de carácter pessoal

Seguro Pessoal Básico de Viagem

Acompanhamento do líder da Landescape

O que não está incluído?

  • Voos internacionais 
    Recomendamos a Geostar
  • Visto de entrada no país (cerca de 45€)
  • Atividades e visitas extras
  • Alimentação não especificada (cerca de 25€/dia)
  • Voo entre a Tanzânia e Zanzibar (a adquirir pela Landescape | cerca de 140€)
  • Transfers de/para o aeroporto
  • Despesas pessoais e gorjetas
  • Upgrade Covid19 no Seguro Pessoal Básico de Viagem

Diário de Bordo

Dia 1   Chegada a Arusha

Este dia está reservado à tua chegada à Tanzânia.

Não existem quaisquer atividades programadas para hoje, pelo que dependendo do horário do teu voo, combinaremos uma hora para nos encontrarmos.
Estadia: Hotel

Dia 2 a 5   Safari (Tarangire, Serengeti e Ngorongoro) - Moshi

Hoje damos início ao nosso périplo pela imensidão da paisagem africana, num total de 4 dias (uma tarde, dois dias completos e uma manhã) percorrendo um dos parques naturais mais impressionantes de África.

Foi neste vale que se pensa que a humanidade teve origem e a partir daí, iniciou a sua caminhada para conquistar o mundo. Porém, não há provas definitivas, uma vez que fósseis muito antigos de hominídeos têm sido encontrados por esse planeta fora.
O trajeto parque adentro é feito em 4×4. Nestes dias, partimos também em busca da vida selvagem mais impressionante do mundo. Os animais são às centenas, desde mamíferos de grande porte a aves e répteis e teremos a sorte, com toda a certeza, de nos deslumbrarmos com todo este cocktail do mundo animal.

Porém, não é só de animais que é feito o safari, mas também de paisagens a perder de vista, árvores centenárias e um céu que se precipita por cima de nós, principalmente à noite, quando milhares de estrelas surgem para fazer um cenário de filme perfeito. Por esta altura, já devemos estar de coração cheio, mas há sempre espaço para mais. Vamos, por isso, acabar em grande e percorrer a maior cratera vulcânica inativa do mundo, onde os nossos companheiros animais encontraram um pequeno refúgio. Aqui a paisagem muda radicalmente e os nossos olhos enchem-se de verde, verde e mais verde. Um cantinho do mundo especial. Não podemos é nunca esquecer que, para que estas maravilhas naturais pudessem ser preservadas, muitas das tribos de indígenas tiveram que ser realojadas. Os Maasai são o maior exemplo.

Um mundo de calma beleza, mas ao mesmo tempo de violência rápida, casa de mais de 2 milhões de animais e testemunha de dramas de vida e morte que acontecem sobre um pano de fundo de sublime grandeza”, Mitsuaki Iwago, 1983.

Ao início da tarde do último dia, viajamos até Moshi, onde pernoitamos. Se tivermos vontade e capacidade física, daremos uma volta pelo centro da cidade.
Estadia: 3 noites em bungalow ou cabana + 1 noite em hotel

Dia 6   Moshi

Depois de um reconfortante pequeno-almoço, partimos num tour que nos levará a conhecer um pouco mais da produção de café na região. Esta atividade vai tomar-nos o resto do dia e acabará de forma refrescante. Sempre presente, a maior montanha de África, o Kilimanjaro, ao longe.

À noite, escolhemos um restaurante para jantar.
Estadia: Alojamento local

Dia 7   Moshi - Stone Town (Zanzibar)

Pela manhã, partimos para conhecer melhor a cidade, vagueando pelos mercados, pela estação de comboios e pelas ruas empoeiradas deste antigo marco colonial.

Almoçamos e partimos para o aeroporto de onde, ao fim da tarde, partimos para a ilha de Zanzibar.
Estadia: Hotel

Dia 8   Stone Town (Zanzibar)

Depois de uma primeira visita de Vasco da Gama em 1498, Zanzibar tornou-se parte do Império Português. Porém, não durou para sempre. Alguns anos depois, o Zanzibar torna-se um sultanato e é esta influência árabe que se faz sentir tanto na arquitetura como no modo de vida e religião. O Zanzibar é maioritariamente muçulmano. Vai ser muito interessante sentir esta mistura de religiões (a Tanzânia é aproximadamente metade católica e metade muçulmana) e sentir que todos convivem em paz e livremente. Alguns locais não nos vão deixar esquecer o tempo da escravatura. Neste dia, vamos fazer um dos mais famosos tours da ilha, o chamado Spice Tour.

Stone Town é também um ótimo lugar para fazer as primeiras compras. Vamos assistir ao pôr-do-sol nos Jardins Forodhani onde, já cheios de fome, vamos ao ataque das famosas Pizzas do Zanzibar.
Estadia: Hotel

Dia 9   Stone Town - Nungwi (Zanzibar)

Depois de uma noite bem descansada, partimos para norte, para Nungwi. onde vamos ficar nas próximas duas noites e aproveitar as primeiras areias paradisíacas e o sol de Zanzibar.
Depois de pousarmos a nossa bagagem, vamos enterrar os nossos pés na praia e dar o primeiro mergulho da viagem. Vai ser difícil sairmos da praia…afinal, foi para isso que para aqui viajámos.
Estadia: Hotel

Dia 10   Nungwi (Zanzibar)

A manhã é inteiramente livre.
Depois do almoço, vou levar-te a ver o santuário das tartarugas onde, na presença de um guia, vamos poder perceber um pouco a vida e a recuperação destes répteis que vagueiam pela ilha do Zanzibar. Depois de sairmos, vamos ver o pôr-do-sol de outra perspetiva, olhando para terra.
À noite escolhemos um restaurante para saborearmos a excelente gastronomia local.
Estadia: Hotel

Dia 11   Nungwi - Jambiani (Zanzibar)

Bem cedo e depois do pequeno-almoço, partimos para Jambiani, praia onde vamos ficar nas próximas duas noites.

Aqui vais encontrar um povo maravilhoso, de braços abertos para nos receber. Para não variar, as praias são de cortar a respiração e quem sabe não te entusiasmas a experimentar uma aula de kite-surf. Pelo caminho, porém, o Parque Nacional Jozani Chwaka Bay que vamos visitar.

Chegamos ao alojamento a tempo de um banho refrescante e de um jantar num restaurante à nossa escolha.
Estadia: Hotel

Dia 12   Jambiani (Zanzibar)

A manhã é totalmente livre para descansares ou tirares para ti um tempo para passear pelas ruas da povoação.
À tarde, e como esta viagem não acontece sem que tenhamos algum impacto na comunidade local, visitamos uma organização de apoio a crianças. Podes trazer donativos de Portugal ou podemos juntos comprar alimentos e deixar na instituição. Gostaria também que me ajudasses numa limpeza de praia. Seremos tantas mãos que 30 minutos chegarão para deixarmos o areal bem mais limpo.

Depois disso, aproveitamos para um último mergulho. Se pretenderes fazer qualquer atividade extra (deixamos algumas sugestões nas Perguntas Frequentes) falas comigo e ajudo-te a planear.
Estadia: Hotel

Dia 13   Jambiani - Stone Town (Zanzibar) - Origem

Hoje é dia de voar para casa. Dependendo da hora do teu voo, um transfer levar-te-á a Stone Town.

Espero sinceramente que a viagem tenha superado as tuas expetativas e que nos possamos voltar a ver num outro ponto do mundo.

Resta-me agradecer-te e desejar-te uma boa viagem de regresso a casa.

Reserva aqui a tua viagem


2.240€

Perguntas Frequentes

Como é o roteiro da viagem?

A viagem à Tanzânia e Zanzibar foi pensada para teres o melhor de vários mundos: praia, safari, natureza e história e é este cocktail luxuriante que vamos desfrutar nestes 13 dias de viagem. Gostávamos de dizer que não somos aquele tipo de líderes que levam o programa à risca e que muitas vezes nos adaptamos ao desejo do grupo e até ao momento. Visitamos tudo o que está descrito, não querendo dizer é que seja nos dias que no roteiro descrevemos, naquela ordem e, se ficar para trás alguma coisa, é porque houve algo melhor que o justificou. Para além disso gostamos de dar tempo para que cada um, se quiser, tenha tempo para si. Seja para um café, para visitar um mercado, passear pela cidade ou descansar. É uma viagem em grupo, mas é sobretudo a tua viagem. Vem de coração aberto e sem as formatações porque vai ser desta forma que vais aproveitar melhor esta experiência.

É necessário visto para entrar no país?

A resposta é sim, sendo que a vantagem é que este é feito na entrada do país. Deves levar passaporte válido por 6 meses, contados a partir da data de regresso e com pelo menos duas páginas vazias onde será carimbada a entrada e saída do país. O visto custa 50 dólares americanos e tem que ser obrigatoriamente pago em dólares. Dependendo do número de pessoas que viajam no mesmo avião poderás ter algum tempo de espera (até 2 horas) para fazer o visto. Aqui começa o pole pole tanzaniano.

Como funcionam os transferes de/para o aeroporto?

Os transfers são por conta de cada viajante. Podemos, contudo, enviar um táxi a partir do hotel, desde que o mesmo nos seja previamente solicitado por e-mail. Informamos também que antes mesmo da viagem acontecer é criado um grupo de WhatsApp com viajantes e líder, de forma a que possam articular entre vocês a divisão de táxis, se assim for mais conveniente. Do aeroporto de Arusha (Kilimanjaro) até ao hotel a viagem dura aproximadamente 1 hora (50 quilómetros) e é feita em carro privado.

Como são os alojamentos durante a viagem?

A viagem tem um nível de conforto 3, o que significa que os alojamentos simples, mas limpos e centrais. O upgrade foi feito no safari e agora tentamos que as noites sejam sempre em cama e não em tenda. Os quartos dos restantes alojamentos são twin com camas separadas. Todos os quartos nos alojamentos fora do safari, terão casa de banho privativa e no safari dormiremos em tendas ou cottages com eletricidade, camas e, sempre que possível, casa de banho privativa.

Relembramos que as condições de África e da Europa são bastante diferentes, onde nalguns sítios poderão acontecer interrupções de energia ou fornecimento de água.

Como são os transportes no país?

Tirando alguns transfers que são feitos em viaturas privadas, temos também um voo interno, entre a Tanzânia e o Zanzibar que dura entre 1h30 e 3h30 (dependendo se tem escala ou não). Durante o safari, a viagem é feita em jeeps 4×4. As estradas são poeirentas e agitadas. A possibilidade de acontecerem pequenos imprevistos tem de ser levada em conta (furos ou outros percalços).

A Tanzânia é um país seguro?

A Tanzânia é um país seguro, ao contrário do que se possa pensar, embora nunca é de mais jogar à “defesa” e o bom senso e as precauções são sempre necessárias, como em qualquer outro país por onde tenhas viajado. O melhor é nunca andares sozinho à noite em ruas desertas, ter atenção com o dinheiro e outros bens nos autocarros ou em lugares com muita gente e não retirar dinheiro de um multibanco à noite. Temos que saber ser inteligentes para evitar os problemas. Aconselha-se sempre a trazer um cadeado/aloquete para fechar a mala caso queiras por vezes deixar coisas de valor nos quartos. Nenhum quarto tem cofre.

É uma viagem cansativa?

Viajar em África é sempre cansativo. Apesar de nos deslocarmos de jipe no safari, estar um dia inteiro continuamente aos “soluços” é cansativo. Mas a certeza que existe é que o cansaço aqui, vale mesmo a pena, até porque para nos esquecermos dele, reservámos a praia para o fim.

Qual a roupa mais adequada?

Nas nossas viagens quem carrega a mochila, o saco ou o atrelado és tu. O que é que isto pressupõe? Que todas as escadas, transportes, obstáculos que te aparecerem à frente, serás tu a suportar o peso da bagagem. Por isso, o que aconselhamos sempre é que leves o menos possível. Não te esqueças de trazer calçado confortável; protector solar, óculos de sol e chapéu; roupa confortável, leve e discreta; fato de banho/biquíni/calções; e um impermeável (de preferência um daqueles grandes e muito leves, que abrangem a mochila e vão até aos pés). No Manual do Viajante que enviaremos no momento da inscrição, terás mais informações sobre o tipo de roupa, equipamento e calçado a levar.

Que comida será servida?

A gastronomia nesta viagem pode ser descrita como um mix de comida europeia com comida africana. Iremos privilegiar os pratos de peixe, em detrimento da carne, mas também teremos algum marisco à disposição. Vamos provar street food. Se gostas de marisco, vais sair desta viagem de barriga muito cheia. Os vegetarianos encontrarão também várias opções.

Esta viagem exige cuidados de saúde especiais?

A Landescape aconselha-te a ires à consulta de viajante mais próxima e com a maior antecedência possível. Por vezes o tempo de espera é maior que o esperado e caso optes por fazer a profilaxia da malária, nalguns dos casos tem de começar a ser feita 2 semanas antes da partida. Apesar de não existirem vacinas obrigatórias para nenhum destes países é, contudo, provável que sejas aconselhado a tomar as vacinas da Febre Amarela, Febre Tifóide e Hepatite A, e se assim for por descargo de consciência aconselhamos-te a que tragas contigo o boletim de vacinação internacional.

Além dos cuidados normais a ter em viagem, aconselhamos a trazer um pequeno kit de medicamentos apenas de prevenção que julgues ser necessário. Se tomas algum tipo de medicação regular, aconselhamos a trazê-la contigo para a totalidade da estadia, pois poderá não ser fácil encontrar esses medicamentos nas farmácias locais. A Landescape tem uma parceria estabelecida com duas médicas formadas em Medicina do Viajante que te podem melhor aconselhar sobre todos os cuidados de saúde necessários e eventuais vacinas de prevenção para viajar na Tanzânia. Dessa forma, podes agendar uma Consulta do Viajante Online na data e hora que te for mais conveniente com uma delas.

Como funciona o safari e quais as condições?

O safari tem a duração total de 4 dias (uma tarde, dois dias completos e uma manhã). Inicia-se em Arusha, a cidade de partida para todos os safaris. O trajeto leva-nos ao Parque Nacional do Tarangire no primeiro dia e nos dias seguintes à área de conservação do Ngorongoro e ao Serengeti. Seremos sempre acompanhados de guias locais e faremos sempre o melhor para que todas as expectativas sejam alcançadas. Porém é importante afirmar que se trata de uma reserva gigante e que poderá haver dias em que se veem mais animais e outros menos, cenas que nos captam mais a atenção nuns dias e noutros não, porque é assim a vida selvagem. Os alojamentos serão feitos em quartos com camas separadas (sempre que possível). É importante que cada viajante tenha uma grande capacidade de adaptação: às intempéries, aos contratempos, à condição das estradas, dos transportes. É importante relativizar e respirar fundo muitas vezes. É África.

Quanto ao dinheiro para a viagem?

Para refeições aconselha-se a trazer 250 dólares americanos máximo. Uma água custa entre 0,5€ a 1,5€ o litro; um café 1,5€ a 2€; a fruta na rua custa cêntimos; uma cerveja de 0.5L custa 2€, aproximadamente.
O restante, faz parte das memórias e souvenirs que decidires trazer.

Quais os preços aproximados das actividades extra?

Existem várias opções de atividade extra nesta viagem, sobretudo na zona de Zanzibar. Partilhamos de seguida uma estimativa de preços para poderes equacionar ou não as mesmas.

  • Passeio de balão de ar quente no Serengeti: 600 dólares/pessoa;
  • Ida à Vila Maasai no Serengeti: 5 dólares/pessoa, com duração de sensivelmente 1 hora;
  • Snorkeling: 20 dólares/pessoa, com almoço pouco consistente. É aconselhado trazer calçado para andar dentro de água, porque pode ter ouriços;
  • Mergulho de batismo (primeiro mergulho com instrutor): 50 dólares;
  • Museu dos escravos em Stone Town: 5 dólares/pessoa;
  • Stand-up Paddling em Jambiani: 30 dólares;
  • Kuza Caves em Jambiani: 8 dólares;
  • Kitesurf: 50 euros/ hora com instructor;
  • Concerto de música tradicional em Stone Town: 5 dólares/pessoa;
  • Massagem na Praia: 10 euros;
  • Táxi para ir ver “The Rock”: 5 dólares.

seguros-de-viagem-landescape

SEGURO DE VIAGEM LANDESCAPE

Descobre qual o seguro de viagem que melhor se adequa às tuas necessidades.

consulta-do-viajante-landescape

CONSULTA DO VIAJANTE

Agenda já a tua consulta para ficares a par dos cuidados de saúde recomendados e obrigatórios desta viagem.

Queres que entre em contacto contigo?

A nossa equipa irá acompanhar-te e dar-te todo o apoio necessário.

Sobre o Líder


Marta Baeta

Viajar é aprender e renascer a cada partida. Saber mais

Outros destinos que lidera

Testemunhos

Este site utiliza cookies, ao continuares estás a permitir a sua utilização. Quero saber mais Ok